Cartas a Deus, novo filme dos produtores de Desafiando Gigantes e À Prova de Fogo, estreia no cinema

cartas de DeusEmbora pequeno em comparação com o filme mais assistido no fim de semana do lançamento, “Date Night”, que arrecadou cerca de US$ 27 milhões, a arrecadação de “Cartas a Deus” foi quase igual ao “Desafiando Gigantes” (2006). Considerado um dos pioneiros do cinema para filmes independentes cristãos, Desafiando Gigantes arrecadou em apenas um fim de semana 1,3 milhão de dólares e faturou mais de US$ 10 milhões com a produção de um orçamento de apenas US$ 100 mil. O orçamento da produção de “Cartas a Deus” ainda é pequeno para os padrões de Hollywood.

 O filme, produzido por um dos cineastas responsável por filmes cristãos de sucesso, como “Desafiando Gigantes” e “Prova de Fogo”, conta a história de um menino com câncer que se corresponde regularmente com Deus através de orações em forma de cartas.

Inicialmente sem saber o que fazer com as cartas, o carteiro encarregado de entregar as cartas do menino doente decide fazer uma série de escolhas que vão mudar sua vida e ajudar o garoto a mudar a vida daqueles ao seu redor.

“Inspirado em uma história verdadeira, ‘Cartas a Deus’ é uma íntima, tocante e muitas vezes engraçada história sobre o efeito da crença que uma criança pode ter em sua família, amigos e comunidade”, diz um dos promotores do filme.

Atualmente o filme tem mais de 60 mil adeptos no Facebook e parece repetir o sucesso dos outros filmes cristãos, desde o lançamento de “A Paixão de Cristo”.

O lançamento de “Cartas a Deus” demonstra que os cineastas cristãos estão animados em produzir para o cinema, incentivados pelo sucesso de “A Paixão de Cristo” e por filmes menores e independentes, como “Prova de Fogo”, produzido com um orçamento de US$ 500 mil e que obteve a arrecadação de US$ 33 milhões nos Estados Unidos.

Antes do lançamento de “A Paixão de Cristo”, em fevereiro de 2004, apenas dois filmes cristãos haviam arrecadado mais de US$ 10 milhões, segundo a empresa Box Office Mojo. Após o lançamento do filme de Mel Gibson, mais nove seguiram o mesmo caminho, como as duas primeiras adaptações cinematográficas do escritor cristão CS Lewis. Os filmes da série “As Crônicas de Nárnia” chegaram a atingir valores de nove dígitos, mas o valor não é surpreendente para os filmes produzidos em Hollywood.

A próxima edição da série de Nárnia, “A Viagem do Peregrino da Alvorada”, é esperada para chegar aos cinemas em dezembro deste ano. O próximo filme dos irmãos produtores de “Desafiando Gigantes” e “Prova de Fogo”, entretanto, está programado para chegar aos cinemas no ano que vem.

Fonte: Gospel+ do Christian Post