Uma nova tradição familiar

Marisol tinha apenas 4 anos de idade quando seus pais se converteram a Jesus por meio de uma célula da Igreja Elim. Pouco tempo depois de sua conversão, eles decidiram hospedar uma célula em sua casa. Marisol começou a “respirar” o ambiente de célula, e este ministério tornou-se sua segunda natureza. Com o passar do tempo, Marisol foi discipulada por meio da célula e foi batizada. Ela começou a participar da vida da célula: primeiro através da oração, depois na adoração, e aos 16 anos ela começou a liderar uma célula de crianças. Ele tem hoje 27 anos e nunca parou de liderar células. Ela também se dedica ao ensino das crianças na célula e na celebração.

Ela já mentoreou diversas garotas. Uma delas tinha 12 anos quando começou a ser discipulada por Marisol. Hoje essa garota tem 17 anos e acabou de completar o curso para se tornar líder de célula. Há dois anos, quando a igreja celebrou seus 25 anos de ministério, os pais de Marisol receberam uma condecoração por terem sido líderes que ofereceram serviço fiel e ininterrupto. Pelo exemplo impressionante de seus pais, Marisol compreendeu a importância da hospitalidade e do cuidado das pessoas por meio do ministério de células. Ela não conhece outro ambiente – a célula é parte de sua tradição familiar.

Agora ela transmite essa tradição adiante, edificando outras garotas para o ministério por meio das células.

1º de Março de 2013
Por Pr. Mario Vega