A UNÇÃO FAZ TODA DIFERENÇA – Segunda semana de agosto 2018

Palavra
OBJETIVO: Levar as pessoas a saberem que Deus tem uma unção muito maior, do que pensamos e podemos ter.
CONTEXTO: Saul sai atrás de algo que era muito precioso para ele, seu pai e sua família.

 

Os animais de carga (jumentas) se perderam.Saul e seu servo passaram por cinco cidades e não encontraram as jumentas.E quando Saul quis voltar para casa, porque o mantimento havia se acabado, e não haviam encontrado o que tinham ido procurar.Eles precisaram usar o sobrenatural eles foram atrás do problema.Deus já havia resolvido o problema de Saul (as jumentas), mas tinha algo muito maior para ele. (Vs. 16-17) – Deus queria ungi-lo rei de Israel.

 

CONCLUSÃO: Muitas vezes estamos correndo atrás de algo que pensamos ser muito importante, buscando, lutando, gastando dinheiro, energia, é coisa pequena diante de Deus.
Deus quer nos dar unção de Rei.Deus quer nos dar autoridade e governo.Deus quer nos dar domínio sobre todas as coisas.Deus quer nos dar domínio sobre o pecado, satanás, e todos os seus inimigos.

 

APLICAÇÃO: Unção é a capacitação sobrenatural que leva a pessoa à realizar coisas que por si mesma (meios naturais) ela não conseguiria.

 

Dica de quebra-gelo
Destinatários: Grupos de jovens ou de adultos. Pode-se trabalhar em equipes.
Material necessário: Oito cartões para cada equipe. Cada um deles contém uma palavra: amizade, liberdade, alegria, fé, verdade, transparência, misericórdia, compaixão, etc. Os cartões são colocados em um envelope.
Desenvolvimento: O facilitador organiza as equipes e entrega o material de trabalho. Explica a maneira de executar a dinâmica. As pessoas retiram um dos cartões (do envelope). Cada qual fala sobre o significado que atribui à palavra.
A seguir, a equipe escolhe uma das palavras e prepara uma frase alusiva. No plenário, começa-se pela apresentação de cada equipe, dizendo o nome dos integrantes e, em seguida, a frase alusiva à palavra escolhida.
Avaliação: Para que serviu o exercício? Como estamos nos sentindo?

Sobrevivente de aborto aos 7 meses, mulher conta testemunho emocionante de perdão

O aborto é uma das práticas mais discutidas em nossos dias, do ponto de vista judicial, moral e religioso, em praticamente todo o planeta. Pessoas que lutam em favor da vida estão travando uma verdadeira batalha contra a legalização desse tipo de assassinato, e uma delas é Gianna Jessen.

Jessen esteve em um culto da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, liderada pelo pastor Silas Malafaia. Durante a Escola Bíblica Dominical ela contou o seu testemunho, dizendo como atualmente lida com o trauma de ter sido vítima de uma tentativa de aborto:

“Eu nasci em uma clínica de aborto, salva pelo poder de Jesus Cristo”, disse ela, explicando que sua mãe, na época com 17 anos, tentou lhe abortar aplicando solução salina em seu útero. O procedimento faz com que o bebê seja queimado pelo ácido, por dentro e por fora.

Apesar da tentativa, Jessen conseguiu sobreviver. “Isso aí para mim foi a glória de Deus. Ele é tão bom e eu sou a garota Dele! Então eu devo dizer: ‘Não mexa comigo, porque o meu pai é o dono do mundo’. E também não é muito sábio causar problemas para um órfão”, disse ela.

Após nascer, ela ficou em uma encubadora por meses. Sua mãe havia lhe abandonado, então levaram ela para um programa de adoção. A primeira família que lhe recebeu, no entanto, também lhe abandonou em seguida: “Eu fui rejeitada desde o início por todos, menos por Deus. Ele me ama e luta por mim e por você também”, disse ela.

Jessen ficou com sequelas devido à tentativa de aborto, sendo diagnosticada com paralisia cerebral aos 17 meses de vida. Para ela, o argumento de que o aborto deve ser legalizado nos casos em que o bebê apresenta alguma deficiência física é inaceitável:

“Eu não teria paralisia cerebral se não tivesse passado pela tentativa de aborto. Vocês podem imaginar o quanto eu fico assustada quando ouço alguém dizer que o aborto deve ser permitido se o bebê nascer com um defeito físico”, destacou.

Apesar do trauma, Jessen compreende que mulheres que já abortaram ou pensam em abortar, devem ser perdoadas e não condenadas. “Em muitos lugares onde vou falar, há pessoas que fizeram aborto ou que conhecem pessoas que fizeram aborto”, disse ela.

“Eu quero te dizer que não estou aqui para te condenar, porque Jesus não está aqui para te condenar. Ele está aqui para te libertar, mas você precisa se arrepender, você tem que pedir perdão e tem que pedir para que Ele te liberte”, conclui.

Assista o vídeo com o testemunho de Gianna Jessen abaixo:

 

 

 

Homem de 41 casa com menina de 11, alegando que lei islâmica permite

O casamento de um homem de 41 anos e uma menina de 11, reacendeu a polêmica sobre a separação da lei civil e a sharia, lei religiosa islâmica. Celebrado no mês passado, o casamento pedófilo ocorreu na fronteira da Tailândia com Malásia, país onde a maioria da população é muçulmana.

Na Malásia, menores de 16 anos podem casar, caso tenham a permissão de um tribunal de sharia. Porém, o Ministério de Mulheres e Famílias do país garante que não é a legislação em vigor no país.

Genocídio já deixou mais de 6 mil cristãos nigerianos mortos, incluindo crianças

O que está ocorrendo na Nigéria este ano é “puro genocídio”, denuncia a Associação Cristã da Nigéria, (CAN na sigla original). Os pastores calculam que são mais de 6.000 mortos este ano – a maioria mulheres e crianças – assassinados por jihadistas da etnia fulani desde janeiro.

“O que está acontecendo na Nigéria, principalmente no estado de Plateau é puro genocídio e deve ser interrompido imediatamente”, disse a CAN em uma nota oficial.

Meu MAIOR Inimigo! Pr Gean Carlos

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

Download “Meu Maior Inimigo! - Pr Gean Carlos” Pr-Gean-Dom-24-06-18.mp3 – Baixado 7 vezes – 41 MB

Pecado ou Não? – Pra. Iria Souza

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

Download “Pra. Iria” Pra-Iria-Dom-01-07-18.mp3 – Baixado 39 vezes – 47 MB

Geração de Davi vs Geração de Mical – Pr Gean Carlos

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

Download “Geração de Davi vs Geração de Mical - Pr Gean Carlos” Pr-Gean-17-06-34.mp3 – Baixado 17 vezes – 42 MB

Gratidão – Pr Hugo Marques

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

Download “PR HUGO” Pr-Hugo-03-06-2018.mp3 – Baixado 9 vezes – 32 MB

Porque estamos aqui? – Pr Gean Carlos

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

Download “Porque estamos aqui? - Pr Gean Carlos” Pr-Gean-Dom-10-06-18.mp3 – Baixado 21 vezes – 47 MB

A Negligência de um Pai – Pr Gean Carlos

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

Download “A negligencia de um Pai - Pr Gean Carlos” Pr-Gean-Dom-06-05-18.mp3 – Baixado 15 vezes – 33 MB

Essa é a mesa que o Senhor preparou – Pr Paulo JR Borges

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

Pastor é linchado a mando de extremistas hindus, mas ressuscita e volta a anunciar o Evangelho

O extremismo religioso na Índia é um dos mais violentos do planeta, mas recebe pouca atenção da mídia ocidental. Como o país é dividido entre hindus e muçulmanos, os cristãos são vítimas de perseguição por ambos os lados. Nesse contexto, o linchamento de um pastor terminou com uma reviravolta sobrenatural.

O pastor, identificado com o pseudônimo Tilak, estava incomodando os nacionalistas hindus, que se opõem a qualquer influência estrangeira, com seu trabalho evangelístico. Assim, para “resolver” o problema, os extremistas religiosos contrataram um grupo comunista chamado naxalitas conhecido por seu radicalismo.

De acordo com informações da Missão Portas Abertas, os naxalitas sequestraram o pastor e tentaram fazê-lo apostatar da fé em Jesus Cristo, negando o Filho de Deus. Mas, Tilak se manteve firme e os radicais o espancaram.

Com mãos e pernas amarradas, o pastor era surrado com uma espessa vara enquanto era forçado a se arrastar montanha acima. Em certo ponto do linchamento, o pastor perdeu as forças e caiu, e os naxalitas comemoraram quando não encontraram seus sinais vitais.

O ministério de Tilak vinha crescendo com seu trabalho, e pouco antes de ser sequestrado e linchado, 40 famílias haviam entregado suas vidas a Jesus.

Quando os extremistas hindus receberam a confirmação de sua morte por um médico contratado pelo grupo, jogaram seu corpo numa vala e foram à comunidade dos cristãos para debochar e ameaçar: “Assim como o seu Jesus foi espancado e morto, matamos o pastor de vocês. O corpo está em uma vala na floresta. Encontrem e enterrem”, disseram.

As famílias integrantes da igreja que o pastor vinha formando se juntaram e foram procurar seu corpo, que foi levado de volta para a comunidade. Durante o velório, Tilak abriu os olhos e se mexeu.

O alvoroço pela ressuscitação do pastor despertou a curiosidade dos extremistas hindus e dos naxalitas, que correram para ver se Tilak estava realmente vivo. Ao chegarem, ficaram em choque.

Essa situação encorajou o pastor, que passou a agir de forma mais ousada na divulgação do Evangelho, incomodando novamente os hindus. No entanto, os naxalitas agora não queriam mais espancar o pastor, por medo, e assim, o levaram para a floresta novamente, em segredo, e o disseram para fugir em troca da vida de sua família.

“Saí da aldeia com a minha família de uma vez, pois eu sofri uma tortura extrema há um ano. Eu não queria o mesmo para minha família”, relatou Tilak a missionário da Portas Abertas.

Em fuga, o pastor chegou a outra aldeia seis horas depois, e lá recebeu a ajuda de um homem que vivia numa cabana. “Ele tinha me visto quando eu ministrava nas redondezas da minha aldeia. Ele ouviu minha pregação e desenvolveu a fé em seu coração. Ele trabalhava como pedreiro. Ele era um homem muito pobre, mas com um grande coração”, contou Tilak.

Hoje, mais de um ano após o episódio, o pastor e sua família moram na mesma cabana e dividem espaço com a família do pedreiro. Apesar de seu testemunho, o próprio Tilak tem tido dificuldade para retomar sua ação evangelística, mas tem recebido encorajamento de missionários.

“Sempre que passamos por sofrimento e dor, é para a glória do Senhor. Quando deixarmos o mundo e formos para o céu, não haverá mais dor e tristeza. É por isso que precisamos nos concentrar no Senhor agora”, disse o pastor, resumindo sua situação.

Ore pela Igreja Perseguida ao redor do mundo. Cristãos de diferentes tribos e nações enfrentam angústias e adversidades intensas por causa de sua fé em Jesus, diariamente, e sofrem na pele por isso.

 

Escolhi esperar: Yudi Tamashiro conta que decidiu se abster de sexo após conversão

Apresentador e dançarino, Yudi Tamashiro se converteu ao Evangelho há menos de um ano e a mudança de conceitos tem influenciado diretamente em sua vida cotidiana, incluindo a abstinência do sexo, o que o levou a reavaliar seu relacionamento com Wanessa Bicalho, sua namorada.

Yudi concedeu uma entrevista ao comediante e apresentador Rafael Cortez no canal Love Treta, do YouTube, e falou sobre sua escolha de esperar pelo casamento para voltar a praticar sexo.

“Me converti, não só eu como minha namorada também, a família dela já era evangélica. E eu já comecei o meu relacionamento transando com ela. Só que chegou um momento que ela falou que queria fazer como está na bíblia, que não queria transar”, resumiu Yudi.

A mudança, no entanto, não foi simples e teve momentos de recaída: “Eu fiquei acho que uns três, quatro meses sem transar. Aí, sem querer, ela dormindo na minha casa, acabei transando novamente com ela. Bateu um arrependimento muito grande, é como se você tivesse três meses fazendo certo e um dia você ‘caga’ e volta tudo”, admitiu.

No vídeo, repleto de perguntas capciosas, Rafael Cortez não debochou da escolha de Yudi, mas também não se privou de assuntos que fazem parte do passado de Yudi, como por exemplo uma pergunta sobre masturbação. Segundo o jovem dançarino e ex-apresentador do Bom Dia & Cia, do SBT, sua luta diária tem sido para evitar a prática: “Não pode [a masturbação]. Fornicação tá ali, aí já vai outra coisa, vai aparecendo, aparecendo… É difícil, ainda mais eu que tinha vida muito ativa, ainda eu que tinha todo dia uma mina aqui, outra ali”, explicou.

 

Cristãos são torturados e multados por terem bíblias e livros cristãos, no Uzbequistão

A perseguição religiosa aos cristãos no Uzbequistão assume contornos de intolerância governamental. Ex-integrante da extinta União Soviética, onde o regime comunista perseguiu e assassinou milhares de pessoas discordantes da ideologia política, apesar do país ser o único da Ásia Central que possui uma Sociedade Bíblia oficialmente aberta, o controle exercido pelo Estado faz com que essa entidade exista apenas no papel e a liberdade de culto seja incerta.

Diversos casos que vieram à tona nos últimos dias comprovam essa realidade, onde denúncias de cristãos sendo perseguidos, multados e até torturados, simplesmente por carregarem suas bíblias e outros materiais cristãos, explicam o motivo do Uzbequistão ocupar a 16ª da lista de perseguição religiosa mundial, publicada anualmente pela organização Portas Abertas.

O pastor Ahmadjon Nazarov é uma das testemunhas da intolerância religiosa contra os cristãos no país. Ele chegou a ser preso no ano passado, após ter o culto invadido por policiais. Além das agressões, os equipamentos eletrônicos utilizados pela igreja foram quebrados.

Nazarov também contou que mulheres estão sendo intimidadas pelos policiais, como Shakhzoda Rajabova, uma cristã que teve vários pertences tomados em dezembro passado e recebido uma multa, apenas por ter livros cristãos. Ela está sendo processada pelo fato e apesar de recorrer, teve sua apelação negada sem maiores justificativas.

Outra testemunha é Sharofat Allamova, que já em abril desse ano (2018) também recebeu uma multa por ter livros cristãos em casa. Até o seu aparelho celular foi confiscado pelas autoridades, segundo uma publicação do Fórum 18.

A Portas Abertas perde aos irmãos em todo mundo que orem para que a Sociedade Bíblia possa atuar de forma livre e que as igrejas fiquem unidas, pois o governo utiliza a divisão para enfraquecer o cristianismo no país, e para que o Espírito Santo quebrante os corações dos que vão ouvir o evangelho.

 

“Onde abundou o pecado, transbordou a graça”: filme ‘Paulo, apóstolo de Cristo’ estreia no Brasil

Paulo, Apóstolo de Cristo estreia nos cinemas brasileiros nesta quinta-feira, 03 de maio, com a promessa de contar a história do apóstolo dos gentios em uma abordagem que ressalta o amor, a misericórdia e a graça.

A distribuidora do filme, Sony Pictures, adotou o subtítulo “Onde abundou o pecado, transbordou a graça”, uma referência ao capítulo 5 da carta do apóstolo aos Romanos. O longa-metragem narra o testemunho de vida do homem que foi transformado de perseguidor a propagador do Evangelho.

Segundo informações da assessoria de imprensa, o estúdio responsável pela produção do longa, Affirm Films, é especializado em filmes baseados na fé, e o elenco é recheado de atores que já provaram seu talento em Hollywood.

O diretor e roteirista do filme, Andrew Hyatt, ressaltou seu compromisso com a fidelidade do que é retratado na Bíblia: “Sempre começamos com as Escrituras em primeiro lugar pois tudo precisa ter a Palavra como referência. Essa é a prioridade”, comentou o cineasta.

“Espero que a Igreja vá assistir ao filme, mas eu adoraria que ele atraísse aos que estão em dúvida da sua fé ou sentem que não podem ser perdoados por Deus e que Sua graça não seria grande suficiente. Esse filme mostra que é”, ressaltou.

Ao longo de 1h48, o filme apresenta uma mensagem tocante, segundo o pastor Bruno Gonçalves, da Igreja Bola de Neve na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Ele foi um dos 7 mil convidados para a pré-estreia do filme em sessões realizadas em todo o Brasil.

“O longa mostra bem a realidade e contexto histórico que Paulo vivia na época. Mas, o que mais me chamou atenção é ver os versículos que tanto lemos na bíblia nos diálogos entre os personagens. Além, é claro, de perceber nas telonas o desejo e paixão de Paulo pela obra de Deus. Isso nos ensina muito. Edificante”, resumiu Gonçalves.

 

Jurgen Klopp, treinador do Liverpool: “Não há deuses no futebol, mas há um Deus que nos ama”

Jurgen Klopp é um técnico de futebol em ascensão e acaba de classificar seu time, o Liverpool da Inglaterra para a final da Champions League, o maior torneio de clubes do mundo. Com todos os holofotes do esporte sobre si, a mídia se debruçou sobre a história do treinador, e descobriu sua fé em Deus como um dos pontos que ele mais valoriza.

Os torcedores do Liverpool são conhecidos como alguns dos mais fanáticos da Inglaterra. O time, que tem como lema “You Never Walk Alone” (“você nunca caminhará sozinho”, em tradução livre) viu surgir nas arquibancadas faixas com manifestações intensas dos torcedores em relação ao técnico alemão: “In Klopp we trust” (“nós confiamos em Klopp”).

Conhecido por sua franqueza, mas também pela discrição em relação à vida pessoal, o técnico falou sobre sua fé em algumas oportunidades, como no início de sua carreira como treinador, quando comandava o pequeno Mainz, na Alemanha.

Segundo informações do Premier Christianity, após uma derrota um repórter perguntou se os “deuses do futebol” estavam contra ele. “Não há deuses do futebol, mas existe um Deus que nos ama assim como somos, com todas as nossas peculiaridades. Mas somos nós que devemos marcar nossos próprios gols”, afirmou, à época. No mesmo contexto, acrescentou dizendo que seu “relacionamento com Deus mudou sua perspectiva de vida”.

Antes de ser treinador, Klopp foi jogador e, como todo menino aficcionado por futebol, a dedicação ao esporte o privava de outras atividades: “Com cerca de 13, 14 anos, surgiu a questão: posso jogar no domingo de manhã, embora saiba que deveria ir à igreja? Logo percebi que havia muito tempo no resto da semana para a fé”, relatou.

Assim, construiu sua carreira sem abandonar a fé, tornou-se treinador e logo estava à frente de um dos maiores clubes da Alemanha, o Borússia Dortmund, onde conquistou diversos títulos. Em 2015, após assumir o Liverpool, a questão de sua fé veio à tona mais uma vez, e um artigo escrito por Klopp, então, se tornou sua afirmação mais incisiva sobre o assunto.

“Sou um crente, mas não falo muito sobre isso! Se alguém perguntar sobre minha fé, eu explico. Não tenho a pretensão de ser algum tipo de missionário, mas quando olho para mim e para a minha vida sinto-me guiado pelas mãos divinas. Acho uma pena que outras pessoas não tenham essa sensação de segurança”, disse.

Agora, aos 50 anos, diante da chance de conquistar o maior torneio de futebol do mundo contra o Real Madrid, o treinador sabe que os torcedores do Liverpool confiam nele, mas sabem que ele não deposita sua fé em si mesmo, mas em Deus.

 

Possível libertação de cristãos presos na Coreia do Norte é anunciada por Trump

Kim Dong-chul, Kim Sang-duk e Kim Hak-song, três cristãos note-americanos presos na Coreia do Norte pelo regime comunista, já foram transferidos do campo de concentração onde trabalhavam como prisioneiros, para um hotel nos arredores da capital Pyongyang, segundo informações divulgadas pela emissora CBN News.

Ao que parece, o Departamento de Defesa Americano está colhendo informações com informantes locais, os quais já disseram que os três cristãos receberam cuidados médicos e agora estão aguardando a possível libertação.

O Presidente Donald Trump se manifestou no último dia 2 em tom irônico, ao citar a tentativa anterior do governo Obama de libertar os prisioneiros do regime comunista coreano, mas sem sucesso:

“Como todos estão cientes, o governo passado [Obama] tem pedido por três reféns para serem libertados de um campo trabalhista norte-coreano, mas sem sucesso. Fique ligado!”, disse ele no Twitter, sugerindo implicitamente que a libertação poderá ocorrer em breve como fruto das suas negociações com o ditador Kim Jong Un.

A notícia da possível libertação dos três cristãos norte-americanos veio logo depois das duas Coreias (Norte e Sul) anunciarem um acordo de paz, declarando o fim de uma guerra que perdurou por mais de meio século.

Apesar do acordo ainda ser considerado precoce para o total abandono do clima bélico entre os dois países, especialistas consideram que os desdobramentos do acordo influenciaram a decisão de soltura dos prisioneiros, como um “gesto de boa vontade”:

“Ouvimos isso através de nossas fontes na Coréia do Norte no final do mês passado. Acreditamos que Trump possa levá-los de volta no dia do encontro entre EUA e Coréia do Norte ou enviar alguém para trazê-los de volta para os EUA antes da cúpula”, disse Choi Sung-ryong, um ativista humanitário que acompanha o caso.

Donald Trump, por sua vez, confirmou sua participação nas negociações para a libertação dos prisioneiros, reforçando o seu papel como mediador do impasse:

“Estamos também lutando muito diligentemente para recuperar os três cidadãos americanos. Eu acho que há uma boa chance de fazer isso. Estamos tendo um diálogo muito bom”, disse ele durante uma entrevista coletiva em abril, segundo informações da CBN News.

O Sacrifício Sou Eu! Pr Gean Carlos

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

Download “O Sacrifício Sou EU.” Pr-Gean-22-04-2018.mp3 – Baixado 17 vezes – 44 MB

Páscoa do Senhor – Pr Hugo Marques

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

Jesus voltará – Pr Leandro Dias

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!