Cristãos se mobilizam para ajudar vítimas de ataque na Síria: “Como se fossem nossos próprios filhos”

O terrível ataque ocorrido da Síria no último sábado, vitimando cerca de 40 pessoas e deixando várias gravemente debilitadas, está colocando o mundo sob a tensão de uma possível guerra entre duas das maiores potências militares do planeta, Estados Unidos e Rússia. Apesar dos argumentos geopolíticos envolvidos divergirem e a iminência de um conflito armado se intensificar no local, um grupo de cristãos se mobilizou para ajudar os sírios e está fazendo a diferença na região.

“Temos uma clínica médica móvel que fica a menos de um quilômetro de onde este recente ataque químico ocorreu e eles estão tratando os sírios enquanto falamos. E estamos fornecendo alimentos e remédios e água limpa e roupas e higiene e fórmula infantil. O que quer que possamos colocar em suas mãos para ajudá-los a sobreviver”, disse Vernon Brewer, fundador da Ajuda Mundial, segundo informações da CBN News.

“Estamos tentando ser as mãos e os pés de Jesus”

Algo bem maior do que a “simples” ajuda humanitária move o grupo de cristãos. Eles entendem que isso tem a ver com o amor de Deus. A capacidade de se colocar no lugar do outro e assumir para si, também, parte do seu sofrimento:

“Estamos intervindo e nos mobilizando a oração. Estamos orando por esses refugiados como se fossem nossos próprios filhos e nossos próprios netos. Estamos tentando ser as mãos e os pés de Jesus. Não apenas salvar vidas, mas mostrar-lhes o amor de Jesus Cristo, sendo as mãos e os pés de Jesus na terra”, disse Brewer.

Devido ao grande número de intervenções de outros países, como os Estados Unidos e a Rússia, além das ações do governo sírio e dos paramilitares rebeldes que lutam para derrubar o regime, os cidadãos sírios, maiores vítimas do conflito, estão inseguros quanto à confiança. Eles não sabem como reagir diante de tantas incertezas.

“Eles não sabem mais em quem confiar. Existe uma atmosfera de desconfiança e, certamente, uma atmosfera que o governo deles não apenas falhou, mas que o governo deles está por trás de todos esses ataques brutais”, explica Brewer.

Dessa forma, o auxílio dos cristãos pode ser uma zona de conforto não apenas físico, mas também espiritual e consequentemente emocional para os cidadãos sírios. O grupo pede orações aos irmãos de várias partes do mundo.

 

Sociedade Bíblica realiza viagem com o “Barco da Bíblia” para alcançar 3 mil pessoas na Amazônia

Um a das iniciativas mais significativas da Sociedade Bíblia do Brasil pretende alcançar cerca de 3 mil pessoas que vivem na região da Amazônia, através da Palavra de Deus. Para isso, a entidade colocou em prática o projeto  “Luz na Amazônia II”, onde é utilizado um barco que vai navegar por nove municípios dos estados do Pará e Amapá.

No “Barco da Bíblia”, como também é chamado o projeto, há apresentações culturais, como o “Museu da Bíblia”, onde os ribeirinhos e moradoras das regiões próximas de onde o barco fica ancorado, podem conhecer maiores detalhes sobre o livro que é considerado um best-seller por excelência no mundo inteiro.

A viagem começou no dia 02 de abril e vai até 03 de junto. No barco, além da Bíblia, são ofertadas outras literaturas que envolvem o tema bíblico. A intenção é disponibilizar ao público uma compreensão maior sobre o surgimento da fé cristã. O horário de abertura do “Barco da Bíblia” é de 08 às 20h.

A oportunidade dos moradores entrarem em contato com o “Barco da Bíblia” também possibilita a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) conhecer melhor o perfil do público nessas regiões, suas dúvidas e necessidades, permitindo a entidade traçar novas estratégias para atingir um público ainda maior, bem como adequar o tipo de material que poderá ser mais adequado às necessidades da população.

Além de distribuir exemplares da Bíblia, o projeto “Luz na Amazônia II” também realiza ações sociais, como a oferta de consultas na área de saúde e outras orientações ao público. Em 2014 o projeto visitou oito cidades e distribuiu 15 mil obras da Palavra de Deus.

Convertido, ex-muçulmano funda a primeira igreja em seu país após 700 anos de hegemonia islâmica

Kosovo é um país de predominância islâmica, com ampla influência do antigo Império Otomano e que, mais recentemente, conquistou a independência da Sérvia. Essa nação não via surgir uma igreja cristã há pelo menos 700 anos, mas agora a comunidade de seguidores de Jesus Cristo tem um templo para se reunir em culto a Deus.

Localizado no sudeste da Europa, Kosovo está vivendo um tempo histórico: um ex-muçulmano que se converteu ao Evangelho passou a compartilhar a mensagem de Jesus junto às pessoas mais próximas e estruturou uma igreja na cidade de Malisevo, um município do distrito de Prizren.

De acordo com informações da emissora Christian Broadcasting Network (CBN), a implantação da igreja interrompe sete séculos de ausência completa do cristianismo no país. O homem usado por Deus para mudar essa escrita é Urim Bogaj, que cresceu em uma família muçulmana e odiava os cristãos.

Seu testemunho de entrega de vida a Jesus remete a 1999, quando o território do Kosovo ainda pertencia à Sérvia, e ele ouviu o Evangelho de sua tia, que estava refugiada na Albânia em fuga da guerra em sua terra natal e terminou conhecendo as mensagens de Jesus.

Convertida, ela compartilhou sua transformação com Urim, que na época tinha apenas 15 anos e estudava no Ensino Médio em Pristina, capital do Kosovo. “Era difícil ouvir e receber o que ela tinha a dizer. Sempre soubemos que os cristãos eram serpentes. As serpentes eram más. Não queria ser cristão”, relatou ele à Global News Alliance.

 

Fé, Esperança e Amor – Pr Paulo JR. Borges

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

Alheio à hostilidade por se converter, Yudi diz que “andar com Jesus” surpreendeu sua família

Yudi Tamashiro está experimentando a hostilidade direcionada a quem entrega a vida a Jesus e muda seu comportamento, alinhando sua conduta aos princípios que a fé cristã prega. O apresentador, no entanto, contou que não se sente intimidado e reitera que sua escolha tem mudado sua vida.

“Recebi milhões de mensagens falando: “‘Você está indo pela moda’. Se for moda, eu quero que essa moda se espalhe, porque é uma moda que está fazendo muito bem para o meu coração”, disse ele em entrevista ao programa TV Fama, da RedeTV!, na última terça-feira, 10 de abril.

A mudança de vida, as novas prioridades e a postura resultante dessa nova fase têm sido elogiadas pela família do apresentador. “É algo que me completa. Não só está me completando, como minha família também. Eles sentem a diferença do Yudi andando com Jesus”, acrescentou Yudi.

“Eu sei o que passa dentro de mim, Ele sabe o que passa também. Ele está cuidando de mim direitinho, então não posso abandoná-Lo e jamais negar que realmente sou evangélico, sou crente”, enfatizou, minimizando a importância das críticas e opiniões de pessoas que não fazem parte de sua intimidade.

Durante a entrevista, Yudi Tamashiro foi questionado se apagaria suas tatuagens por causa da conversão, mas o apresentador demonstrou maturidade ao responder: “Eu tenho uma gueixa morta aqui no meu braço e não vou apagar, porque é só uma tatuagem. O que ficou para trás, ficou para trás. Hoje eu vivo algo novo na minha vida e acho que não tem o porquê estar nesse pensamento”, concluiu.

Conhecido por sua parceria com Priscila Alcantara à frente do programa infantil Bom Dia & Cia, do SBT, Yudi Tamashiro se converteu ao Evangelho em 2017, e foi batizado nas águas em novembro último, compartilhando o momento com seus seguidores nas redes sociais.

Pastor que construiu 16 escolas na China é condenado a prisão em mais um caso de perseguição religiosa

O governo chinês está preocupado com o rápido crescimento do cristianismo no país. Segundo informações da ChinaAid, organização que monitora o nível de perseguição religiosa na região, o número de cristãos já é considerado maior do que os integrantes do Partido Comunista, responsável por controlar o país com punhos de ferro.

“A liderança está cada vez mais preocupada com o rápido crescimento da fé cristã e sua presença pública, além de sua influência social”, disse Bob Fue, Presidente da instituição, ressaltando que o impacto do cristianismo na cultura chinesa está servindo para influenciar os cidadãos quanto às diferenças entre ideologia política e fé, algo que, na prática, pode abalar a estrutura do governo, uma vez que parte do seu domínio se deve à monopolização ideológica.

Como tentativa de barrar o avanço do evangelho, o Partido Comunista chinês, sob o comando do Presidente Xi-Jinping, procura todos os meios possíveis de impedir que cristãos atuem livremente no país, especialmente líderes, como os missionários. Esse é o caso de um pastor da Carolina do Norte, naturalizado americano, John Cao.

Cao foi acusado por um tribunal do sul da China de fazer “travessias ilegais” de pessoas para o país, sendo condenado a sete anos de prisão. Na ocasião ele estava com seu colaborador, Ruxia Jing, que pegou apenas um ano de prisão por já ter cumprido pena no país em outra ocasião.

Cao construiu 16 escolas no estado de Wa, em Mianmar, uma região que concentra pessoas de baixa renda no país. Através desse trabalho, cerca de 2 mil crianças foram acolhidas nas escolas, tendo acesso à educação. Acredita-se que essa iniciativa pode ter chamado atenção das autoridades chinesas, que utilizaram a acusação de travessia ilegal como forma de impedir a influência do pastor na região.

Casado com uma americana e pai de dois filhos, John Cao ainda não sabe se poderá recorrer da decisão. Líderes cristãos que atuam nas igrejas clandestinas do país pedem orações pela vida do pastor e outros missionários que sofrem perseguição religiosa na China.

Com informações da Gaceta Cristiana.

‘Empoderamento feminino’ traz riscos de equívocos e solidão à mulher, alerta psicóloga cristã

O empoderamento feminino é um dos temas mais comuns da contemporâneidade e, segundo a psicóloga Ana Flávia Galante, uma visão mais agressiva do assunto, imposta pelo feminismo, representa um grande risco ao equilíbrio das relações, seja no âmbito do casamento, seja num contexto mais amplo da sociedade.

Durante entrevista concedida ao programa Mente Aberta, da Rede Super de Televisão, Ana Flávia destacou que há duas formas de entender o conceito de empoderamento feminino, sendo que uma delas abre possibilidades, e outra, cria disputa de forças.

“Nós estamos vivendo um tempo onde precisamos entender o poder e empoderamento vem de poder. E que poder é esse? É o poder de disputa de força ou é da possibilidade? Se a gente estiver falando de empoderamento feminino, sobre as possibilidades da mulher, ótimo. Excelente”, introduziu. Mas, quando a gente entra no campo do poder de força, nós estamos falando de disputa, de uma competição onde um ganha e o outro perde. Então entendo que esse patrulhamento [ideológico] tem a ver com o clima de disputa. Se um lado começa a ganhar mais força, o outro corre riscos”, colocou.

Descrevendo o histórico de uma sociedade que desvalorizava a mulher, a psicóloga afirmou que o movimento feminista surgiu da necessidade de trazer equilíbrio às relações, mas que hoje existe um excesso cometido por parte da militância, e que isso é negativo.

“O eixo é o mesmo, só inverteu. Agora quais são os riscos? Onde está o homem? Onde o homem está sendo colocado quando é trazido o empoderamento da mulher? Então, dessa maneira eu não vejo uma parceria. É uma luta onde a mulher não precisa lutar”, opinou.

“É importante a gente fazer uma diferença aqui dos direitos iguais entre o homem e a mulher. Eu vejo como equidade da justiça. Existem situações que são injustas para mulher, por exemplo, o homem que trabalha em determinada função na empresa e uma mulher que nessa mesma empresa e função recebe menos”, ilustrou.

“Mas, isso não quer dizer que seja por meio do empoderamento da mulher, dando poder a ela e diminuindo o poder do homem, que a gente vai resolver essa história. Precisamos buscar o eixo, que é fundamental. Se você percebe que você está em um eixo de competição, pode ter certeza que nesse relacionamento você vai ser responsável pela derrota do outro. É assim que a parceria funciona, se um está em um momento mais difícil, o outro vai sustentar. Isso é parceria, é dar o braço a caminhar junto”, aconselhou Ana Flávia.

Ao final de seu raciocínio sobre o assunto, a psicóloga ponderou que um mergulho no extremismo ideológico pode resultar numa situação de desfecho desfavorável para as mulheres: “Tem várias pessoas estudando sobre isso e buscando entender que nós estamos construindo a solidão das mulheres perante todo esse sentimento que é gerado”, pontuou. “Porque como eu estou podendo tanto eu posso praticamente tudo. Então posso trabalhar, cuidar da minha casa, cuidar do meu filho. Eu posso até mesmo satisfazer as minhas carências e não preciso do homem”, disse, abordando a posssibilidade do surgimento de um sentimento equivocado.

Assista à entrevista:

 

Soldados fazem cruz humana durante culto do exército após conversão de 225 militares

Um dos elementos marcantes do exército norte-americano é a sua valorização das tropas, a união e o sentimento de patriotismo entre os militares. De maioria cristã, o exército costuma realizar cultos cristãos regularmente, onde muitos soldados encontram a oportunidade de entrar suas vidas a Deus, voluntariamente.

Uma imagem registradas em uma dessas cerimônias chamou atenção da mídia esta semana. Se trada de uma “cruz humana”, onde centenas de militares se organizaram para formar o desenho da cruz, sinalizando que o exército americano em sua maioria testemunha a fé em Jesus Cristo.

O sinal da cruz foi realizado durante um culto no último domingo (1) no Estádio Doughboy, em Fort Benning, no estado da Geórgia. Segundo informações do Independent Journal Review, o momento de maior emoção ocorreu durante a execução da música ‘Reckless Love’, conhecida no Brasil como ‘Ousado Amor’.

“Enquanto as palavras da música eram cantadas, o Espírito Santo se movia entre a multidão não apenas encorajando homens e mulheres, mas fazendo com que alguns entregassem seus corações a Jesus pela primeira vez. Não há nada como o ‘impressionante, infinito e ousado amor de Deus’”, disse Jenny Reese Clark, esposa do capelão do Exército.

A iniciativa pode ser um reflexo da “onda conservadora” que ganhou força nos Estados Unidos contra o excesso de liberalismo moral provocado pelos partidos e movimentos identificados de esquerda no país. A eleição do Presidente Donald Trump, que defende claramente uma postura mais nacionalista segundo avalistas políticos, está reformando essa tendência, além do quatro econômico depressivo que se abateu no país durante os últimos anos do governo Barack Obama.

“Acho que a América está abatida pelas notícias negativas. As pessoas precisam ver que há coisas boas acontecendo nos bastidores”, disse Clark à IJR na época, sugerindo que a iniciativa de reforçar a fé cristã como identidade da nação americana é um bom sinal diante da crise econômica e moral que se abateu no país.

 

Jesus te Pergunta hoje, O que queres que eu te faça? Terceira semana de abril 2018

Dica de quebra-gelo

Escreva as frases abaixo em tiras de papel. Peça a alguns participantes que escolham uma tira e, por meio de gestos, “digam” o que está escrito no papel. Após cada apresentação, as pessoas  tentam adivinhar o que foi “dito”. :

-Cai fora! Eu te amo.

-Você poderia me ajudar, por favor?

-Eu não estou entendendo. Por que você fez isto?

Eu não acredito. Não foi culpa minha.

Estou com medo.  Vai me deixar só? Chame a polícia. Incremente o exercício fazendo com que os participantes dialoguem por meio de gestos. Podem usar estas frases ou criarem outras.

 

Palavra
“Que queres que Eu te faça?” Ao que lhe respondeu o homem: “Senhor, eu quero voltar a enxergar!” 

​Lc 18, 41-42

Neste dia de hoje; e não importa o dia que você estará lendo este artigo – pois somente e sempre teremos o dia de hoje – Jesus quer fazer com que você viva a atualização da Sua Palavra. Fazendo com que você possa experimentar aquilo que muitos experimentaram em suas vidas quando se encontraram com Ele.

O Encontro com Jesus é sempre um encontro libertador! É sempre um encontro que cura as nossas feridas e nos preenche de amor!

Hoje Jesus lhe faz uma pergunta; a mesma pergunta que por algumas vezes Ele fez, há mais de dois mil anos atrás para diversas pessoas na qual Ele se encontrou. Pessoas, sempre estas, necessitadas de uma intervenção de Jesus.

Hoje Jesus faz esta pergunta à você: “Que queres que Eu te faça?“

Mas preste muita atenção, porque na sua resposta pode estar todo o novo rumo da sua vida. As pessoas que responderam esta pergunta de Jesus há mais de dois mil anos atrás, com certeza não foram as mesmas, mas tudo dependeu das respostas que deram. Portanto, não tenha pressa em responder esta pergunta que hoje Jesus lhe faz: “Que queres que Eu te faça?“

Que pela força do Espírito Santo esta Palavra possa ser atualizada hoje na sua vida. Jesus é o mesmo de ontem, de hoje e de sempre, e por isso Ele poder realizar tudo aquilo que há mais de dois mil anos Ele já fez por aqueles que também souberam dar a resposta certa à esta pergunta.

“Tudo é possível àquele que crê“, por isso responda esta pergunta que Jesus está te fazendo no dia de hoje, e depois partilhe comigo os seus frutos!

“Que queres que Eu te faça?“

Coragem…

 

Frase para o líder
O potencial do líder é determinado pelas pessoas mais próximas dele.

John Maxwell

CLICK AQUI PARA BAIXAR: Dica de quebra

Que Presente você daria ao Senhor? Segunda semana de abril 2018

Dica de quebra-gelo

Tempo: depende da quantidade de pessoas.

Material: 1 caixa grande com um embrulho bem bonito e 1 caixa pequena e feia (pode ser embrulho de jornal).

Desenvolvimento: O líder tem que pedir para os participantes escolher uma dessas caixas como presente e dentro da caixa pequena escreva sabedoria  e encha ela de balas e na caixa grande escreva perdição.

Moral: As coisa bonitas nem sempre é  de DEUS, pode ter certeza que nunca o inimigo colocara coisa boas nas nossas vida.

 

Palavra
Alvo: Que darei ao SENHOR por todos os seus benefícios para comigo? Salmo 116.12

 

O Alabastro era um pote feito de uma pedra somente encontrada nas imediações de uma cidade Egípcia chamada Alabastron. Era semelhante ao mármore, mas era mais maleável e facilmente se modelava os potes de perfumes.

O nardo era um bálsamo feito da raiz de uma planta da Índia que crescia nas montanhas do Himalaia. Os árabes a chamavam de “cravo indiano”. Não era apenas a distância, mas a raridade da planta que tornava o nardo caríssimo e tão procurado.

O alabastro e o nardo oferecido por Maria a Jesus talvez tenha sido o presente mais caro que Jesus recebeu em todo o seu ministério. Alguns eruditos, com base no cálculo de Judas, que avaliou o presente em 300 denários, chegam a calcular, a preço de hoje, entre 15 e 20 mil dólares, cerca de 60 mil reais.

Maria quebrou o gargalo do vaso e derramou completamente o balsamo sobre a cabeça de Jesus. Por isso disseram:

Que desperdício! Veja, não apenas o presente foi caro, mas foi dado sem retorno. Jamais seria reutilizado o vaso de alabastro e nem o seu perfume. Quero chamar sua atenção para essa figura do Alabastro sendo quebrado para despejar o perfume. Existem dois tipos de pessoas: A inquebrável e as quebrantável.

Pessoa inquebrável: Jamais poderão ser utilizados para alegrar a Deus, nunca desperdiçam suas emoções com nada. Nunca choram, nunca se alegram, nunca vibram. São vasos de alabastros que nunca foram quebrantados, logo nunca ofereceram nada a ninguém. Qual foi a ultima vez que você foi quebrantado pela Palavra de Deus? Qual foi a ultima vez que você realmente se importou com o que o Senhor Jesus sente, e não com o que você precisa?

Pessoa quebrantável: Maria apresentou-se para alegrar o coração de Jesus, não para arrancar algum benefício para sua própria vida. Só que antes de quebrar o vaso de alabastro, ela precisou quebrar a si mesma, oferecer a si mesma. Maria deu tudo o que tinha. Mas teria a sua recompensa. Daquele dia em diante, por todo mundo ficaria registrado o seu presente, o dia em que Jesus foi abençoado por uma simples mulher apaixonada. Você ofereceria a Deus, um presente desses? Isso é amor.

 

Conclusão:

Os inquebráveis trazem à Deus as migalha da sua dedicação, a migalha do seu tempo. E ainda querem que Deus lhes dê tudo do bom e do melhor.

Vamos encher o altar do Senhor de vasos de Alabastros a serem quebrados.

Vamos ungir os seus pés como o Nardo da nossa obediência e submissão.

Pois Jesus é Digno pelo sacrifício por nós.

Ml. 6.6; Sl. 51.10-12; Sl. 116.12.

 

 

Frase para o líder
A rigidez é o câncer da alma. Ela não apenas fere os outros, mas pode se tornar a mais drástica ferramenta autodestrutiva do homem.

Augusto Cury

CLICK AQUI PARA BAIXAR: Que Presente você daria ao Senhor

O Milagre da Fé – Primeira semana de abril 2018

Dica de quebra-gelo

Objetivo: Levar o grupo ao entendimento de que a fé é essencial para superar todas as lutas e desafios. Leia Hebreus 11.6 ou qualquer outro texto que você esteja trabalhando sobre fé.

Material: Uma bola pequena + 8 a 10 vasilhames de refrigerante descartáveis, transparentes, sem o rótulo e com tampa + tintas (diversas cores) + 9 a 11 etiquetas adesivas ou papéis para colar.

Desenvolvimento: Encha as garrafas com água. Para dar um colorido a cada uma das garrafas, misture alguma tinta colorida na água, se possível de diversas cores, para dar maior contraste.

Escreva nas etiquetas ou papéis 10 obstáculos que impedem a fé de agir e que nos afastam de Deus, como por exemplo: egoísmo, inveja, orgulho, vergonha, ira, rancor, auto-suficiência, intolerância, incredulidade, vingança, preguiça, etc. Peça sugestões aos membros do grupo. Cole uma etiqueta em cada garrafa e peça aos membros que as arrume num extremo da sala, como se fossem um jogo de boliche.

Converse com os membros sobre o que seria capaz de derrubar estes desafios. Cole na bola uma etiqueta com a palavra FÉ.

Começa o jogo, todos deverão mirar os obstáculos e jogar a bola para tentar derrubá-los. Ganha quem conseguir derrubar todos os obstáculos. Podem tentar de novo, várias rodadas, e vê como cada um melhora o desempenho na próxima tentativa.

Desfecho: Termine fazendo uma reflexão, mostrando que aqueles que creem em Deus são capazes de superar esses obstáculos, inclusive o MEDO, e realizar grandes obras em Seu nome.

 

Palavra
Objetivo: Levar a cada participante a crer que milagres podem acontecer.

MARCOS 2 1-12

Contexto: 

A Bíblia nos diz que somos o sal da terra e temos que dar o sabor a desgraça do mundo. Não podemos deixar a natureza carnal em querer ver a desgraça humana como forma de divertimento.Temos que olhar para essas desgraças e ver que há solução se não fizermos nada podemos duvidar da nossa  fé.Nesta passagem esses homens creram que havia solução enfrentaram obstáculos (multidões) hoje nossos obstáculos é a falta de fé.Ele era um paralítico, quantos hoje estão paralíticos na fé nas finanças, nas emoções e etc…Mas os amigos da fé não se importaram com as circunstâncias a atitude deles fizeram com que se operasse o milagre. Três motivos que Jesus opera milagre hoje: Compaixão, Ele quer salvar o homem totalmente Hb 7:26-27, Ele delegou poder aos seus discípulos .

Conclusão: Devemos ter atitude de fé como aqueles quatro amigos e alcançar paralíticos ( pessoas carentes de Cristo) e aproxima-las do Senhor para receberem cura pois nós não podemos mas Cristo pode através da fé individualmente de cada um.

Aplicação: Para vermos milagres temos de colocar nossa fé em prática crer que o poder de Deus está em nós.

 

Frase para o líder
A genialidade de um bom líder é deixar para trás uma situação com a qual o senso comum, sem a graça da genialidade, consegue lidar de forma bem sucedida.

Walter Lippmann

Conhecendo as Quatro Leis Espirituais – Quarta semana de Março 2018

Quebra Gelo:

Dica de quebra-gelo
Desenvolvimento:
Peça para que a célula/turma se divida em dois grupos, e proponha a eles um desafio, de falar do céu e do inferno, mas de uma forma diferente, como se eles fossem corretores de imóveis e tivessem que apresentar o céu e o inferno como um prédio e você sendo o comprador. Durante a apresentação dos dois grupos faça perguntas como: como faço pra ir, quanto custa, la é legal, etc.
E no final, para finalizar a dinâmica escolha o que você se interessou!

Moral:
Como temos falado de DEUS hoje para os nossos amigos?
Será que estamos falando de verdade?
Hoje vemos muitas pessoas usando drogas, se prostituindo, bebendo, etc… Porque não tinha uma pessoa que foi lá e conversou com ele, ou ate mesmo teve, mas só falou DEUS é bom! Mas e dai, porque deus é bom?
Por isso devemos cada vez, mas falar de Jesus para as pessoas, explicar o bom que estar junto a ele, falar do amor dele, porque hoje é uma dinâmica, amanha você pode comprar o inferno sem querer!

 

Palavra
INTRODUÇÃO

Estudaremos hoje as Quatro Leis Espirituais, que podem dar ao homem: o entendimento básico e necessário para conhecer a Deus, o propósito que Ele tem para sua vida e o Seu plano maravilhoso de redenção para cada pessoa. Receba com fé e com o coração aberto esse estudo, onde o Deus Todo Poderoso, através do Espírito Santo, estará falando e revelando para você o Plano da Salvação.

1.   LEI: DEUS AMA VOCÊ E TEM UM PLANO MARAVILHOSO PARA SUA VIDA (Jo 3.16)

Jesus disse: “o ladrão não vem senão a roubar, matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância” (Jo 10.10). Muitos ainda não têm experimentado essa vida abundante, porque ainda não conhecem Jesus, o Autor da salvação.

2.   LEI: O HOMEM É PECADOR E ESTÁ SEPARADO DE DEUS; POR ISSO NÃO PODE CONHECER NEM EXPERIMENTAR O AMOR E O PLANO DE DEUS PARA SUA VIDA (Rm 3.23)

O homem foi criado para ter um relacionamento perfeito com Deus, mas, por causa da sua desobediência e rebeldia, escolheu seguir uma voz estranha e seu próprio caminho, que o levou ao pecado, desfazendo, assim, a sua comunhão com o Criador.

3.  Jesus Cristo é a única solução de Deus para o homem pecador. Por meio dele você pode conhecer e experimentar o amor e o plano de Deus para sua vida.

ELE MORREU EM NOSSO LUGAR
“Mas Deus demonstra seu amor por nós pelo fato de ter Cristo morrido em nosso favor, quando ainda éramos pecadores.” (Romanos 5:8)

ELE RESSUSCITOU DENTRE OS MORTOS
“Cristo morreu pelos nossos pecados… foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras… e apareceu a Pedro e depois aos Doze. Depois disso apareceu a mais de quinhentos…” (1 Coríntios 15:3-6)

ELE É O ÚNICO CAMINHO
“Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim.” (João 14:6)

 

Deus tomou a iniciativa de ligar o abismo que nos separa Dele ao enviar seu Filho, Jesus Cristo, para morrer na cruz em nosso lugar, pagando o preço dos nossos pecados.

Mas não é suficiente conhecer essas três leis…

 

4.   LEI: PRECISAMOS RECEBER A JESUS CRISTO COMO SALVADOR E SENHOR, POR MEIO DE UM CONVITE PESSOAL. SÓ ENTÃO PODEREMOS CONHECER E EXPERIMENTAR O AMOR E O PLANO DE DEUS PARA NOSSA VIDA (Jo 1.12

Recebemos Cristo pela fé, através de uma decisão pessoal. Assim diz a Palavra: “porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus. Não vem das obras para que ninguém se glorie.” (Ef 2.8-9). Receber Jesus como Salvador, implica em confissão e arrependimento, crendo que Cristo é o único que pode perdoar os nossos pecados.

 

CONCLUSÃO

Muitos têm procurado alcançar Deus indo por caminhos que jamais levarão a Ele.  O único caminho que nos leva a Deus é Jesus. Foi para salvar o homem que Ele “se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do Unigênito do Pai,

Cura Plena! Pra. Iria Souza

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

Download “Cura para a Alma - Pra. Iria Souza” Pra-Iria-11-3-18.mp3 – Baixado 22 vezes – 45 MB

Salvação Plena! Pr Gean Carlos

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

Download “Sou Salvo?” Pr-Gean-04-03-2018.mp3 – Baixado 27 vezes – 41 MB

Produtores de séries de TV buscam audiência fazendo chacotas com evangélicos

As produtoras de séries de TV vêm apostando cada vez mais em piadas e sátiras que ridicularizam os evangélicos, buscando audiência com esteótipos e achincalhe da fé protestante.

As chacotas variam de teor, passando pela crença na Criação do universo, até relações homossexuais entre fiéis. A receita polêmica parece ser uma das preferidas dos profissionais de TV atuais, visto que o segmento evangélico sempre se opõe à agenda em voga, destacando que homossexualidade, aborto e ideologia de gênero são contrários à Bíblia.

Aclamada como uma das maiores séries cômicas dos últimos anos, The Big Bang Theory(Warner), costuma mostrar Mary, a mãe do nerd Sheldon Cooper (Jim Parsons), como uma evangélica devota, típica do conservador estado do Texas, e usa isso para expor a veia racional – e por vezes ateísta – do protagonista.

Nos episódios da série, debates sobre o criacionismo e o evolucionismo são constantes entre Mary e Sheldon, sempre com a mãe exposta como uma fanática religiosa e hipócrita, já que o filho a flagrou transando com o namorado.

“Essa visão de que o evangélico não pratica o discurso que prega é marca de outras comédias”, destacou o jornalista João da Paz, do Notícias da TV.

Uma das séries que seguem essa linha é Blackish (Sony), em que uma avó, interpretada por Jennifer Lewis, mostra-se uma cristã fervorosa, mas vive trocando de namorado e adapta a Bíblia ao seu interesse.

A versão norte-americana de The Office (2005-2013) costumava atacar os evangélicos através de uma personagem que era contadora. Ela se dizia cristã e sempre era vista lendo a Bíblia, mas os colegas a consideravam pouco confiável.

Netflix

A plataforma de streaming de vídeos costuma, com frequência, alfinetar a fé cristã em suas produções. Em algumas delas, o assunto preferido é o estereótipo de que igrejas são uma comunidade formada por hipocrisias e escândalos sexuais.

Greenleaf é uma série que constrói sua trama em cima de adultérios, homossexualidade, sexo no templo ao lado da Bíblia, estupro de adolescentes e desvio de dinheiro. O roteiro se resume, basicamente, em mostrar a comunidade evangélica como uma enorme hipocrisia.

Já em The Get Down (2016-2017), que conta o surgimento do hip-hop nos anos 1970, um pastor pentecostal é mostrado como um radical religioso, que não permitia que a filha cantasse músicas seculares e a agrediu antes de expulsá-la de casa por esse motivo.

Evangélicos

Essa receita no entanto, pode se voltar contra as produtoras norte-americanas. Uma pesquisa de 2015 do instituto Pew Research mostrou que 70,6% da população dos Estados Unidos é cristã, e dessa fatia, 46,6% são protestantes. Há mais norte-americanos sem religião (22,8%) do que católicos (20,8%).

Talvez por isso a Netflix tenha apostado em uma série dramática que mostra uma família evangélica enfrentando um grave problema depois que o filho foi atropelado. Sem chacotas, Seven Seconds mostra os momentos de aflição, oração e questionamento da família durante a provação.

 

Mensagens subliminares vêm sendo usadas em filmes e séries para influenciar o comportamento, alerta pastor

A sutileza na trasmissão de mensagens e conceitos através dos principais conteúdos de entretenimento popular, como filmes, séries, desenhos infantis e novelas, é um tema que causa diferentes reações entre os evangélicos: uns consideram paranoia e fanatismo, enquanto outros sempre ressaltam a importância de estar alerta sobre o tema.

O programa Bate-Papo, da Rede Super, abriu espaço para o assunto numa entrevista do pastor Eduardo Coimbra, que trouxe luz à questão lembrando que o uso do conceito de “mensagem subliminar” é ampla no marketing, como uma ferramenta de vendas, mas também é usada de forma a disseminar novos conceitos, muitas vezes antibíblicos, em filmes, séries, desenhos, música e novelas.

“É como se fosse um cavalo de Troia, vem embutido. Esse tema é pouco discutido na igreja e tem certa discriminação no meio evangélico”, comentou, referindo-se à parcela do segmento religioso que considera a discussão sobre isso um exagero. “É classificado como aquelas pessoas que são fanáticos, mas na realidade é algo que tem massacrado sobretudo as crianças e os jovens”, alertou.

“A mensagem subliminar foi uma descoberta na área da publicidade é por meio dela as pessoas poderiam alterar o comportamento de outros. Com o passar do tempo a gente percebeu também que havia influência no mundo espiritual e acabou se tornando algo muito amplo na vida das pessoas”, acrescentou Coimbra.

O pastor enfatizou que uma mensagem transmitida de maneira subliminar, geralmente, é imperceptível para a maioria das pessoas: “Quando você vai para o campo da percepção, da pesquisa, da informação, aí você começa a abrir a sua mente em relação aquela informação. Agora no dia a dia, ninguém percebe”, argumentou.

De que forma essas mensagens são transmitidas? “Um objeto neutro, quando impregnado de maldade, pode trazer maldições para as nossas vidas”, disse, lembrando que em relação às crianças, os desenhos – antigos e novos – sempre foram usados como veículo de difusão de mensagens subliminares.

“[Há] desenhos atuais, que por meio das mensagens subliminares querem embutir comportamentos, hábitos e influências nas pessoas. Não apenas em crianças, mas no espectador em geral […] Nós precisamos separar aquilo que a mensagem explícita do que é mensagem subliminar. Isso vai influenciar o comportamento direto, vai trabalhar no conceitual. Esse filme Frozen é muito mais atrativo pelo seu enredo do que subliminarmente. Foi algo colocado propositalmente”, exemplificou.

“O segredo da mensagem subliminar é você não rejeitar. Vai entrando e posteriormente vai atuar na sua vida, alterando comportamentos para te influenciar. Aquilo que é explícito ou você rejeita ou você absorve”, ressaltou.

Assista ao trecho do programa em que o assunto foi debatido:

Grupo de 50 hindus ataca igrejas cristãs e espanca a mulher de um pastor com ajuda policial

A perseguição religiosa aos cristãos na Índia está se tornando cada vez mais violenta, segundo relatos da World Watch Monitor, organização que monitora casos de perseguição religiosa em várias partes do mundo. No último dia 11, a entidade registrou mais um ataque aos cristãos indianos, no sul de Tamil Nadu, onde além de destruição aos objetos de culto, várias pessoas foram espancadas, incluindo mulheres.

O ataque foi provocado por um grupo com cerca de 50 hinduístas, considerados “extremistas”. Eles estavam acompanhados por um policial destacado pelo Estado, disseram as testemunhas do caso. O grupo pertence a organização Hindu Munnani, uma entidade criada para defender o hinduísmo, supostamente, de outras religiões.

Segundo as testemunhas, Thangam Venkatesh, um dos líderes da Hindu Munnani, foi quem coordenou a onda de ataques que atingiram quatro igrejas cristãs em Tamil Nadu:

“Por volta das 9 da manhã, Venkatesh foi ao salão de oração e atacou o pastor Ravi Jacob. Ele usava linguagem extremamente vulgar e depois bateu em sua esposa, Persis”, disse John J.Y. Arul, presidente da ordem de pastores da região, para a WWM.

“Os extremistas eram agressivos e incontroláveis. Em frente às crianças e outros membros da igreja, eles violentamente bateram no pastor Jacob e sua esposa, Persis. Eles removeram a roupa da mulher e repetidamente chutaram seu rosto”, disse ele.

O que mais chamou atenção no caso, além da brutalidade e intolerância contra os cristãos, foi a proteção do policial, representante do governo. Na prática, isto significa que os cristãos da região estão desprotegidos e abandonados pelas leis do Estado. Arul contou que o próprio policial ajudou os indus extremistas:

“Não consigo repetir as palavras que eles usaram contra Persis. Ficamos chocados com o comportamento desumano. Quando Persis estava gritando por ajuda, o guarda da polícia, que estava com o líder Munnani, pediu que ela se prostrasse aos pés de Thangam Venkatesh e pedisse perdão”, disse ele

Universidade proíbe expressão ‘Deus te abençoe’ por receio de ofender alunos muçulmanos

Em tempos de uma sociedade altamente sensível, os argumentos para censurar a liberdade de expressão, e principalmente religiosa, começam a se tornar escassos, mas a perseguição não deixa de acontecer por isso. Agora, uma universidade proibiu a expressão “Deus te abençoe” para que muçulmanos não se sintam ofendidos.

A biblioteca da Universidade Simmons, em Boston, Massachusetts (EUA) possui um Guia de Anti-Oclusão, com uma extensa lista do que pode ou não pode ser feito. E os idealizadores do material demonstraram ter uma certa obsessão com eventuais queixas de muçulmanos, e decidiram proibir a expressão mais comum usada por um cristão.

De acordo com informações do portal Charisma News, os funcionários da universidade acreditam que a frase “Deus te abençoe” pode desencadear algo pior do que uma pequena agressão, pois consideram-na islamofóbica. E até têm um novo termo para isso: “Islamomísia”.

A “doença”, denominada islamomísia, seria uma espécie de “balaio” que abrange todas as possíveis queixas que um muçulmano venha fazer: “Na América do Norte (e em grande parte do mundo ocidental), as pessoas que seguem o cristianismo têm poder institucional, portanto, a islamomísia é uma discriminação sistematizada ou antagonismo dirigido contra muçulmanos devido à sua religião ou identidade religiosa, nacional ou étnica percebida associada ao Islã”, diz o Guia da universidade.

Os bibliotecários estenderam ainda as proibições a outras frases, como “Feliz Natal” e “Feliz Páscoa”, alegando que estas saudações podem fazer com que os muçulmanos se sintam desprezados e oprimidos pelo “privilégio cristão”.

“Nos Estados Unidos e em muitas outras nações ocidentais, o cristianismo e suas diversas denominações e práticas religiosas possuem poder institucional e cultural”, repte o guia. “O privilégio cristão é o benefício não merecido que os cristãos nos EUA recebem e que os membros de outras religiões (ou pessoas não religiosas) não recebem”, acrescenta o documento, que mais parece uma queixa pessoal de quem o redigiu.

 

3 MOTIVOS PELOS QUAIS AS PESSOAS ACHAM DIFÍCIL A VIDA CRISTÃ. TERCEIRA SEMANA DE MARÇO

QUEBRA GELO:

Tempo: 5 Minutos
Desenvolvimento: Pedir a todos que se apoiem em um pé só, onde deverão dar um pulo pra frente sem colocar o pé no chão, um pulo para direita, e para esquerda, se abaixar e levantar.( Muitos iram desequilibrar e cair).

Moral: Não podemos ser individualistas, e seguir sozinhos. Podemos cair e não conseguir levantar. Para conseguir, basta apoiar no ombro da pessoa que esta ao nosso lado. Assim, iremos caminhar juntos e avançar como corpo de Cristo.

Eclesiastes 4: 9-10, Isaías 41.6

3 MOTIVOS PELOS QUAIS AS PESSOAS ACHAM DIFÍCIL A VIDA CRISTÃ

Introdução:

As pessoas têm habilidades específicas em áreas diferentes, alguns têm habilidade para esportes, outros para a música, outros para negócios, isso é o que chamamos de talento. O fato das pessoas possuírem talento para determinada área não quer dizer que elas terão sucesso naquela área. A história prova que muitas pessoas inteligentes e de talento não se deram bem na vida, enquanto outras que eram limitadas, mas esforçadas e dedicadas se deram muito melhor.  A verdade é que perseverança, dedicação e esforço contribuem mais para o sucesso de alguém do que o talento natural. A Bíblia diz que Jacó serviu a seu sogro sete anos para poder casar com Raquel, a mulher que ele amava, mas que esses anos pareceram poucos dias pelo muito que a amava. O cristão, aquele que já entregou sua vida a Jesus Cristo, tem uma vantagem inicial sobre os demais, tem tudo para ter uma vida de paz, alegria, gozo e tranquilidade, uma vida abundante; não estamos falando de riquezas, nem da ausência de problemas ou lutas, estamos falando de ter a certeza que em meio a tudo que tivermos que enfrentar podemos contar com a proteção e direção de um Deus Todo Poderoso, que nos ama e dirige nossa vida com segurança. Por que então muitos cristãos têm uma vida mal sucedida e infeliz? Por que com essa tremenda vantagem que possuem não conseguem ser bem sucedidos? Por que acham tão difícil a vida cristã?

 

 

Vamos estudar abaixo 3 MOTIVOS PELOS QUAIS AS PESSOAS ACHAM DIFÍCIL A VIDA CRISTÃ.

 

 

1º MOTIVO – Acham que Deus exige demais. –  I João 5:3

Muitos acham que o que a Bíblia apresenta como pedidos de Deus, são exigências demais, muita pressão. Gênesis 29:20 diz que para Jacó os sete anos pareceram poucos dias pelo muito que amava a Raquel. Na verdade, achamos penosos os mandamentos de Deus porque ainda o amamos pouco (João 14:21 ) PERGUNTA:  Em sua opinião, o que leva as pessoas achar que os mandamento de Deus são difíceis? Resposta sugerida: A falta de conhecimento, a falta de amor, a falta de intimidade com Ele.

 

 

2º MOTIVO – Perdem de vista o objetivo, a recompensa. 1Pe 1:8/9

O objetivo de Jacó era casar com Raquel, e durante os sete anos ele não perdeu isso de vista. Seu propósito não era trabalhar para o tio. O nosso objetivo não é cumprir mandamentos, é conhecer e se aproximar de Deus, em João 15:14 Jesus disse que seremos amigos D’Ele se fizermos o que Ele manda. PERGUNTA: Em sua opinião, além da salvação, qual outro objetivo da vida cristã? Resposta sugerida: Ganhar almas, ajudar as pessoas, ajudar na Obra de Deus, buscar intimidade com Deus.

 

 

3º MOTIVO – Esquecem daquilo que Deus já fez.

Não somos dignos e nunca seremos do presente da salvação que Deus nos deu, e do Seu amor. Ao invés de sermos gratos e nos alegrarmos pelo que já recebemos nos entristecemos e amarguramos pelo que não temos. Precisamos aprender a cultivar um coração grato trazendo a memória o que Deus já fez por nós. PERGUNTA: Você já recebeu uma benção muito grande de Deus, que te motiva a servir a Ele com alegria, e ser grato a Ele todos os dias? Compartilhe com o grupo.

 

 

Conclusão:

Deus não achou que era demais enviar Jesus para morrer, pois amava muito ao ser humano. Jesus não achou pesado demais vir para morrer pelo muito que amava a o ser humano. E você, acha difícil demais, exigência demais o que Deus te pede? Nós precisamos aprender a amar mais a Deus, pois a pior parte Ele já fez, o que Ele nos pede não é difícil, nem penoso, pelo contrário é gratificante.

FILHOS DE DEUS – Segunda semana de março

FILHOS DE DEUS
Texto base: João 1.11,12

Introdução: O testamento serve para que o patrimônio de uma pessoa, após sua morte, possa ser disposto conforme sua vontade manifestada em vida, respeitadas as restrições legais para aquele que tiver herdeiros necessários (filhos/pais/cônjuges). Jesus morreu para validar um Novo Testamento para você! Mas para isso precisamos saber que:

1 – NEM TODO MUNDO É FILHO DE DEUS

Existem muitos ditados ou provérbios populares que estão na Bíblia:

a) Quem dá aos pobres empresta a Deus (Pv 19.17);

b) Quem com ferro fere, com ferro será ferido – olho por olho, dente por dente (Lv 24.20);

c) Os últimos serão os primeiros (Mt 19.20);

d) Quem planta, colhe (Gl 6.7);

e) Quem semeia vento, colhe tempestade (Os 8.7);

f) A boca fala do que está cheio o coração (Mt 12.34);

g) Dai a César o que é de César (Mt 22.20,21).

Porém: “Todo mundo é filho de Deus” não é bíblico!!!
– Só é filho de Deus quem crê e recebe Jesus! (Jo 1.12). E precisamos estar convictos disso!

2 – NÃO BASTA SER FILHO, TEMOS DE PENSAR  E PORTAR-SE COMO FILHOS

a)      Nova mente – nós temos a mente de Cristo (1Co 2.16); renovar a mente para experimentar a boa, perfeita e agradável vontade de Deus (Rm 12.2).

b)      Novo estilo de vida – deve andar como Jesus andou (1Jo 2.6); em teus passos o que faria Jesus? Jesus vai aonde você vai? Faria o que você faz?

c)      Portar-se como um cidadão dos céus – embaixador de Cristo (2Co 5.20).

d)     Confessar vitória – Jamais dizer, eu não tenho dinheiro. Você pode até estar sem o dinheiro, mas você deve dizer: eu não estou com dinheiro no momento, mas meu Pai é dono do ouro e da prata (Ag 2.8). “O Senhor vai prover”. – Amado(a), as tuas palavras expressarão a tua fé. “Tome cuidado para que as tuas palavras não anularem a tua fé.”

·         Para gozar dos direitos e deveres de Filho de Deus é preciso pensar e agir como filho: Conta-se que um rapaz estava sendo liberado do hospício porque sabia que não era mais um rato. “Parabéns! Muito bem! Você está livre! Pode ir …” diziam todos. Ele pegou suas coisas, despediu-se e saiu. Logo voltou correndo, apavorado! Perguntaram o que foi? Disse ele: Lá fora tem um gato! – Sim, mas, você não sabe que não é mais um rato? Respondeu ele: eu sei, mas o gato não! Kkk – Muitos são filhos de Deus mas correm do diabo!

Conclusão: Você já é filho de Deus? Já recebeu Jesus como seu único Senhor e Salvador? “Pois com o coração se crê para justiça, e com a boca se confessa para salvação” (Rm 10.10-NVI). Receba agora mesmo e sejas salvo (Rm 10.9). Semana que vem continuaremos com os BENEFÍCIOS DOS FILHOS DE DEUS.

 

QUEBRA GELO:

 

Sou filho de Deus
Objetivo:

Refletir sobre a forma de se tornar filho de Deus.

Material:

01 giz

Procedimento:

– Desenhem com giz 02 círculos separados, com uma comunicação entre eles como se fosse uma ponte.

Cada círculo deve caber todos os participantes.

– Coloquem dentro de um dos círculos todos os alunos. No outro círculo, escrevam a palavra “DEUS”.

– Falem, apontado para os participantes: O pecado separa a humanidade de Deus. Vejam que vocês estão separados de Deus.

– Depois, apresentem o que Deus fez para restabelecer o relacionamento com a humanidade, após o pecado.

 

– Leiam: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”(João 3:16).

– Lemos que Deus com seu grande amor providenciou uma solução para que não houvesse mais esta separação.

Em seguida, escrevam na ligação entre os dois círculos a palavra “JESUS”.

– Falem: E agora, vocês continuam separados de Deus! Mas, comecem a citar os nomes dos alunos, falando: Deus amou tanto “Fulano de tal” que…(citando o versículo de João 3. 16)

Nesse momento, os participantes devem passar pela “ponte” que é Jesus e entrar no outro círculo, à medida que o nome dele for citado dentro do versículo.

– Quando todos os participantes estiverem dentro do círculo “Deus”, falem que esta é uma demonstração do grande amor de Deus para com eles e a humanidade.

– Leiam: “Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores”(Romanos 5:8).

– Para concluir, falem que quando aceitamos Jesus como Salvador, tornamo-nos filhos de Deus, conforme lemos em Jo 1.12: “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome”

Razões por que Deus diz “não” para nós. Primeira semana de Março

Tema: Razões por que Deus diz “não” para nós. Texto: Gênesis 2:17

Texto: “Mas da árvore da ciência do bem e do mal, dela não comerás…” (Gênesis 2:17)

Introdução:

Muitos cristãos que têm como característica de vida ser fiel a Deus, vez por outra, se encontram em meio a um amontoado de questionamentos. Muitos vivem se perguntando: Por que Deus disse “não” como resposta ao pedido que lhe fiz?

Pode ser que você que esta lendo esta mensagem, esteja nesta situação, e se de fato, esta fora realidade que você esta vivendo, continue lendo com atenção redobrada, pois, você descobrirá, que em certas ocasiões, Deus nos diz não, pelo fato d’Ele nos amar de forma inexplicável.

Objetivo da mensagem:

Mostrar que Deus disse “não” a Adão e Eva – simplesmente porque queria protegê-los, e juntamente com eles, toda a humanidade da natureza pecaminosa que foi herdada de Adão e Eva, pelo fato de ambos terem desrespeitando o “não” de Deus, comendo do fruto da arvore do bem e do mal.

Dito isto a nível introdutório, imagine você chegando ao zoológico, e logo após arrumar todos os seus pertences, em um lugar apropriado, você inicia uma jornada com o objetivo de visitar cada espécie de animal, em seu devido lugar de habitação, de acordo com sua natureza.

De repente, você vai de encontro a uma imensa jaula repleta de leões, e, ao aproximar-se da mesma, percebe-se que tem um aviso colocado pela direção do zoológico com o seguinte teor… “Não toque na jaula”.

Pergunto…“Por que a direção do zoológico preocupou-se em deixar um aviso que dizia para os visitantes, não tocarem na jaula dos leões?” “Será que é porque eles queriam simplesmente ditar regras para a vida dos visitantes?” “Será que era para transmitir uma imagem de que quem dava as ordens no zoológico eram eles?”

Bom, na verdade, nenhum destes questionamentos está correto. Por quê? É simples! O aviso só foi colocado na jaula, objetivando lembrar que ninguém deveria tocá-la, pois, a direção do zoológico tinha ciência que se algum desavisado encostasse na jaula repleta de leões, certamente iria se machucar, ou, até mesmo perder a vida, pois os leões, certamente atacariam qualquer um que tocasse em sua jaula.

Quando Deus disse “não” para Adão e Eva, era porque Ele sabia que se eles alimentassem do fruto da árvore do bem e do mal, eles iriam ser penalizados com a sentença de morte. “porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás” (Gn 2.17).

Com muita frequência Deus diz “não” para nós, em relação a uma casa que está nos nossos planos para comprá-la, ou um carro, uma viagem, uma profissão, um casamento e etc.

Entretanto, a pergunta que não quer calar é, “por que Deus diz não para muitas coisas que aos nossos olhos julgamos ser boas?”

“Será que é pelo fato de Deus ser arbitrário?”

“Será que é autoritarismo em determinar regras apenas para ter o prazer de ver o ser humano cumpri-las?”

Ou quando Deus diz “não” para nós, é um “não”, a semelhança do “não” da direção do zoológico, que tinha como objetivo proteger os visitantes dos ferozes leões.

E quanto a você?Esta chateado (a) por que Deus disse um “não” em relação a sua oração? Cada pessoa precisa estar atenta para esta verdade: Adão e Eva não respeitaram o “não” de Deus, e como consequência, veio sobre a vida de ambos e de toda humanidade, o carrasco chamado pecado. Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram. (Romanos 3:9).

E como se não fosse suficiente, também o homem virou servo do pecado. Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é servo do pecado. (João 8:34).

E sujeito à morte. Eis que todas as almas são minhas; como o é a alma do Pai, assim também a alma do Filho é minha: a alma que pecar, essa morrerá (Ezequiel 18.4).

Foi para evitar a morte espiritual, física e eterna que Deus disse “não” para nossos primeiros pais que residia no jardim do Éden, foi para protegê-los, e proteger,não somente eles, mas também toda a humanidade que teve origem neles.

Por estas, e muitas outras razões, Deus muitas vezes diz “não” para nós. Pois na verdade, Ele quer nos proteger, porque Ele que conhece o fim desde o principio, sabe que no futuro, muitas de nossas decisões trarão consequências que vão nos machucar muito, ou até nos levar perder a salvação.

Quanto ao “não” que Deus nos fala, talvez no momento tenhamos dificuldade de compreender o porquê de sua recusa em nos atender. Se Deus disse “não” para você em relação ao desejo de seu coração, é porque Ele está te livrando de complicações em sua vida no futuro.

Em relação a Deus, temos que entender uma lição que se resume assim: Melhor do que compreendê-Lo, é simplesmente obedecê-Lo, pois sempre que Ele falar “não” para nós é, porque Ele quer nos proteger.

E a razão desta proteção, não é outra, senão, o grande amor inexplicável que Deus tem para com cada um de nós. Portanto, descansa no Senhor, pois o melhor da parte de Deus lhe será concedido, na hora já designada por Ele, para abençoar sua vida.

Conclusão:

A atitude mais sábia de nossa parte no relacionamento com Deus, deve ser de glorificá-Lo, quando ele bondosamente falar “sim” em relação aos nossos projetos de vida. Da mesma forma, quando Deus bondosamente falar “não”, devemos de coração grato a Ele, glorificá-Lo, e nunca desobedecê-lo como Adão e Eva, pois,geralmente quando Deus diz não, certamente e para nos proteger de consequências que iriam nos fazer sofrer, tanto no presente como no futuro.