Cientista inglês é primeiro humano infectado por um vírus de computador

worst-computer-viruses-1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O cientista Mark Gasson tem um chip de computador implantado na mão que lhe permite o acesso a seus arquivos e pesquisas. O entanto, nem isso impediu que a segurança fosse violada e agora ele está infectado por um vírus de computador que está vivo em suas próprias mãos. As novas tecnologias servem para garantir a segurança pessoal, mas também devemos aprender a nos defender dos problemas. Mark Gasson é um especialista em cibernética da Universidade de Reading, Inglaterra, e foi o primeiro humano infectado por um vírus. O chip que Gasson tem implantado na mão está programado para abrir as portas de seu laboratório de segurança para que tenha a garantia de que ninguém ligue e utilize o seu telemóvel. O chip foi infectado por um vírus transmitido automaticamente pelo sistema de segurança do laboratório.

“Quando o sistema estiver infectado, quem tem acesso ao edifício com o seu cartão de identificação também pode ser infectado”, disse o cientista.

Gasson possivelmente é a primeira pessoa a ser infectada por um vírus de computador. Ele garante que outros avanços ou experimentos científicos também estão expostos à vulnerabilidade dos chips que rotineiramente são implantados nos pacientes.

Um exemplo seriam os marca-passos e os desfibriladores cardíacos, que contêm minicomputadores que controlam os batimentos cardíacos e podem se comunicar com os dispositivos médicos informatizado através de um leitor especial localizado sob a pele.

Portanto, se um vírus de computador for transmitido para o dispositivo, poderá causar avarias e as consequências para o paciente poderiam ser fatais.

“Os dispositivos deverão começar a usar encriptação de segurança e ter algum tipo de proteção por senha. Estas são precauções básicas de segurança. É surpreendente que estes dispositivos ainda não tenham”, ponderou Gasson.