Traga à memória de Deus a Sua Palavra

“Coloquei sentinelas em seus muros, ó Jerusalém; jamais descansarão, dia e noite. Vocês que clamam pelo Senhor, não se entreguem ao repouso” (Isaías 62.6)

O versículo de hoje nos instrui lembrarmos a Deus as promessas que Ele nos fez, e uma das melhores maneiras de fazer isso é orando a Sua Palavra para Ele.

A Palavra de Deus é extremamente valiosa para Ele e deveria ser também para nós. Afinal, Ele fala conosco claramente através da Sua Palavra e ela é uma maneira confiável de ouvirmos a Sua voz. Na verdade, o Salmo 138.2 diz: “Inclinar-me-ei para o teu santo templo, e louvarei o teu nome pela tua benignidade, e pela tua verdade e fidelidade; pois exaltasse acima de tudo o teu nome e a tua Palavra e engrandeceste a tua Palavra até mesmo acima do teu nome!” Este versículo indica que Deus engrandece a Sua Palavra até mesmo acima do Seu nome. Se Ela a honra a esse ponto, precisamos ter como prioridade conhecer a Sua Palavra, estudar a Palavra, amar a Palavra, ter a Palavra profundamente enraizada no nosso coração, estimar a Palavra mais do que qualquer outra coisa e incorporá-la nas nossas orações.

Quando honramos a Palavra e nos comprometemos com ela como acabei de descrever, estamos “permanecendo” nela (ver João 15.7). Permanecer na Palavra e permitir que ela permaneça em nós está diretamente relacionado com a confiança na oração e em termos as nossas orações respondidas. Quando oramos a Palavra de Deus, é menos provável que oremos por coisas que não são a vontade de Deus para nós.

Jesus Cristo é o Verbo vivo (ver João 1.1-4), e, à medida que permanecemos na Palavra, permanecemos nele – e isso traz um poder indizível às nossas orações.

A PALAVRA DE DEUS PARA VOCÊ HOJE: A Palavra de Deus está renovando a sua mente e ensinando-o a pensar como Deus pensa.