Igreja faz culto ao ar livre após templo ser destruído em incêndio: “Deus tem um plano”

Um incêndio que terminou destruindo completamente o templo da Igreja Batista Missionária, na Carolina do Norte, Estados Unidos, está colocando à prova a fé dos membros da congregação, ao mesmo tempo que está provando a providência de Deus diante das adversidades, mediante a mobilização de toda a comunidade cristã.

Segundo informações do site WAY 31, o prédio foi destruído pelo fogo na última terça-feira (21). Até agora não foi descoberto um motivo aparente para explicar a origem do incêndio. Ninguém estava no templo no momento em que o acidente aconteceu.

“Eu preciso liderar esta igreja, mas estou lutando e orando, pedindo a Deus por graça suficiente para nos levar para fora daqui”, disse o pastor da congregação, Daryl Ross. Ele disse que ainda está se recuperando do choque, uma vez que, segundo o Corpo de Bombeiros, nada do templo poderá ser recuperado, nem mesmo partes da estrutura.

O pastor entende que alguns acontecimentos não carecem de uma explicação espiritual, mas que todos estão sob o controle de Deus. “Ele [Deus] não colocou isso sobre nós para nos punir, as coisas simplesmente acontecem”, disse o pastor, ressaltando que a falta de um espaço físico não impedirá a reunião dos membros.

“Eles sempre me perguntam ‘pastor, podemos nos reunir lá fora?’. Portanto, se o tempo permitir, teremos um culto aqui, do lado de fora. Haverá 125 pessoas esperando para ouvir a Palavra de Deus”, disse Ross, referindo-se aos membros.

A comunidade cristã, tanto os vizinhos da igreja quanto líderes de outras denominações evangélicas estão se mobilizando para ajudar a Batista Missionária, como explicou o diácono Tom Ellenburg. Segundo ele, igrejas situadas da região de de Cullman County já entraram em contato oferecendo seus templos.

“Uma igreja, na verdade, construiu recentemente um novo santuário. Seu antigo santuário não está mais sendo usado agora. É a Union Hill Methodist Church”, disse Ellenburg, citando uma alternativa para os membros da Missionária, que foi fundada em 1857 e já estava na quarta geração de templo construído no local.

Para os membros, o mais importante é compreender o que Deus fará a partir de então. Eles tentam enxergar com esperança o acontecimento, certos de que haverá providência. “Mesmo que não possamos ver, eu sei que Deus tem um plano e Ele vai cuidar de nós, independentemente de qualquer coisa”, disse  Katie Beam, uma das fiéis.