O novo nascimento e a Nova natureza 04/19

O novo nascimento e a Nova natureza

Aos líderes:- Metodologia – O método de perguntas e respostas, combinado com preleção, pode dinamizar o desenvolvimento da lição.

 

Bem vindo: Saudar as pessoas presentes, principalmente os visitantes, dando-lhes um bem vindo bem caloroso.

 

Após, uma oração. Exaltação:- Exaltar o nome do Senhor com cânticos.

 

Estudo:– O NOVO NASCIMENTO E A NOVA NATUREZA. Verso para decorar:- “Estou crucificado com Cristo, e já não vivo eu, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim”. Gálatas 2. 20.

 

O novo nascimento: João 3.3-5. O homem após o pecado separou-se de Deus passando a andar no caminho da morte eterna. Espiritualmente estava morto. Ao se voltar para Deus, através de Jesus Cristo, o homem tem seu espírito recriado, renasce espiritualmente, podendo chegar à presença de Deus. Somos lavados através da água que é a Palavra de Deus, recebendo em nós o Espírito Santo que vai operar em nós o maior dos milagres: o renascimento espiritual.

 

Velho homem X Novo homem.

Quando nascemos de novo espiritualmente passamos a ter em nós duas naturezas opostas: – O mau, que representa a carne, continua existindo em nós e também é chamado de o velho homem ou velha natureza. Vejamos suas características descritas em Efésios 4.17-21. – O bem, que representa a nossa nova vida espiritual em Cristo Jesus, conforme veremos abaixo. É a justiça e a santidade de Deus em luta contra o mal que é operado pelas forças de Satanás, o inimigo de nossas almas.

 

Como surge a nova natureza – Romanos 8.8-11. No momento em que Cristo vem morar em nós, a nova natureza cria vida, o Espírito de Deus passa a morar dentro de nós, o nosso corpo passar a ser templo do Espírito Santo. Devemos entregar-lhe o comando de nossas vidas.

 

Fortalecendo o novo homem. Nossos filhos para crescerem com saúde devem se alimentar de forma saudável, assim também acontece com o nosso novo homem, com a nossa vida espiritual.

De acordo com Efésios 4.21-24 vamos fazer uma lista do que devemos fazer para fortalecer o novo homem:

 

– 1. Despojar ou despir-se do velho homem. 2. Renovar a nossa mente. 3. Revestir-se do novo homem.

 

De acordo com Efésios 4.25-32, o que devemos renunciar? 1. A mentira. 2. Ira constante. 3. Os conselhos do diabo. 4. O furto, o roubo. 5. Palavras más. 6. Amargura, ira, cólera, gritaria, blasfêmias, malícia. Oração:-

 

Vamos pedir perdão ao Senhor e também renunciar os nossos atos que têm entristecido o Espírito Santo de Deus que habita em nós.

 

TAREFA:- Durante a semana faça uma lista de coisas que estão presentes em sua vida e que pertencem à velha natureza. Renuncie a elas e peça o perdão do Senhor. Ainda durante a semana, convide alguém para se assentar na cadeira vazia. Encerramento:- Encerrar orando pelas necessidades apresentadas pelos presentes.

SALVAÇÃO 03/19

SALVAÇÃO

 

A. A CONDIÇÃO DO HOMEM QUANDO FOI CRIADO. – Gênesis 1.26-27. O homem foi criado por Deus à Sua imagem, do pó da terra foi formado recebendo em suas narinas o fôlego da vida. Dentre todos os seres criados, o homem é especial, todos os outros foram criados através da Palavra, só o homem foi criado pelas mãos do Criador. Possui além do corpo, também alma e espírito. Fomos criados para a vida eterna na presença gloriosa do Senhor nosso Deus.

 

B. A QUEDA DO HOMEM Romanos 3.10-18; Romanos 3.23 O homem caiu em pecado e conheceu a morte espiritual e a morte física não mais seguindo, no caminho da vida. Morte é separação, o pecado nos separa da presença gloriosa de Deus. Toda a humanidade foi afetada pelo mesmo. Não se encontrou entre os homens alguém que fosse justo, que não tivesse pecado. O homem tem feito várias tentativas de se voltar para Deus, de voltar a trilhar o caminho da vida através de boas obras, vãs filosofias, religiosidade, sacrifícios, etc. Tudo isso tem se mostrado inútil para se alcançar a salvação.

 

C. A OBRA EXPIATÓRIA DE JESUS CRISTO João 3.16-21; Isaías 53.3-11. Não havendo nenhum homem justo, Deus que nos havia criado para a sua glória, teve profundo amor pela humanidade perdida e aprisionada pelas garras de Satanás. Esse amor levou-o a entregar seu Filho unigênito, Jesus Cristo, para expiar o pecado da humanidade. Jesus levou sobre si todas as nossas dores, pecados e maldições.

 

D. COMO RESPONDER AO SACRIFÍCIO DE CRISTO. Atos 2.38-42 O homem precisa entender o sacrifício de Cristo pois n’Ele foi cumprida toda justiça divina. Na cruz tudo foi consumado. Entendendo o sacrifício, o próximo passo é crer através do arrependimento. Arrependimento é dar as costas ao passado e caminhar para Cristo. Ou morrer para o mundo e ressuscitar para Deus, que é o significado do batismo nas águas. Aceitando o sacrifício de Cristo, o homem passa a caminhar no caminho da VIDA eterna.

 

Faça um  diagrama de João 3.16 que facilita o primeiro contato com a pessoa a quem vamos apresentar o plano de salvação e compartilhe na Célula

 

TAREFA :- Fale com alguém que não conhece a Cristo (amigo, familiar, etc.) Ore primeiro, quando falar explique os passos que aprendeu hoje. Depois escreva sua experiência.

OPOSIÇÃO DO INIMIGO – 02/19

OPOSIÇÃO DO INIMIGO

Adaptado do livro “Personalidades Restauradas”, Ap. Valnice Milhomens

Texto: Neemias 4 e 6 (ORE ANTES DE MINISTRAR).

Introdução: O livro de Neemias apresenta de modo vivo a estratégia do inimigo contra o crescimento da igreja do Senhor. Sambalate é um símbolo de satanás: Ne.2:10. Deus usará esses conflitos para moldar, nos discípulos, uma identidade de combatente que não depõe as armas até a vitória completa.

1º) Escárnio: Ne. 4:1,2 (pode vir daqueles que nos cercam ou de pensamentos, mas a origem é do diabo): 1.1 – o modo de enfrentar: Oração e Trabalho: Ne. 4:4-6.

2º) Conspiração: Ne.4:7,8 (uma nova dimensão de ataque: Não pare!): 2.1 – o modo de enfrentar: Oração e Vigilância: Ne. 4:9.

3º) Ameaças de morte: Ne. 4:11 (satanás quer tirar nossa vida, mas é limitado): 3.1 – O modo de enfrentar: Vigilância cerrada e armada, o encorajamento e o fortalecimento em Deus: Ne. 4:13,14 e Js. 5:19.

4º) Astúcia e falsidade: Ne. 6:1,2 (parece uma tentativa de aliança, de amizade, de dar tréguas mas cuidado…): 4.1 – o modo de enfrentar: Recusar o compromisso com o inimigo: Ne. 6:3,4.

5º) Acusação e Intimidação: Ne. 6:5-7 (tenta denegrir sua imagem diante das autoridades, mentira à despeito de suas palavras; calúnia; tentativa de ferir a sua reputação): 5.1 – o modo de enfrentar: dar uma resposta seca, objetiva e direta, e voltar-se para Deus, fonte de força e proteção. Clamar a Deus: Ne. 6:8,9.

6º) Falsa profecia: Ne. 6:10 (sagacidade diabólica no meio dos seus, parece porta voz da palavra de Deus, tentativa de levar-nos a pensar contra a Palavra de Deus): 6.1 – o modo de enfrentar: Rebater com a Palavra de Deus: Ne. 6:11-14.

Conclusão: O inimigo vai lhe respeitar quando você vencer todas as suas táticas e permanecer em inabalável nobreza: Is. 32:8.

ACORDAR NA VIDA ESPIRITUAL – 01/19

ACORDAR NA VIDA ESPIRITUAL

Texto: Efésios 1.13-23 (ORE ANTES DE MINISTRAR).

Introdução: Éfeso era uma cidade pesada espiritualmente. Éfeso era a cidade da deusa Diana, por isso os cristãos efésios estavam sempre debaixo de batalha espiritual e precisavam entender sobre a luta espiritual para continuar a crescer espiritualmente

1) Entender os níveis de ataque do inimigo: Mateus 4.1-11 1.1 – A ação do Espírito Santo, vs. 1; 1.2 – O deserto necessário, vs. 1 e Oséias 2.14; 1.3 – A fome quando há fraqueza física, vs. 2; 1.4 – Ataque na área do corpo, vs. 3 e 4; 1.5 – Ataque na alma, vs. 5-7; 1.6 – Ataque na área do espírito, vs. 8-10.

2) Quais as armas que usamos: 2 Coríntios 10.4 2.1 – A Palavra, Ap. 12.11; 2.2 – A oração, Cl. 4.12; 2.3 – O jejum, Mt. 17.21; 2.4 – O nome de Jesus, Mc. 16.17; 2.5 – A unção com óleo, Tg. 5.14; 2.6 – Os anjos do Senhor, At. 7.30.

3) Vivendo a vida cristã e sendo aprovado: 2 Timóteo 2.15-19 3.1 – Apresentar-se aprovado, vs. 15; 3.2 – Manejar bem a Palavra da Verdade, vs. 15; 3.3 – Evitar falatórios vãos e profanos, vs. 16; 3.4 – Evitar linguagem que corrói, vs. 17; 3.5 – Cuidado com as heresias, vs. 18; 3.6 – Apartar-se da injustiça, vs. 19.

Conclusão: É tempo de acordarmos do sono espiritual, pois muitos não estão percebendo o que está acontecendo no mundo espiritual. A batalha é ferrenha e precisamos estar de prontidão. Prepare-se para a batalha.

“O QUE EU ERA E O QUE EU SOU AGORA” 04/11

“O QUE EU ERA E O QUE EU SOU AGORA”

Adaptado do livro de devocional

Texto: Salmo 14:2,3 (ORE ANTES DE MINISTRAR).

Introdução: Preciso ter conhecimento da minha verdadeira posição em Cristo. Antes, eu era escravo dos meus próprios desejos, hoje sou controlado pelo Espírito Santo de Deus.

1º) Ele se fez filho do homem, para que eu me tornasse filho de Deus: Gl. 4:4 e Jo. 1:12.

2º) Ele participou da minha natureza humana para que eu fosse participante da sua natureza divina: Fl. 2:6,7 com 2Pe. 1:4.

3º) Ele se tornou em tudo semelhante a mim, para que eu me tornasse em tudo semelhante a Ele: Hb. 2:17 com Rm. 8:29.

4º) Ele recebeu a minha punição, para que eu fosse perdoado: Is. 53:3,4.

5º) Ele foi ferido, para que eu fosse sarado: Is. 53:4,5.

6º) Ele se fez pecado, para que eu fosse feito justiça de Deus: 2Co. 5:21.

7º) Ele morreu a minha morte, para que eu recebesse a sua vida: Hb. 2:9.

8º) Ele se fez maldição em meu lugar, para que eu fosse participante da benção:Gl. 3:13.

9º) Ele se fez pobreza para que eu compartilhasse da sua abundância: 2Co. 8:9 e 9:8.

10º) Ele sofreu a minha vergonha, para que eu participasse da sua Glória: Mt. 27:35,36.

11º) Ele sofreu rejeição para que eu tivesse a sua aceitação com o Pai: Mt. 27:46 e Ef. 1:5.

12º) Ele foi cortado pela morte, para que eu fosse unido à Deus para sempre: Is. 53:8.

13º) Ele tomou o meu corpo humano, para me dar o seu Espírito Divino: Hb. 10:5 e At. 5:32.

14º) Meu velho homem morreu com Ele,para que eu ande com Ele em novidade de vida e o novo homem em mim se manifeste: Rm. 6:6; Cl. 3:9,10.

Conclusão: tome hoje, a sua posição real em Cristo e viva a unção de conquista e multiplicação que o Senhor te deu.

“ENFRAQUECIMENTO ESPIRITUAL” 03/11

“ENFRAQUECIMENTO ESPIRITUAL”

Texto: Hebreus 12:1-3 (ORE ANTES DE MINISTRAR). Introdução: O que é enfraquecimento espiritual? O que causa o enfraquecimento espiritual? Como voltar a ser forte espiritualmente novamente?

1º) O que causa o enfraquecimento espiritual? 1.1: deixar de olhar para Jesus: Hb. 12:2; 1.2: perda da simplicidade do evangelho: Rm. 14:13-20; 1.3: perda do discernimento espiritual: Gn. 2:22-25; Gn. 3:1-10.

2º) Qual o comportamento do fraco espiritual? 2.1: ira, nervosismo, rosto diferente, fuga, críticas: Gl. 5:16; 2.2: desconfiança espiritual: Tg. 3:1-10; 2.3: perda do compromisso, responsabilidade, temor, fé: 2Tm. 4:10; 2.4: apego às coisas materiais: Pv. 11:24-28.

3º) Por quê acontece o enfraquecimento espiritual? 3.1: más companhias: pv.13:20; 1Jo.4:1; 3.2: inveja, ciúmes, pecados ocultos: Sl. 66:18; Sl 32:1-5; 3.3: desobediência a Deus: 1Sm. 15:23.

4º) Quem tira proveito do enfraquecimento espiritual? 4.1: o diabo, os demônios : 1Pe. 5:8; Tg. 4:7; 4.3: as falsas religiões: 1Pe. 3:15; 4.4: incrédulos que não querem Jesus: Hb. 12:1,2; 4.5: “crentes” frios e rebeldes: 1Co. 3:1-3.

5º) Quem é atingido com o enfraquecimento espiritual? 5.1: Deus (Pai, Filho Jesus Cristo e o Espírito Santo) 1Co. 15:58; 5.2: líderes da igreja (pastor, líderes de células e de macro-células): Fp. 2:25-30; Cl. 4:12; 5.2: a igreja; família; sociedade: Hb. 10:25.

6º) Como voltar a ser forte espiritualmente? 6.1: perdão e arrependimento: Sl. 32 (todo o salmo); 6.2: tomar sua posição em cristo: Ap. 2:1-5; 6.3: congregar; dizimar; ofertar: Mt. 22:23; Ml. 3:8-12; 6.4: praticar a palavra: Tg. 1:22; 6.5: orar e jejuar: Lc. 18:1; 1Ts. 5:17; Mt. 26:41; 6.6: fortalecer a célula principal, que é a família: 1Pe. 3:1-7; 6.7: pagar todas as dívidas: Rm. 13:8; 6.8: tomar cuidado com as palavras: Mt. 12:36,37; 6.9: andar só com sábios espirituais:Pv. 13:20; 6.10: não ignorar a batalha espiritual: Ef. 6:10-18; 6.11: TER A VISÃO DO PASTOR E DA PASTORA: Am. 3:7, At.1:8.

Conclusão: todo nós, cristãos, passamos por provas e lutas e devemos tirar proveito para nossa edificação espiritual. Determinadas batalhas só servem para nosso fortalecimento espiritual. Não adianta se desviar do Senhor e da Igreja. Não adianta mudar de Igreja. É preciso mudar o nosso comportamento. Não adianta abandonar os cargos e posições. Não adianta fugir do compromisso. Quando se sentir fraco, confia no Senhor. Ne. 8:10 e Jl. 3:10.

“PEQUENAS COISAS QUE PODEM TIRAR A NOSSA PAZ COM DEUS” 02/11

“PEQUENAS COISAS QUE PODEM TIRAR A NOSSA PAZ COM DEUS”

Texto: Cantares de Salomão 2:15 (ORE ANTES DE MINISTRAR). Introdução: Nossa vida espiritual pode muito bem ser comparada a uma vinha que está em flor. As “Rapozinhas”, na verdade, são pequenas coisas, e às vezes, aos nossos olhos, coisas insignificantes, que, se não forem tratadas, danificarão as flores da vinha, impedindo nossa frutificação e multiplicação.

1º) Não podemos ignorar as pequenas coisas: Zc. 4:10; 2º) Nada começa grande, mas pequeno: 1Co. 5:6; Gl. 5:9; 3º) Cuidado para não tropeçar em pequenas coisas: Tg. 2:10; Jo. 11:19; 4º) Pequenas coisas atrapalham as grandes: 2Co. 11:3; 1Sm. 17:32-47; 5º) Pequenas coisas em cada discípulo se transformam em coisas gigantescas: Jz. 5:1-8; Jz. 3:711; Jz. 3:12-14; 6º) Pequenas coisas abrem legalidades à Satanás: 1Pe .5:8; Tg. 4:6-7; Jo. 13:21-30; Jo. 12:1-6; 7º) O diabo trabalha no sentido de derrubar o Cristão. Sua função é: roubar , matar, destruir: Jo. 10:10; Ef. 6:10-18.

Lista de pequenas coisas que podem tirar a nossa Paz: 1. Passar o sinal vermelho. 2. Assistir novelas ou filmes indecorosos. 3. Comer demais, beber muito café, beber muito refrigerante. 4. Gritar com os filhos. 5. Faltar nos cultos da igreja. 6. Não entregar ofertas para missionários. 7. Usar roupas provocantes. 8. Usar perfumes e cosméticos provocantes. 9. Discutir com o cônjuge e não pedir perdão. 10. Preguiça, dormir demais. 11. Criticar os patrões, chefes, a empresa, o Presidente, etc…. 12. Não cumprimentar aos irmãos. 13. Não conservar limpa a casa. 14. Desanimar por qualquer coisa. 15. Perder oportunidades de falar de Jesus. 16. Criticar o tempo, murmurar por causa do calor, frio, chuvas. 17. Não querer andar a pé.

Lista de coisas mais graves: 1. Não orar, não ler a Bíblia. 2. Não falar de Jesus, não buscar o desviado. 3. Criticar a visão que Deus deu ao Pastor e à Igreja. 4. Não entregar o dízimo e as ofertas missionárias. 5. Fofocar, criticar, murmurar etc… 6. Faltar aos cultos constantemente. 7. Não respeitar nenhuma autoridade humana. 8. Falar mal da obra do Espírito Santo. 9. Brigar com o cônjuge e não se reconciliar. 10. Cobiçar o cônjuge alheio. 11. Não se reconciliar com o irmão. 12. Não pagar as dívidas, não dar
justificativas. 13. Abandonar o chamado de Deus. 14. Voltar ao vício da mentira. 15. Voltar ao vício da masturbação. 16. Voltar a sentir rancor pelas pessoas . 17. Voltar aos traumas,complexos e problemas psicológicos. 18. Ignorar a batalha espiritual. 19. Achar que é mais espiritual que os demais 20. Não se esforçar para conhecer a Palavra de Deus. 21. Não dar um testemunho cristão aos outros.

“CURADOS PARA CONQUISTAR” 01/11

“CURADOS PARA CONQUISTAR”

Texto: 2 Timóteo 2:4 (ORE ANTES DE MINISTRAR).

Introdução:temos uma nação para conquistar; e há no exercito do Senhor muitos soldados feridos. Nestes dias o Senhor Jesus está levantando um exército curado, com capacidade e habilidade para invadir e conquistar almas para o Senhor.

1º) RETIRAR OS CONQUISTADORES DAS CAVERNAS: 1.1 – chamados da caverna: 1Sm. 22:1,2; 1.2 – tornando-se valentes: 2Sm. 23:8.

2º) SAIR DA MEDIOCRIDADE: 2.1 – ignorar os fatos: Jz. 6:11; 2.2 – não esconder mais: Jz. 6:11-16.

3º) SAIR DA INVEJA: 3.1 – aprender a se conformar com a vitória dos outros: 1Sm. 18:5-9; 3.2 – quando há interferência dos demônios: 1Sm. 19:8-10.

4º) TIRAR O ESPÍRITO DE GRANDEZA: 4.1 – tirar a idéia de que “sou o melhor”: Mt. 20:20-28; 4.2 – servir acima de tudo: Mt. 20:26-28.

Conclusão: Permita que o Espírito Santo possa curar a tua alma, transformando-o em um soldado curado e preparado para conquistar almas para o Senhor Jesus.

PRONTIDÃO NO OUVIR A DEUS E OBEDECER A SUA VOZ – Quarta semana de setembro

Texto: Tiago 1:19 (ORE ANTES DE MINISTRAR).

Introdução: Os nossos ouvidos estão sempre prontos a ouvir as coisas externas:

• tv; • filmes; • vídeos; • rádio; • Internet; • fofocas.

E a voz de Deus, será que temos ouvido e praticado?

1) Todo homem seja pronto para ouvir, Tg. 1:19: O homem deve estar pronto para ouvir e tardio em falar e irar-se. Nesta passagem, Tiago quer que sejamos prontos para ouvir, mas não só a voz dos homens, mas também a de Deus. Como Samuel disse: “fala Senhor porque o teu servo ouve” 1 Sm. 3:9-10. Lemos em Isaías 1:19: “Se quiseres e me ouvires comereis o melhor desta terra”.

2) Deus se manifesta de diversas maneiras: 2.1 – visão aberta (andando pela rua a qualquer hora do dia pode-se ter visões): 2Rs. 6:17; 2.2 – através de sonhos: Mt. 1:20; 2.3 – mediante a palavra: Rm. 10:17.

Conclusão: todos devem estar prontos a ouvir a Deus, pois ele se manifesta de diversas maneiras. E também deseja se manifestar em nossas vidas.

 

Igreja de Atos 3 – Unção e Poder – Terceira semana de setembro

Palavra
Objetivo: Mostrar como a unção de Deus é derramada sobre a vida dos seus filhos.

Contexto:

A unção que havia sobre os apóstolos foi o cumprimento da promessa de Jesus (At. 1:4) e conseqüência de fé e obediência.Os milagres e maravilhas que os apóstolos realizavam eram devido ao poder sobrenatural do Espírito Santo que havia descido sobre eles. (At. 2:4)Unção e o poder impulsionam e capacitam as pessoas a levarem as boas notícias do Evangelho. (Is. 61:1) (At. 1:8)O Espírito Santo é o único que pode curar as feridas da alma.Só a unção do Espírito Santo é capaz de liberar os escravos do pecado e os que estão vivendo oprimidos pelo inimigo.A unção restaura vidas (Is. 61:2, 3), consola (Jó. 14:18) e derrama alegria e paz (Jó. 14:27).

Conclusão: A obra do Senhor só pode ser realizada com unção e poder do Espírito Santo. Ter unção é contar com o respaldo de Deus para que Sua vontade seja feita em sua vida.

Aplicação: A unção e o poder do Espírito Santo são para todos aqueles que crêem, obedecem e apropriam-se da promessa de Deus.

 

Dica de quebra-gelo
Objetivo: Estimular a participação de todos por igual nas reuniões e evitar interrupções paralelas.

Desenvolvimento: O coordenador apresenta um tema a ser discutido pelo grupo. Baseado nesse tema, cada integrante tem trinta segundos para falar sobre o assunto apresentado, sendo que ninguém, em hipótese alguma, pode ultrapassar o tempo estipulado, ao mesmo tempo em que os outros integrantes devem manter-se em completo silêncio.
Se o comentário for concluído antes do término do tempo, todos devem manter-se em silêncio até o final desse tempo. Ao final, o tema pode ser, então, debatido livremente.

Conclusão: Sabemos respeitar e escutar (e não simplesmente ouvir) a opinião dos outros? Conseguimos sintetizar nossas opiniões de maneira clara e objetiva?

 

Frase para o líder
Liderar é a arte de construir relacionamentos com valores nobres e sobre bases sólidas!

Alfredo Martini Júnior

A Igreja de Atos 2 – Primeira semana de setembro

Palavra
OBJETIVO: Levar cada participante a entender o que realmente significa o temor ao Senhor.

CONTEXTO:

A Igreja de Atos crescia, dia a dia, porque eles estavam entendendo o que era o temor ao Senhor. (v. 43)

Temor não significa medo ou terror. Quem teme ao Senhor tem uma correta relação com Deus (de submissão e reconhecimento de sua autoridade).Temer o Senhor é desenvolver uma relação baseada em reverência e respeito por Deus e seus mandamentos.Muitos têm tido uma vida cristã frustrada porque não entendem este princípio (continuam governando suas próprias vidas).

A Bíblia nos ensina que o temor é o princípio da sabedoria. (Pv. 9:10).À medida que o homem passa a temer ao Senhor, começa a obedecer e praticar a Sua Palavra permite então que Ele transforme o seu coração e todo o seu ser.Assim, a vontade de Deus começa a ser manifesta na vida dessa pessoa e ela passa a andar no Seu propósito.

CONCLUSÃO: Quando temos um encontro real com Deus e decidimos nos submeter à sua autoridade (por temor), entramos em um novo nível de relacionamento com o Senhor.

APLICAÇÃO: Aceite o desafio de submissão e temor e comece a experimentar o verdadeiro senhorio de Cristo sobre a sua vida.  “Sujeitai-vos. Chegai-vos a Deus, e ele se achegará a vós.” Tg. 4:7, 8.

Dica de quebra-gelo
Objetivo: Mostrar que Deus não vê a matéria, mas sim a disposição do coração.

Material usado: Papel e Caneta

Dinâmica: Entregue um papel e uma caneta a cada participante
Peça-lhes que desenhem nesse papel como se veem. Estabeleça um tempo de 5 minutos.
Em um primeiro momento, pode haver certo impasse. Diga-lhes que não é nada artístico, mas, apenas uma forma de auto visão, e com isso as pessoas vão se soltando e começam a desenhar.
Após terminarem, peça para cada um analisar seu desenho e ver se realmente se parecem com ele; vão notar pouquíssima semelhança, pois, não são desenhistas profissionais e às vezes até se decepcionam.
Ao final explica-se o objetivo: Mostrar que independente de como nos vemos, se bonitos ou feios, se gordos ou magros, se brancos ou negros, Deus não nos vê assim.
Deus vê o coração e a disposição para com Ele e sua obra.
Ninguém consegue desenhar o que realmente é, mas Deus sim!

Aplicação: Pergunta: Como está seu coração?

 

Frase para o líder
Um líder que só se preocupa com sua autoridade e sua posição provoca aversão e abandono de seus súditos.

Helgir Girodo

É TEMPO DE VIGIAR – QUARTA SEMANA DE AGOSTO 2018

Texto: Mateus.26:41 (ORE ANTES DE MINISTRAR).

Introdução: Se não vigiarmos nos tornaremos presas fáceis para nosso inimigo (diabo), para o mundo, e até para a nossa carne . Nossa vitória, libertação e sucesso na vida espiritual depende da nossa vigilância constante. Porque Vigiar?

1º) Porque a Palavra de Deus nos fala que estamos vivendo dias difíceis. 2Tm. 3:1; Mt. 24:12;

2º) O Senhor Jesus ao chegar junto de seus discípulos viu que eles não estavam vigiando. Mt. 26:40;

3º) Precisamos vigiar porque temos um inimigo que anda ao nosso derredor procurando legalidades para nos destruir. IPe. 5:8-9;

4º) A visão celular requer de nós muita oração e vigilância, pois é uma visão de Excelência, uma visão nobre, que nos fará conquistar a Nação para o Senhor Jesus. Dt. 28:1, Sl. 2:8 e At. 1:8;

5º) Como eu estou agora? Vigiando ou Dormindo? Os discípulos estavam dormindo e ficaram sem resposta. Qual será a minha resposta ao Senhor Jesus? Mt. 26:40;

6º) É hora de despertarmos do sono espiritual, se quisermos experimentar um verdadeiro avivamento em nossas vidas, porque a noite é passada e o dia é chegado. Rm. 13:11-12; Mq. 2:10;

7º) Não podemos deixar a carne nos dominar, bem como o sono espiritual, a preguiça, o desânimo, os desejos desenfreados. IJo. 2.15-17, Ef. 5:14;

8º) Nosso sucesso depende somente de nós mesmos, o que vamos fazer? Avançar ou Retroceder? Hb. 10:38-39.

Conclusão: Precisamos vigiar para não cairmos em tentação, pois a “carne” sempre foi um dos maiores problemas que o cristão enfrenta. Devemos lutar para andar no Espírito.

AS TRÊS COLUNAS BÁSICAS NA IGREJA PRIMITIVA – TERCEIRA SEMANA DE AGOSTO

Palavra
OBJETIVO: Levar as pessoas a terem êxito nos seus relacionamentos.
1ª Coluna: O ministério da Palavra Atos 6:7 – Crescia a Palavra entre eles.
Consequências: Multiplicação dos discípulos.  A intimidade com Deus leva a pessoa a um nível maior da revelação de Deus.Resultados: Maturidade – Melhor entendimento – Maior crescimento espiritualAumenta o número de discípulos – Mais graça, mais unção.  Jesus declarou que a glória da 2ª casa seria maior do que a 1ª, nós somos a glória da 2ª casa (Ageu 2:9).  Toda igreja primitiva crescia poderosamente pela Palavra.
2ª Coluna: A vida de Intercessão.
Atos 12:5. Contínua oração.O povo da igreja primitiva se movia em constante oração.  O anjo foi lá no cárcere e tirou Pedro de lá.Há muitas pessoas que estão presas no cárcere da vida: vícios, adultérios, prostituição, e toda sorte de pecados, e a igreja precisa INTERCEDER por elas.
INTERCESSÃO – É clamar intensamente, é gemer a Deus pelas pessoas.
3ª Coluna: Vida de Comunhão
Atos 2:42 – A comunhão e relacionamento com as pessoas nos leva ao êxito.Consequências: seremos conhecidos como discípulos de Cristo, através do amor que transmitimos as pessoas.Resultados: Conquistaremos nossa cidade e nação.
EXEMPLOS:
Pessoas que tiveram dificuldades de relacionamentos (comunhão):
Eva: Adão –  muito ocupado, esposa em 2ª lugarElias – Depois de destruir o altar de Baal se esconder na caverna.
Pessoas que davam importância ao relacionamento:
Paulo – 2 Tm. 4-9:13, conhecia a bênção do relacionamento
APLICAÇÃO: Deus quer uma igreja que se relacione com Ele e com o próximo.

 

Dica de quebra-gelo
Objetivo: Socializar, integrar, perceber a necessidade de assumir compromissos, crescer, valorizar-se.
Material: Nenhum
Número de participantes: Grupo de, no mínimo, 10 pessoas.
Desenvolvimento: Forme um círculo, todos de mãos dadas. Oriente cada um para observar bem quem está ao seu lado direito e ao seu lado esquerdo – “Não pode esquecer, nem trocar!” Peça ao grupo que solte as mãos e caminhe livremente pela sala, procurando cumprimentar pessoas diferentes daquelas que estavam ao seu lado. Depois peça que parem onde estão.
Peça que cada um procure, sem sair do lugar, dar a mão novamente a quem estava à sua direita e à sua esquerda (quanto mais confusa for esta parte melhor). No final, deve ter um amontoado de gente.
Agora a brincadeira começa: O objetivo é, sem soltar as mãos, voltar a ter um círculo no centro da sala. O grupo deve, conversando entre si, determinar quem passar por baixo de que braços, e por cima de outros braços, até que o círculo fique completo.
Podem se formar vários grupos, e fazê-los competir entre si (quem termina mais rápido, quem termina certo, etc).

A UNÇÃO FAZ TODA DIFERENÇA – Segunda semana de agosto 2018

Palavra
OBJETIVO: Levar as pessoas a saberem que Deus tem uma unção muito maior, do que pensamos e podemos ter.
CONTEXTO: Saul sai atrás de algo que era muito precioso para ele, seu pai e sua família.

 

Os animais de carga (jumentas) se perderam.Saul e seu servo passaram por cinco cidades e não encontraram as jumentas.E quando Saul quis voltar para casa, porque o mantimento havia se acabado, e não haviam encontrado o que tinham ido procurar.Eles precisaram usar o sobrenatural eles foram atrás do problema.Deus já havia resolvido o problema de Saul (as jumentas), mas tinha algo muito maior para ele. (Vs. 16-17) – Deus queria ungi-lo rei de Israel.

 

CONCLUSÃO: Muitas vezes estamos correndo atrás de algo que pensamos ser muito importante, buscando, lutando, gastando dinheiro, energia, é coisa pequena diante de Deus.
Deus quer nos dar unção de Rei.Deus quer nos dar autoridade e governo.Deus quer nos dar domínio sobre todas as coisas.Deus quer nos dar domínio sobre o pecado, satanás, e todos os seus inimigos.

 

APLICAÇÃO: Unção é a capacitação sobrenatural que leva a pessoa à realizar coisas que por si mesma (meios naturais) ela não conseguiria.

 

Dica de quebra-gelo
Destinatários: Grupos de jovens ou de adultos. Pode-se trabalhar em equipes.
Material necessário: Oito cartões para cada equipe. Cada um deles contém uma palavra: amizade, liberdade, alegria, fé, verdade, transparência, misericórdia, compaixão, etc. Os cartões são colocados em um envelope.
Desenvolvimento: O facilitador organiza as equipes e entrega o material de trabalho. Explica a maneira de executar a dinâmica. As pessoas retiram um dos cartões (do envelope). Cada qual fala sobre o significado que atribui à palavra.
A seguir, a equipe escolhe uma das palavras e prepara uma frase alusiva. No plenário, começa-se pela apresentação de cada equipe, dizendo o nome dos integrantes e, em seguida, a frase alusiva à palavra escolhida.
Avaliação: Para que serviu o exercício? Como estamos nos sentindo?

Jesus te Pergunta hoje, O que queres que eu te faça? Terceira semana de abril 2018

Dica de quebra-gelo

Escreva as frases abaixo em tiras de papel. Peça a alguns participantes que escolham uma tira e, por meio de gestos, “digam” o que está escrito no papel. Após cada apresentação, as pessoas  tentam adivinhar o que foi “dito”. :

-Cai fora! Eu te amo.

-Você poderia me ajudar, por favor?

-Eu não estou entendendo. Por que você fez isto?

Eu não acredito. Não foi culpa minha.

Estou com medo.  Vai me deixar só? Chame a polícia. Incremente o exercício fazendo com que os participantes dialoguem por meio de gestos. Podem usar estas frases ou criarem outras.

 

Palavra
“Que queres que Eu te faça?” Ao que lhe respondeu o homem: “Senhor, eu quero voltar a enxergar!” 

​Lc 18, 41-42

Neste dia de hoje; e não importa o dia que você estará lendo este artigo – pois somente e sempre teremos o dia de hoje – Jesus quer fazer com que você viva a atualização da Sua Palavra. Fazendo com que você possa experimentar aquilo que muitos experimentaram em suas vidas quando se encontraram com Ele.

O Encontro com Jesus é sempre um encontro libertador! É sempre um encontro que cura as nossas feridas e nos preenche de amor!

Hoje Jesus lhe faz uma pergunta; a mesma pergunta que por algumas vezes Ele fez, há mais de dois mil anos atrás para diversas pessoas na qual Ele se encontrou. Pessoas, sempre estas, necessitadas de uma intervenção de Jesus.

Hoje Jesus faz esta pergunta à você: “Que queres que Eu te faça?“

Mas preste muita atenção, porque na sua resposta pode estar todo o novo rumo da sua vida. As pessoas que responderam esta pergunta de Jesus há mais de dois mil anos atrás, com certeza não foram as mesmas, mas tudo dependeu das respostas que deram. Portanto, não tenha pressa em responder esta pergunta que hoje Jesus lhe faz: “Que queres que Eu te faça?“

Que pela força do Espírito Santo esta Palavra possa ser atualizada hoje na sua vida. Jesus é o mesmo de ontem, de hoje e de sempre, e por isso Ele poder realizar tudo aquilo que há mais de dois mil anos Ele já fez por aqueles que também souberam dar a resposta certa à esta pergunta.

“Tudo é possível àquele que crê“, por isso responda esta pergunta que Jesus está te fazendo no dia de hoje, e depois partilhe comigo os seus frutos!

“Que queres que Eu te faça?“

Coragem…

 

Frase para o líder
O potencial do líder é determinado pelas pessoas mais próximas dele.

John Maxwell

CLICK AQUI PARA BAIXAR: Dica de quebra

Que Presente você daria ao Senhor? Segunda semana de abril 2018

Dica de quebra-gelo

Tempo: depende da quantidade de pessoas.

Material: 1 caixa grande com um embrulho bem bonito e 1 caixa pequena e feia (pode ser embrulho de jornal).

Desenvolvimento: O líder tem que pedir para os participantes escolher uma dessas caixas como presente e dentro da caixa pequena escreva sabedoria  e encha ela de balas e na caixa grande escreva perdição.

Moral: As coisa bonitas nem sempre é  de DEUS, pode ter certeza que nunca o inimigo colocara coisa boas nas nossas vida.

 

Palavra
Alvo: Que darei ao SENHOR por todos os seus benefícios para comigo? Salmo 116.12

 

O Alabastro era um pote feito de uma pedra somente encontrada nas imediações de uma cidade Egípcia chamada Alabastron. Era semelhante ao mármore, mas era mais maleável e facilmente se modelava os potes de perfumes.

O nardo era um bálsamo feito da raiz de uma planta da Índia que crescia nas montanhas do Himalaia. Os árabes a chamavam de “cravo indiano”. Não era apenas a distância, mas a raridade da planta que tornava o nardo caríssimo e tão procurado.

O alabastro e o nardo oferecido por Maria a Jesus talvez tenha sido o presente mais caro que Jesus recebeu em todo o seu ministério. Alguns eruditos, com base no cálculo de Judas, que avaliou o presente em 300 denários, chegam a calcular, a preço de hoje, entre 15 e 20 mil dólares, cerca de 60 mil reais.

Maria quebrou o gargalo do vaso e derramou completamente o balsamo sobre a cabeça de Jesus. Por isso disseram:

Que desperdício! Veja, não apenas o presente foi caro, mas foi dado sem retorno. Jamais seria reutilizado o vaso de alabastro e nem o seu perfume. Quero chamar sua atenção para essa figura do Alabastro sendo quebrado para despejar o perfume. Existem dois tipos de pessoas: A inquebrável e as quebrantável.

Pessoa inquebrável: Jamais poderão ser utilizados para alegrar a Deus, nunca desperdiçam suas emoções com nada. Nunca choram, nunca se alegram, nunca vibram. São vasos de alabastros que nunca foram quebrantados, logo nunca ofereceram nada a ninguém. Qual foi a ultima vez que você foi quebrantado pela Palavra de Deus? Qual foi a ultima vez que você realmente se importou com o que o Senhor Jesus sente, e não com o que você precisa?

Pessoa quebrantável: Maria apresentou-se para alegrar o coração de Jesus, não para arrancar algum benefício para sua própria vida. Só que antes de quebrar o vaso de alabastro, ela precisou quebrar a si mesma, oferecer a si mesma. Maria deu tudo o que tinha. Mas teria a sua recompensa. Daquele dia em diante, por todo mundo ficaria registrado o seu presente, o dia em que Jesus foi abençoado por uma simples mulher apaixonada. Você ofereceria a Deus, um presente desses? Isso é amor.

 

Conclusão:

Os inquebráveis trazem à Deus as migalha da sua dedicação, a migalha do seu tempo. E ainda querem que Deus lhes dê tudo do bom e do melhor.

Vamos encher o altar do Senhor de vasos de Alabastros a serem quebrados.

Vamos ungir os seus pés como o Nardo da nossa obediência e submissão.

Pois Jesus é Digno pelo sacrifício por nós.

Ml. 6.6; Sl. 51.10-12; Sl. 116.12.

 

 

Frase para o líder
A rigidez é o câncer da alma. Ela não apenas fere os outros, mas pode se tornar a mais drástica ferramenta autodestrutiva do homem.

Augusto Cury

CLICK AQUI PARA BAIXAR: Que Presente você daria ao Senhor

O Milagre da Fé – Primeira semana de abril 2018

Dica de quebra-gelo

Objetivo: Levar o grupo ao entendimento de que a fé é essencial para superar todas as lutas e desafios. Leia Hebreus 11.6 ou qualquer outro texto que você esteja trabalhando sobre fé.

Material: Uma bola pequena + 8 a 10 vasilhames de refrigerante descartáveis, transparentes, sem o rótulo e com tampa + tintas (diversas cores) + 9 a 11 etiquetas adesivas ou papéis para colar.

Desenvolvimento: Encha as garrafas com água. Para dar um colorido a cada uma das garrafas, misture alguma tinta colorida na água, se possível de diversas cores, para dar maior contraste.

Escreva nas etiquetas ou papéis 10 obstáculos que impedem a fé de agir e que nos afastam de Deus, como por exemplo: egoísmo, inveja, orgulho, vergonha, ira, rancor, auto-suficiência, intolerância, incredulidade, vingança, preguiça, etc. Peça sugestões aos membros do grupo. Cole uma etiqueta em cada garrafa e peça aos membros que as arrume num extremo da sala, como se fossem um jogo de boliche.

Converse com os membros sobre o que seria capaz de derrubar estes desafios. Cole na bola uma etiqueta com a palavra FÉ.

Começa o jogo, todos deverão mirar os obstáculos e jogar a bola para tentar derrubá-los. Ganha quem conseguir derrubar todos os obstáculos. Podem tentar de novo, várias rodadas, e vê como cada um melhora o desempenho na próxima tentativa.

Desfecho: Termine fazendo uma reflexão, mostrando que aqueles que creem em Deus são capazes de superar esses obstáculos, inclusive o MEDO, e realizar grandes obras em Seu nome.

 

Palavra
Objetivo: Levar a cada participante a crer que milagres podem acontecer.

MARCOS 2 1-12

Contexto: 

A Bíblia nos diz que somos o sal da terra e temos que dar o sabor a desgraça do mundo. Não podemos deixar a natureza carnal em querer ver a desgraça humana como forma de divertimento.Temos que olhar para essas desgraças e ver que há solução se não fizermos nada podemos duvidar da nossa  fé.Nesta passagem esses homens creram que havia solução enfrentaram obstáculos (multidões) hoje nossos obstáculos é a falta de fé.Ele era um paralítico, quantos hoje estão paralíticos na fé nas finanças, nas emoções e etc…Mas os amigos da fé não se importaram com as circunstâncias a atitude deles fizeram com que se operasse o milagre. Três motivos que Jesus opera milagre hoje: Compaixão, Ele quer salvar o homem totalmente Hb 7:26-27, Ele delegou poder aos seus discípulos .

Conclusão: Devemos ter atitude de fé como aqueles quatro amigos e alcançar paralíticos ( pessoas carentes de Cristo) e aproxima-las do Senhor para receberem cura pois nós não podemos mas Cristo pode através da fé individualmente de cada um.

Aplicação: Para vermos milagres temos de colocar nossa fé em prática crer que o poder de Deus está em nós.

 

Frase para o líder
A genialidade de um bom líder é deixar para trás uma situação com a qual o senso comum, sem a graça da genialidade, consegue lidar de forma bem sucedida.

Walter Lippmann

Conhecendo as Quatro Leis Espirituais – Quarta semana de Março 2018

Quebra Gelo:

Dica de quebra-gelo
Desenvolvimento:
Peça para que a célula/turma se divida em dois grupos, e proponha a eles um desafio, de falar do céu e do inferno, mas de uma forma diferente, como se eles fossem corretores de imóveis e tivessem que apresentar o céu e o inferno como um prédio e você sendo o comprador. Durante a apresentação dos dois grupos faça perguntas como: como faço pra ir, quanto custa, la é legal, etc.
E no final, para finalizar a dinâmica escolha o que você se interessou!

Moral:
Como temos falado de DEUS hoje para os nossos amigos?
Será que estamos falando de verdade?
Hoje vemos muitas pessoas usando drogas, se prostituindo, bebendo, etc… Porque não tinha uma pessoa que foi lá e conversou com ele, ou ate mesmo teve, mas só falou DEUS é bom! Mas e dai, porque deus é bom?
Por isso devemos cada vez, mas falar de Jesus para as pessoas, explicar o bom que estar junto a ele, falar do amor dele, porque hoje é uma dinâmica, amanha você pode comprar o inferno sem querer!

 

Palavra
INTRODUÇÃO

Estudaremos hoje as Quatro Leis Espirituais, que podem dar ao homem: o entendimento básico e necessário para conhecer a Deus, o propósito que Ele tem para sua vida e o Seu plano maravilhoso de redenção para cada pessoa. Receba com fé e com o coração aberto esse estudo, onde o Deus Todo Poderoso, através do Espírito Santo, estará falando e revelando para você o Plano da Salvação.

1.   LEI: DEUS AMA VOCÊ E TEM UM PLANO MARAVILHOSO PARA SUA VIDA (Jo 3.16)

Jesus disse: “o ladrão não vem senão a roubar, matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância” (Jo 10.10). Muitos ainda não têm experimentado essa vida abundante, porque ainda não conhecem Jesus, o Autor da salvação.

2.   LEI: O HOMEM É PECADOR E ESTÁ SEPARADO DE DEUS; POR ISSO NÃO PODE CONHECER NEM EXPERIMENTAR O AMOR E O PLANO DE DEUS PARA SUA VIDA (Rm 3.23)

O homem foi criado para ter um relacionamento perfeito com Deus, mas, por causa da sua desobediência e rebeldia, escolheu seguir uma voz estranha e seu próprio caminho, que o levou ao pecado, desfazendo, assim, a sua comunhão com o Criador.

3.  Jesus Cristo é a única solução de Deus para o homem pecador. Por meio dele você pode conhecer e experimentar o amor e o plano de Deus para sua vida.

ELE MORREU EM NOSSO LUGAR
“Mas Deus demonstra seu amor por nós pelo fato de ter Cristo morrido em nosso favor, quando ainda éramos pecadores.” (Romanos 5:8)

ELE RESSUSCITOU DENTRE OS MORTOS
“Cristo morreu pelos nossos pecados… foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras… e apareceu a Pedro e depois aos Doze. Depois disso apareceu a mais de quinhentos…” (1 Coríntios 15:3-6)

ELE É O ÚNICO CAMINHO
“Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim.” (João 14:6)

 

Deus tomou a iniciativa de ligar o abismo que nos separa Dele ao enviar seu Filho, Jesus Cristo, para morrer na cruz em nosso lugar, pagando o preço dos nossos pecados.

Mas não é suficiente conhecer essas três leis…

 

4.   LEI: PRECISAMOS RECEBER A JESUS CRISTO COMO SALVADOR E SENHOR, POR MEIO DE UM CONVITE PESSOAL. SÓ ENTÃO PODEREMOS CONHECER E EXPERIMENTAR O AMOR E O PLANO DE DEUS PARA NOSSA VIDA (Jo 1.12

Recebemos Cristo pela fé, através de uma decisão pessoal. Assim diz a Palavra: “porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus. Não vem das obras para que ninguém se glorie.” (Ef 2.8-9). Receber Jesus como Salvador, implica em confissão e arrependimento, crendo que Cristo é o único que pode perdoar os nossos pecados.

 

CONCLUSÃO

Muitos têm procurado alcançar Deus indo por caminhos que jamais levarão a Ele.  O único caminho que nos leva a Deus é Jesus. Foi para salvar o homem que Ele “se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do Unigênito do Pai,

3 MOTIVOS PELOS QUAIS AS PESSOAS ACHAM DIFÍCIL A VIDA CRISTÃ. TERCEIRA SEMANA DE MARÇO

QUEBRA GELO:

Tempo: 5 Minutos
Desenvolvimento: Pedir a todos que se apoiem em um pé só, onde deverão dar um pulo pra frente sem colocar o pé no chão, um pulo para direita, e para esquerda, se abaixar e levantar.( Muitos iram desequilibrar e cair).

Moral: Não podemos ser individualistas, e seguir sozinhos. Podemos cair e não conseguir levantar. Para conseguir, basta apoiar no ombro da pessoa que esta ao nosso lado. Assim, iremos caminhar juntos e avançar como corpo de Cristo.

Eclesiastes 4: 9-10, Isaías 41.6

3 MOTIVOS PELOS QUAIS AS PESSOAS ACHAM DIFÍCIL A VIDA CRISTÃ

Introdução:

As pessoas têm habilidades específicas em áreas diferentes, alguns têm habilidade para esportes, outros para a música, outros para negócios, isso é o que chamamos de talento. O fato das pessoas possuírem talento para determinada área não quer dizer que elas terão sucesso naquela área. A história prova que muitas pessoas inteligentes e de talento não se deram bem na vida, enquanto outras que eram limitadas, mas esforçadas e dedicadas se deram muito melhor.  A verdade é que perseverança, dedicação e esforço contribuem mais para o sucesso de alguém do que o talento natural. A Bíblia diz que Jacó serviu a seu sogro sete anos para poder casar com Raquel, a mulher que ele amava, mas que esses anos pareceram poucos dias pelo muito que a amava. O cristão, aquele que já entregou sua vida a Jesus Cristo, tem uma vantagem inicial sobre os demais, tem tudo para ter uma vida de paz, alegria, gozo e tranquilidade, uma vida abundante; não estamos falando de riquezas, nem da ausência de problemas ou lutas, estamos falando de ter a certeza que em meio a tudo que tivermos que enfrentar podemos contar com a proteção e direção de um Deus Todo Poderoso, que nos ama e dirige nossa vida com segurança. Por que então muitos cristãos têm uma vida mal sucedida e infeliz? Por que com essa tremenda vantagem que possuem não conseguem ser bem sucedidos? Por que acham tão difícil a vida cristã?

 

 

Vamos estudar abaixo 3 MOTIVOS PELOS QUAIS AS PESSOAS ACHAM DIFÍCIL A VIDA CRISTÃ.

 

 

1º MOTIVO – Acham que Deus exige demais. –  I João 5:3

Muitos acham que o que a Bíblia apresenta como pedidos de Deus, são exigências demais, muita pressão. Gênesis 29:20 diz que para Jacó os sete anos pareceram poucos dias pelo muito que amava a Raquel. Na verdade, achamos penosos os mandamentos de Deus porque ainda o amamos pouco (João 14:21 ) PERGUNTA:  Em sua opinião, o que leva as pessoas achar que os mandamento de Deus são difíceis? Resposta sugerida: A falta de conhecimento, a falta de amor, a falta de intimidade com Ele.

 

 

2º MOTIVO – Perdem de vista o objetivo, a recompensa. 1Pe 1:8/9

O objetivo de Jacó era casar com Raquel, e durante os sete anos ele não perdeu isso de vista. Seu propósito não era trabalhar para o tio. O nosso objetivo não é cumprir mandamentos, é conhecer e se aproximar de Deus, em João 15:14 Jesus disse que seremos amigos D’Ele se fizermos o que Ele manda. PERGUNTA: Em sua opinião, além da salvação, qual outro objetivo da vida cristã? Resposta sugerida: Ganhar almas, ajudar as pessoas, ajudar na Obra de Deus, buscar intimidade com Deus.

 

 

3º MOTIVO – Esquecem daquilo que Deus já fez.

Não somos dignos e nunca seremos do presente da salvação que Deus nos deu, e do Seu amor. Ao invés de sermos gratos e nos alegrarmos pelo que já recebemos nos entristecemos e amarguramos pelo que não temos. Precisamos aprender a cultivar um coração grato trazendo a memória o que Deus já fez por nós. PERGUNTA: Você já recebeu uma benção muito grande de Deus, que te motiva a servir a Ele com alegria, e ser grato a Ele todos os dias? Compartilhe com o grupo.

 

 

Conclusão:

Deus não achou que era demais enviar Jesus para morrer, pois amava muito ao ser humano. Jesus não achou pesado demais vir para morrer pelo muito que amava a o ser humano. E você, acha difícil demais, exigência demais o que Deus te pede? Nós precisamos aprender a amar mais a Deus, pois a pior parte Ele já fez, o que Ele nos pede não é difícil, nem penoso, pelo contrário é gratificante.

FILHOS DE DEUS – Segunda semana de março

FILHOS DE DEUS
Texto base: João 1.11,12

Introdução: O testamento serve para que o patrimônio de uma pessoa, após sua morte, possa ser disposto conforme sua vontade manifestada em vida, respeitadas as restrições legais para aquele que tiver herdeiros necessários (filhos/pais/cônjuges). Jesus morreu para validar um Novo Testamento para você! Mas para isso precisamos saber que:

1 – NEM TODO MUNDO É FILHO DE DEUS

Existem muitos ditados ou provérbios populares que estão na Bíblia:

a) Quem dá aos pobres empresta a Deus (Pv 19.17);

b) Quem com ferro fere, com ferro será ferido – olho por olho, dente por dente (Lv 24.20);

c) Os últimos serão os primeiros (Mt 19.20);

d) Quem planta, colhe (Gl 6.7);

e) Quem semeia vento, colhe tempestade (Os 8.7);

f) A boca fala do que está cheio o coração (Mt 12.34);

g) Dai a César o que é de César (Mt 22.20,21).

Porém: “Todo mundo é filho de Deus” não é bíblico!!!
– Só é filho de Deus quem crê e recebe Jesus! (Jo 1.12). E precisamos estar convictos disso!

2 – NÃO BASTA SER FILHO, TEMOS DE PENSAR  E PORTAR-SE COMO FILHOS

a)      Nova mente – nós temos a mente de Cristo (1Co 2.16); renovar a mente para experimentar a boa, perfeita e agradável vontade de Deus (Rm 12.2).

b)      Novo estilo de vida – deve andar como Jesus andou (1Jo 2.6); em teus passos o que faria Jesus? Jesus vai aonde você vai? Faria o que você faz?

c)      Portar-se como um cidadão dos céus – embaixador de Cristo (2Co 5.20).

d)     Confessar vitória – Jamais dizer, eu não tenho dinheiro. Você pode até estar sem o dinheiro, mas você deve dizer: eu não estou com dinheiro no momento, mas meu Pai é dono do ouro e da prata (Ag 2.8). “O Senhor vai prover”. – Amado(a), as tuas palavras expressarão a tua fé. “Tome cuidado para que as tuas palavras não anularem a tua fé.”

·         Para gozar dos direitos e deveres de Filho de Deus é preciso pensar e agir como filho: Conta-se que um rapaz estava sendo liberado do hospício porque sabia que não era mais um rato. “Parabéns! Muito bem! Você está livre! Pode ir …” diziam todos. Ele pegou suas coisas, despediu-se e saiu. Logo voltou correndo, apavorado! Perguntaram o que foi? Disse ele: Lá fora tem um gato! – Sim, mas, você não sabe que não é mais um rato? Respondeu ele: eu sei, mas o gato não! Kkk – Muitos são filhos de Deus mas correm do diabo!

Conclusão: Você já é filho de Deus? Já recebeu Jesus como seu único Senhor e Salvador? “Pois com o coração se crê para justiça, e com a boca se confessa para salvação” (Rm 10.10-NVI). Receba agora mesmo e sejas salvo (Rm 10.9). Semana que vem continuaremos com os BENEFÍCIOS DOS FILHOS DE DEUS.

 

QUEBRA GELO:

 

Sou filho de Deus
Objetivo:

Refletir sobre a forma de se tornar filho de Deus.

Material:

01 giz

Procedimento:

– Desenhem com giz 02 círculos separados, com uma comunicação entre eles como se fosse uma ponte.

Cada círculo deve caber todos os participantes.

– Coloquem dentro de um dos círculos todos os alunos. No outro círculo, escrevam a palavra “DEUS”.

– Falem, apontado para os participantes: O pecado separa a humanidade de Deus. Vejam que vocês estão separados de Deus.

– Depois, apresentem o que Deus fez para restabelecer o relacionamento com a humanidade, após o pecado.

 

– Leiam: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”(João 3:16).

– Lemos que Deus com seu grande amor providenciou uma solução para que não houvesse mais esta separação.

Em seguida, escrevam na ligação entre os dois círculos a palavra “JESUS”.

– Falem: E agora, vocês continuam separados de Deus! Mas, comecem a citar os nomes dos alunos, falando: Deus amou tanto “Fulano de tal” que…(citando o versículo de João 3. 16)

Nesse momento, os participantes devem passar pela “ponte” que é Jesus e entrar no outro círculo, à medida que o nome dele for citado dentro do versículo.

– Quando todos os participantes estiverem dentro do círculo “Deus”, falem que esta é uma demonstração do grande amor de Deus para com eles e a humanidade.

– Leiam: “Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores”(Romanos 5:8).

– Para concluir, falem que quando aceitamos Jesus como Salvador, tornamo-nos filhos de Deus, conforme lemos em Jo 1.12: “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome”

Razões por que Deus diz “não” para nós. Primeira semana de Março

Tema: Razões por que Deus diz “não” para nós. Texto: Gênesis 2:17

Texto: “Mas da árvore da ciência do bem e do mal, dela não comerás…” (Gênesis 2:17)

Introdução:

Muitos cristãos que têm como característica de vida ser fiel a Deus, vez por outra, se encontram em meio a um amontoado de questionamentos. Muitos vivem se perguntando: Por que Deus disse “não” como resposta ao pedido que lhe fiz?

Pode ser que você que esta lendo esta mensagem, esteja nesta situação, e se de fato, esta fora realidade que você esta vivendo, continue lendo com atenção redobrada, pois, você descobrirá, que em certas ocasiões, Deus nos diz não, pelo fato d’Ele nos amar de forma inexplicável.

Objetivo da mensagem:

Mostrar que Deus disse “não” a Adão e Eva – simplesmente porque queria protegê-los, e juntamente com eles, toda a humanidade da natureza pecaminosa que foi herdada de Adão e Eva, pelo fato de ambos terem desrespeitando o “não” de Deus, comendo do fruto da arvore do bem e do mal.

Dito isto a nível introdutório, imagine você chegando ao zoológico, e logo após arrumar todos os seus pertences, em um lugar apropriado, você inicia uma jornada com o objetivo de visitar cada espécie de animal, em seu devido lugar de habitação, de acordo com sua natureza.

De repente, você vai de encontro a uma imensa jaula repleta de leões, e, ao aproximar-se da mesma, percebe-se que tem um aviso colocado pela direção do zoológico com o seguinte teor… “Não toque na jaula”.

Pergunto…“Por que a direção do zoológico preocupou-se em deixar um aviso que dizia para os visitantes, não tocarem na jaula dos leões?” “Será que é porque eles queriam simplesmente ditar regras para a vida dos visitantes?” “Será que era para transmitir uma imagem de que quem dava as ordens no zoológico eram eles?”

Bom, na verdade, nenhum destes questionamentos está correto. Por quê? É simples! O aviso só foi colocado na jaula, objetivando lembrar que ninguém deveria tocá-la, pois, a direção do zoológico tinha ciência que se algum desavisado encostasse na jaula repleta de leões, certamente iria se machucar, ou, até mesmo perder a vida, pois os leões, certamente atacariam qualquer um que tocasse em sua jaula.

Quando Deus disse “não” para Adão e Eva, era porque Ele sabia que se eles alimentassem do fruto da árvore do bem e do mal, eles iriam ser penalizados com a sentença de morte. “porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás” (Gn 2.17).

Com muita frequência Deus diz “não” para nós, em relação a uma casa que está nos nossos planos para comprá-la, ou um carro, uma viagem, uma profissão, um casamento e etc.

Entretanto, a pergunta que não quer calar é, “por que Deus diz não para muitas coisas que aos nossos olhos julgamos ser boas?”

“Será que é pelo fato de Deus ser arbitrário?”

“Será que é autoritarismo em determinar regras apenas para ter o prazer de ver o ser humano cumpri-las?”

Ou quando Deus diz “não” para nós, é um “não”, a semelhança do “não” da direção do zoológico, que tinha como objetivo proteger os visitantes dos ferozes leões.

E quanto a você?Esta chateado (a) por que Deus disse um “não” em relação a sua oração? Cada pessoa precisa estar atenta para esta verdade: Adão e Eva não respeitaram o “não” de Deus, e como consequência, veio sobre a vida de ambos e de toda humanidade, o carrasco chamado pecado. Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram. (Romanos 3:9).

E como se não fosse suficiente, também o homem virou servo do pecado. Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é servo do pecado. (João 8:34).

E sujeito à morte. Eis que todas as almas são minhas; como o é a alma do Pai, assim também a alma do Filho é minha: a alma que pecar, essa morrerá (Ezequiel 18.4).

Foi para evitar a morte espiritual, física e eterna que Deus disse “não” para nossos primeiros pais que residia no jardim do Éden, foi para protegê-los, e proteger,não somente eles, mas também toda a humanidade que teve origem neles.

Por estas, e muitas outras razões, Deus muitas vezes diz “não” para nós. Pois na verdade, Ele quer nos proteger, porque Ele que conhece o fim desde o principio, sabe que no futuro, muitas de nossas decisões trarão consequências que vão nos machucar muito, ou até nos levar perder a salvação.

Quanto ao “não” que Deus nos fala, talvez no momento tenhamos dificuldade de compreender o porquê de sua recusa em nos atender. Se Deus disse “não” para você em relação ao desejo de seu coração, é porque Ele está te livrando de complicações em sua vida no futuro.

Em relação a Deus, temos que entender uma lição que se resume assim: Melhor do que compreendê-Lo, é simplesmente obedecê-Lo, pois sempre que Ele falar “não” para nós é, porque Ele quer nos proteger.

E a razão desta proteção, não é outra, senão, o grande amor inexplicável que Deus tem para com cada um de nós. Portanto, descansa no Senhor, pois o melhor da parte de Deus lhe será concedido, na hora já designada por Ele, para abençoar sua vida.

Conclusão:

A atitude mais sábia de nossa parte no relacionamento com Deus, deve ser de glorificá-Lo, quando ele bondosamente falar “sim” em relação aos nossos projetos de vida. Da mesma forma, quando Deus bondosamente falar “não”, devemos de coração grato a Ele, glorificá-Lo, e nunca desobedecê-lo como Adão e Eva, pois,geralmente quando Deus diz não, certamente e para nos proteger de consequências que iriam nos fazer sofrer, tanto no presente como no futuro.

 

 

O Espírito Santo cura e purifica – Estudo da quarta semana de fevereiro

BASE: Ezequiel 36:23-30

INTRODUÇÃO:

Deus está levantando o Seu povo e a Sua Igreja para viver uma vida de pureza e santidade, a fim de que todas as nações testemunhem a Sua glória. Para isso, Ele tem derramado do Seu Espírito Santo sobre nossas vidas, para nos limpar de todo o pecado e fazer com que experimentemos um verdadeiro avivamento e o melhor desta terra.

DISCUSSÃO:

Deus tem muitos planos para nossas vidas e faz grandes promessas através do profeta Ezequiel. Vejamos:

 

1) Deus quer que a Sua santidade volte a habitar no meio do seu povo

Nós fazemos parte do plano de restauração de Deus, neste tempo (versículo 23). Para isso, Ele deseja que sejamos purificados (1 Pedro 1:14-16).

 

2) Deus está nos separando de um mundo cheio de pecados e perdição para nos levar ao Seu Reino

Do mesmo modo que Deus desejava que Israel ficasse longe das contaminações e dos pecados dos outros povos, Ele também espera que a Igreja de Cristo seja separada do mundo e de suas impurezas (versículo 24; 2 Coríntios 6:17-18).

 

3) Deus está nos purificando com as águas do Espírito Santo

Deus está curando todas as feridas, mágoas e enfermidades existem em nosso coração. Ele também nos convence a respeito do pecado, da Sua justiça e do juízo (João 16:8), através do Seu Espírito Santo (versículos 25-27).

 

4) Deus está preparando o melhor desta terra para os seus filhos amados (versículos 28-30)

Os planos do Senhor para nossas vidas de forma alguma serão frustrados! Ele guiará todo o nosso ser e transformará o Vale de Sitim dos nossos corações em um vale de bênçãos e prosperidade (Joel 3:18).

 

CONCLUSÃO:

Estamos vivendo o tempo em que Deus derrama sobre o seu povo uma nova unção, um tempo que precede um grande avivamento nesta nação. Assim, chegou a hora de cada um de nós, enquanto corpo de Cristo, nos reposicionar, buscando a cura e a santidade que só o Espírito Santo pode nos dar.

PARA REFLETIR:

. Você acredita que está vivendo plenamente em santidade? Por quê?

. Em sua opinião, o que significa ser separado do mundo?

. Você acha que seu coração está aberto para receber a cura, a purificação e a restauração que Deus te oferece por meio de Seu Santo Espírito?

. Você acredita que vale a pena continuar passando por esse processo de cura e santificação que Deus tem empreendido em cada um de nós, mesmo diante das lutas e dificuldades que costumam aparecer?