Famílias cristãs iraquianas estão retornando ao lar

Quase nove mil famílias já retornaram para suas cidades e vilarejos na planície de Nínive. A maioria para as cidades de Qaraqosh (5700 pessoas) e Bartella (1290). Mais de mil casas já foram restauradas até o final de julho.

Ainda há muito trabalho a ser feito e a reforma da infraestrutura é um processo lento. Os investimentos são altos, porém ajudariam a estimular a economia local, fazendo com que floresça novamente.

Além dos episódios de guerra e da perseguição religiosa, agora os cristãos que voltaram para a planície de Nínive precisam lidar com a falta de emprego. O parceiro da Portas Abertas que atua na região, precisa de estratégias para dar início a novos negócios que possam gerar trabalho e rentabilidade.

As igrejas também necessitam de recursos para motivar os jovens a continuar nas cidades e vilas. A Portas Abertas pede orações pelos cristãos iraquianos e para os parceiros e líderes locais que estão envolvidos nesse processo.