Conferência de Avivamento Paixão – Pra. Iria

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

Download “Conferencia -Pra. Iira” Pra-Iria-11-02-18-Dom.mp3 – Baixado 14 vezes – 63 MB

Conferência de Avivamento Paixão – Pr. Gean

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

Download “Conferência de Avivamento Paixão - Paixão” Pr-Gean-10-02-18-sabado-noite.mp3 – Baixado 14 vezes – 48 MB

Regeneração vs Recuperação – Pr. Iria

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

O Espírito Santo cura e purifica – Estudo da quarta semana de fevereiro

BASE: Ezequiel 36:23-30

INTRODUÇÃO:

Deus está levantando o Seu povo e a Sua Igreja para viver uma vida de pureza e santidade, a fim de que todas as nações testemunhem a Sua glória. Para isso, Ele tem derramado do Seu Espírito Santo sobre nossas vidas, para nos limpar de todo o pecado e fazer com que experimentemos um verdadeiro avivamento e o melhor desta terra.

DISCUSSÃO:

Deus tem muitos planos para nossas vidas e faz grandes promessas através do profeta Ezequiel. Vejamos:

 

1) Deus quer que a Sua santidade volte a habitar no meio do seu povo

Nós fazemos parte do plano de restauração de Deus, neste tempo (versículo 23). Para isso, Ele deseja que sejamos purificados (1 Pedro 1:14-16).

 

2) Deus está nos separando de um mundo cheio de pecados e perdição para nos levar ao Seu Reino

Do mesmo modo que Deus desejava que Israel ficasse longe das contaminações e dos pecados dos outros povos, Ele também espera que a Igreja de Cristo seja separada do mundo e de suas impurezas (versículo 24; 2 Coríntios 6:17-18).

 

3) Deus está nos purificando com as águas do Espírito Santo

Deus está curando todas as feridas, mágoas e enfermidades existem em nosso coração. Ele também nos convence a respeito do pecado, da Sua justiça e do juízo (João 16:8), através do Seu Espírito Santo (versículos 25-27).

 

4) Deus está preparando o melhor desta terra para os seus filhos amados (versículos 28-30)

Os planos do Senhor para nossas vidas de forma alguma serão frustrados! Ele guiará todo o nosso ser e transformará o Vale de Sitim dos nossos corações em um vale de bênçãos e prosperidade (Joel 3:18).

 

CONCLUSÃO:

Estamos vivendo o tempo em que Deus derrama sobre o seu povo uma nova unção, um tempo que precede um grande avivamento nesta nação. Assim, chegou a hora de cada um de nós, enquanto corpo de Cristo, nos reposicionar, buscando a cura e a santidade que só o Espírito Santo pode nos dar.

PARA REFLETIR:

. Você acredita que está vivendo plenamente em santidade? Por quê?

. Em sua opinião, o que significa ser separado do mundo?

. Você acha que seu coração está aberto para receber a cura, a purificação e a restauração que Deus te oferece por meio de Seu Santo Espírito?

. Você acredita que vale a pena continuar passando por esse processo de cura e santificação que Deus tem empreendido em cada um de nós, mesmo diante das lutas e dificuldades que costumam aparecer?

Lei da semeadura – Estudo da terceira semana de fevereiro

BASE: Gálatas 6:6-10

INTRODUÇÃO:

Reino de Deus é um Reino baseado em leis, princípios e limites. Todos nós sabemos que existe uma série de leis que conduzem o universo físico (leis físicas, biológicas, químicas, etc.), entretanto, há também o que podemos definir como leis espirituais.

DISCUSSÃO:

Ter conhecimento sobre a lei da semeadura é fundamental para aqueles que têm o desejo de plantar e colher bem. Deus, o Grande Agricultor, estabeleceu uma série de princípios para que sejamos prósperos em todas as nossas “lavouras” (vida espiritual, emocional, familiar e pessoal). Vamos a elas:

 

1) Para a lei da semeadura é necessário plantar a semente

a) É preciso que haja o desejo de semear (2 Coríntios 9:6, Mateus 13:13)

b) É preciso perder a semente para recebê-la de volta muitas vezes

c) A semente que não foi plantada é perdida (João 12:24)

d) O plantio da semente deve ser feita de forma sistemática (Eclesiastes 11:6)

e) Cuidado: mesmo quando se planta um boa semente, muitas vezes, a semente ruim plantada por outras pessoas terá a mesma aparência da boa. Porém, a colheita revelará o que é “trigo” e o que é “joio” (Mateus 13:24-30, 36-43).

 

2) Para a lei da semeadura é necessário plantar a boa semente

a) Deus nos deu o livre arbítrio para plantarmos aquilo que desejamos (Josué 24:15)

b) Podemos escolher dois tipos de sementes para plantar: as boas e as más (e seus frutos serão as consequências dessa escolha):

As boas são: mansidão, misericórdia, amor ao próximo, obediência, compaixão… Quem escolhe essas sementes, escolhe semear no espírito. Este terá a garantia de colher bons frutos (Salmos 92:14, 126:6)

As ruins são: a inveja, intrigas, ciúmes, ódio, fofocas, contendas, raiva… Quem escolhe essas sementes, escolhe semear na carne. Este, infelizmente, colherá frutos maus (Jó 4:8, Provérbios 22:8, Oséias 8:7).

 

3) A lei da semeadura é óbvia

a) Quem pouco planta, pouco colhe

b) Quem muito planta, muito colhe

c) Tudo o que fazemos durante a nossa vida é considerado por Deus como um plantio. Seja para o bem, ou seja para o mal, um dia vamos colher tudo aquilo que semeamos em nossa “plantação”

d) Por causa desta lei, sempre vamos colher muito mais do que plantamos. Se plantamos um grão de feijão, colheremos centenas e centenas de novos grãos; se plantamos uma sementinha de maçã, vamos colher diversas maças durante muito anos. Existe um adágio popular que diz que “quem planta vento, colhe tempestade”, então, ninguém colhe apenas o que semeou, e sim muitas vezes mais.

CONCLUSÃO:

Você e eu fomos criados por Deus para dar bons frutos para Ele. Se dedicarmos um momento que seja fazendo o bem a alguém, o resultado dessa semeadura pode durar para sempre. Porém, se optarmos por fazer algum mal a qualquer pessoa que seja, colheremos algo que poderá nos fazer sofrer por muitos anos.

PARA REFLETIR:

. Que tipo de sementes você tem plantado durante a sua vida?

. Você se preocupa com os frutos que vai colher no futuro?

Amizade verdadeira – Estudo da Segunda semana de fevereiro

BASE: Provérbios 17:17

INTRODUÇÃO:

Uma das maiores dádivas na vida de uma pessoa é uma amizade verdadeira. Os amigos são entes muito queridos que, muitas vezes, são tão importantes quanto os nossos familiares. No entanto, nem toda a amizade é sadia e, por isso, agradável a Deus. Muitas amizades podem nos conduzir ao pecado, às coisas do mal e não ao bem. São amizades perniciosas, que insistem em levar o outro ao erro por meio de palavras, gestos, planos, etc. Esse é o tipo de amizade plantada por Satanás e que só prejudica as pessoas.

DISCUSSÃO:

Diante dessas afirmações, vamos analisar o que a Palavra de Deus nos fala a respeito da amizade:

Provérbios 18:24 nos mostra que existe um tipo de amigo que é aproveitador, interesseiro. Quem tem um amigo assim vai, mais cedo ou mais tarde, ter sérios problemas. No entanto, existem amigos que são mais íntimos que um irmão, ou seja, que está sempre disposto em oferecer e não receber;

Mateus 11:19 aponta que Jesus é visto como amigo dos pecadores, era o amigo certo em todas as horas. Ele é o amigo que ama os perdidos, os caídos, e que os ajuda a se erguerem para Deus;

Provérbios 13:20 deixa bem claro a diferença entre o amigo e o companheiro;

Provérbios 28:7 afirma que o amigo não nos acompanha no pecado, já o companheiro que acompanha no mal se torna cúmplice do pecado;

Habacuque 2:15 mostra que o companheiro da mentira tem objetivos malignos, enquanto Provérbios 10:12 diz que o amor cobre todas as transgressões;

Gênesis 9:20-25 compara a atitude de Cam com a de seus outros irmãos perante o pai embriagado, mostrando que o amigo verdadeiro não zomba, não coloca o outro em situações humilhantes e não fala mal.

Como podemos identificar uma amizade firmada em coisas más:

. O falso amigo fala mal dos irmãos;

. Fala mal da liderança da igreja;

. Cria e espalha fofocas;

. Semeia a discórdia entre irmãos (Provérbios 6:16-19).

E como são as amizades firmadas na fé em Cristo e aprovadas por Deus:

. Eles são amigos para orarem por si mesmos;

. Oram pelos outros;

. Ajudam o próximo;

. Aconselham e buscam conselhos segundo a Palavra de Deus;

. Amam a Cristo mais do que a si mesmos.

Vejamos o exemplo de uma amizade verdadeira:

. 1 Samuel 18:1-4 fala sobre a característica dessa amizade;

. Salmos 133: 1-3 aponta a amizade como uma união espiritual.

CONCLUSÃO:

Os amigos de verdade se amam, se identificam. Eles compartilham seus problemas, seus medos, suas angústias e tristezas. E, juntos, buscam soluções. Entre eles há um propósito muito sério. A amizade verdadeira leva o outro a ser bem sucedido, a se portar com prudência, a ser vitorioso e a conquistar o respeito dos outros. Já a amizade que causa ódio, brigas, intrigas e maledicência entre os irmãos não é sadia e deve ser evitada, pois Deus não está naquele meio.

1 Tessalonicenses 4:9 e 1 Pedro 1:22-23 mostram que a amizade verdadeira deve ser pura e santa.

PARA REFLETIR:

. Como Deus vê a amizade?

. Como costuma ser a amizade do mundo?

. Temos mais amigos ou companheiros (Provérbios 13:20)? Qual é a diferença entre eles?

. Como deve ser o amigo (Provérbios 28:7; Rute 1:16-17)?

. Você acredita que Deus aprova as suas amizades?

Essa é a mesa que Deus nos preparou. Pr Paulo Borges JR.

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

Download “Essa é a nossa mesa” ESSA-É-A-MESA-QUE-DEUS-NOS-PREPAROU-.mp3 – Baixado 21 vezes – 44 MB

Milhões se convertem no Irã após assistir programas de TV via satélite

Quem viu pela televisão as imagens dos protestos no Irã nas últimas semanas talvez não entendeu tudo o que está acontecendo. Pelo menos 21 pessoas morreram em confrontos com a polícia e mais de 1000 foram presos. As agências de notícias falaram muito sobre as manifestações serem por questões econômicas e contra decisões do governo.
Contudo, em grande parte a questão religiosa foi ignorada. Vídeos compartilhados nas redes sociais mostravam que as pessoas estão fartas da teocracia islâmica.
O missionário Mike Ansari diz que a turbulência política está criando oportunidades únicas para compartilhar o amor de Cristo. Ele é presidente dos Ministérios Heart4Iran [Coração pelo Irã], que trabalha junto a 86 ministérios diferentes, com o objetivo de servir e abençoar o povo do Irã.

Ele diz que grande parte do que está realmente acontecendo dentro da nação islâmica não é vista pelo mundo por causa da censura à internet. “Deus está trabalhando no Irã”, declarou Ansari. “Jesus está edificando sua igreja, o Espírito Santo está transformando vidas e o evangelho se espalhando”, explica.
O Heart4Iran é responsável pelo canal Mohabat, que em 2006 tornou-se o primeiro a transmitir 24 horas de programação evangelística em farsi, língua falada no Irã. Hoje, existem outros três canais de televisão por satélite que transmitem programação cristã para o Irã.

“Essas transmissões de TV desempenharam um papel vital no sucesso do movimento subterrâneo da igreja doméstica”, explica Ansari.
Recentemente, 20 iranianos, muitos dos quais aceitaram Cristo após assistirem programas da Mohabat, viajaram para um local não revelado para serem batizados.
Para o experiente missionário, as igrejas domésticas do Irã estão vivendo um crescimento explosivo, assim como milhares de habitantes do Oriente Médio que estão abandonando o Islã para seguir a Jesus.
“De acordo com a Missão Mundial, a igreja subterrânea do Irã é uma das igrejas de crescimento mais rápido do mundo”, aponta Ansari, que completa: “A maioria dos líderes cristãos iranianos acreditam que o movimento das igrejas em casa é que sustenta o cristianismo dentro deste país”.

O repórter George Thomas, da CBN, entrevistou Mike Ansari recentemente, o missionário disse que um dos motivos para o crescimento do cristianismo no Irã é por que o povo está desiludido com o islamismo e eles estão procurando respostas para o sentido da vida. “Eles estão procurando por novas respostas, não estão satisfeitos com sua condição espiritual. Além disso, parece que um grande número deles está realmente tendo sonhos e visões sobre um homem brilhante, vestido de branco, muito antes de nós começarmos a lhes falar sobre Jesus”.
Ansari diz que após quase 40 anos do regime islâmico, “o iraniano médio está percebendo que o islamismo está falido e o Islã não consegue dar as respostas para os dilemas com os quais eles estão lidando, em especial os mais jovens”.
Enfatizou também que “cerca de 16 milhões de iranianos nos últimos 12 meses viram um ou mais dos nossos programas na televisão por satélite e também em seus dispositivos móveis (celulares e tablets). Isso significa aproximadamente 20% da população do Irã e esse é um número irresistível. Nos últimos 11 anos, desde que lançamos nosso canal para o Irã, tivemos um aumento de mais de 400% na audiência o que, para nós, foi absolutamente fenomenal”.
Encerrou dizendo que o canal de TV tem um call center, para onde as pessoas podem ligar gratuitamente para saber mais sobre Jesus. Segundo os registros, são em média 700 contatos por dia. Todos recebem uma oportunidade de aceitar a Jesus, o que lhes permitiu computar 3 decisões a cada hora de agora ex-muçulmanos.

Quase não há crianças cristãs na nação mais opressora do mundo

Um pastor norte-coreano, que atualmente mora na China, revelou que os cristãos da Coreia do Norte são forçados a esconder sua fé de seus próprios filhos, temendo o que as autoridades farão com a família se forem descobertas.
Lee Joo-Chan explicou à Missão Portas Abertas, que monitora a perseguição no mundo todo, que ele próprio cresceu sem saber que seus pais seguiam a Jesus. “Eu sabia que meus pais eram diferentes porque cuidavam dos doentes, dos pobres e dos necessitados. À noite, eles liam um livro secreto, o qual eu não tinha permissão para ler”, relata o pastor.
“Eu os escutava sussurrar as palavras e sabia que aquela era sua fonte de sabedoria. Também sabia que se alguma vez contasse sobre isso a outra pessoa, nossa família seria levada pelas autoridades”, testemunha.

Segundo Lee, somente quanto sua família fugiu para a China, no final dos anos 1990, sua mãe lhe contou a história da família e como eles tentaram praticar sua fé por décadas.
Algum tempo depois, a mãe e o irmão de Lee tentaram voltar para a Coréia do Norte, e foram emboscados por soldado que os mataram diante de seus olhos. Ele soube que seu pai e outros irmãos também foram mortos tentando atravessar a fronteira.

Essa experiência angustiante inspirou Lee a ira para a Coréia do Sul, onde seguiu o desejo de sua mãe e foi estudar teologia, tornando-se um pastor.
A Portas Abertas lembra que há uma série de razões pelas quais os pais não compartilham sua fé com seus filhos na Coréia do Norte, começando pelo “doutrinamento estatal” severo a que os cidadãos são submetidos desde o nascimento até a morte.
Sabidamente, é muito arriscado compartilhar o Evangelho com crianças, pois elas podem cantar um hino ou citar a Bíblia em público, o que é um crime para o regime comunista da Coreia do Norte.
“Infelizmente, na Coréia do Norte, dezenas de milhares de crianças viram suas famílias cristãs serem destruídas pela morte, prisões ou outras tragédias. A dificuldade da vida coreana dividiu inúmeras famílias, deixando marcas profundas nas crianças”, afirma a missão.

Kim Sang-Hwa, que cresceu na Coréia do Norte, compartilhou com os missionários que, quando ela tinha 12 anos, encontrou uma Bíblia dentro de um armário secreto em sua casa. Logo percebeu que era um livro ilegal. Quando ela perguntou aos pais do que se tratava, seu pai lhe explicou algumas das principais crenças do cristianismo. Foi quando ela percebeu que também precisava manter seu segredo.
“Foi a primeira das muitas conversas que tivemos sobre a Bíblia, sobre Deus, Jesus e o evangelho. Ele me contou muitas histórias bíblicas. Mas os meus irmãos mais velhos não tinham o mesmo conhecimento”, lembra Kim.
Ativistas de direitos humanos da Coalizão pela Liberdade da Coreia do Norte compartilharam a dura realidade que as crianças enfrentam no regime ateísta de Kim Jong-un. Em abril de 2017 um grupo de 17 órfãos que tentavam fugir do país foram detidos na China e enviados de volta. Quando descobriram que três deles eram cristãos, foram enviados imediatamente para o local de detenção dos prisioneiros políticos.
Segundo um dos ativistas: “De acordo com a lei norte-coreana, as crianças menores de 18 anos não devem ser tratdos como prisioneiros políticos. Mas, neste caso, eram cristãos ligados a uma igreja ilegal, por isso foram separados do grupo e torturados severamente, enquanto os demais órfãos foram enviados para um campo de reeducação com outras crianças”. Com informações de The Christian Post

Família que pedia orações pela filha no Facebook comemora milagre

Campanha de oração nas redes sociais são relativamente comuns. Mas os pais de Chloe Clark testemunham que Deus usou as redes sociais para levantar um exército de intercessores pela sua fila, que se recuperou milagrosamente de uma grave lesão na cabeça.
“Estamos muito felizes, a cada dia está ficando melhor”, disse Jared, o pai de Chloe. A menina estava brincando, no início do mês, em frente à casa que ele está construindo, no Alabama, quando foi atingida por uma viga de madeira. Ela sofreu uma grave concussão e entrou em coma. Nas últimos semanas, só ficou viva por que foi ligada a aparelhos.
A família de evangélicos começou uma campanha de oração em sua igreja. Depois, criaram a página Pray for Chloe [Ore pela Chloe], onde postaram um pedido de intercessão pela menina que viralizou. Em duas semanas, mais de 1.300.000 pessoas assistiram e a maioria se comprometeu a orar por ela. Os pais dizem que eram milhares de pessoa de todo o mundo, orando e enviando palavras de encorajamento.

Dez dias após o acidente, Chloe acordou do coma, o que os familiares acreditam ser uma resposta a tantas orações. “São tantas pessoas orando e pedindo a Deus pela Chloe. Nós sabemos que isso aconteceu pelo Seu poder e estamos dando a ela toda a glória e honra. Também queremos agradecer a todos que nos apoiaram, afirmou Jared à CBN.
Mesmo com o rosto ainda inchado, ela voltou a sorrir e esta pronta pra ir para casa. Os médicos disseram que a recuperação total deve levar até três meses. Ela fará fisioterapia, mas os pais estão confiantes que não ficarão sequelas.

“Isso mostra o que acontece quando Deus entra na história”, disse Jared. “Quando Deus entra no meio, tudo é possível. Esse é apenas mais um milagre de Deus”.

A família conta que, em determinado momento, os médicos estavam pessimistas.
“Temos um enorme encargo financeiro à nossa frente”, disse Jared. “Mas não estou preocupado com isso. Eu tenho minha filha e isso é tudo o que importa”.
Jared revela ainda que toda essa situação os motivos ainda mais para uma vida de oração. “Minha esposa e eu continuamos dizendo que tudo isso restaurou nossa fé… a história da Chloe apenas prova que a família de Deus ainda é grande e poderosa”.

Eles pretendem transformar a página do Facebook “Pray for Chloe“, que agora tem milhares de seguidores, como um “grupo de guerreiro de oração” para compartilhar as necessidades de outras famílias que passam por emergências e problemas médicos.
“Eu adoraria ver isso crescer e se transformar em um ministério”, disse ele. “Termos a oportunidade de fazer com que milhares de pessoas orem instantaneamente, é algo tão bom. Queremos dividir essa bênção e devolver um pouco, porque recebemos muitas bênçãos”.

 

Alunos cristãos são atacados com facões por recusarem conversão ao islamismo

Vários estudantes cristãos foram espancados e atacados por colega islâmicos portando facões em uma escola de ensino médio em Nairobi, no Quênia, depois de se recusaram a se converter ao Islamismo.
Segundo o site de notícias Morning Star, na escola de Jamhuri alguns alunos muçulmanos se queixaram de discriminação, pois havia espaços na instituição separados para uso de cristãos e muçulmanos.
Uma testemunha explicou que vários desses estudantes muçulmanos vinham tentando forçar os colegas cristãos a recitar o credo islâmico para conversão e passar por rituais de ‘purificação muçulmana’ dia 23 de janeiro, o que gerou um conflito.

“Os que recusaram foram espancados, enquanto outros foram atingidos por golpes de facão”, afirmou. Ele disse ainda que as armas​​ vieram de fora da escola. No final do conflito, 35 alunos ficaram gravemente feridos e tiveram de ser levados ao hospital para tratar cortes e ossos quebrados.
O diretor da Escola de Jamhuri, Fred Awuor, também precisou atendimento médico depois de ser ferido enquanto tentava acabar com a violência.

A escola foi fechada e a polícia investiga quem forneceu armas aos estudantes. O principal suspeito é o grupo terrorista al-Shabaab, que vem estimulando que os jovens quenianos se unam à jihad. No ano passado ocorreu uma série de incidentes violentos em escolas do Quênia, onde cristãos foram mortos.
O maior ataque contra estudantes quenianos ocorreu em abril de 2015, quando 148 alunos foram mortos na Universidade de Garissa.
O al-Shabaab, originário da Somália, é o grupo extremista considerado o mais mortal do continente pelo Centro Africano de Estudos Estratégicos, tendo matado 4.000 pessoas em 2016. Com informações de The Christian Post

Reconheça os seus pecados – Terceira lição de Janeiro = 03

BASE: Lucas 15:25-32

INTRODUÇÃO: 

Esta passagem acima fala da postura egoísta do irmão mais velho em relação ao filho pródigo. Ao invés de se alegrar com a volta do irmão que havia abandonado a família e se entregado aos prazeres do mundo, ele prefere questionar a felicidade de seu pai.

DISCUSSÃO: 

Para confrontar os escribas e fariseus que O condenavam por atender pecadores e comer com eles, Jesus conta a parábola do filho pródigo. Assim como aquele irmão mais velho, nós cristãos, podemos cometer três erros muito graves:

1º – Ignorar a prática do perdão ensinada por Jesus.

2º – Murmurar contra Deus, como fez o povo no deserto liderado por Moisés.

3º – Permitir que a vaidade nos impeça de enxergar os nossos erros.

Jesus contou essa parábola querendo que aqueles ouvintes se identificassem com o filho mais velho, que estava “certo” aos seus olhos, mas estava totalmente errado aos olhos de Deus. Vejamos os três erros cometidos por ele:

1) Ele acusou o seu irmão (versículo 30)

Aos olhos do Senhor, o irmão mais velho errou ao julgar o irmão mais novo. Por causa da escolha do rapaz em pegar a parte da herança e ir para outro país, ele não o considerava mais como um membro da família e o condenava como uma pessoa perdida. O egoísmo tomou conta do seu coração.

O pai, porém, enxergou a situação com sabedoria (versículo 32). Esse ato reflete a misericórdia que Deus tem com os seus filhos. O que seria de Moisés, Davi e Pedro se o Senhor não fosse misericordioso? Assim como o irmão mais velho, erramos quando não sabemos distinguir um pecador perdido de um pecador arrependido. (Mateus 18:21-22).

2) Ele condenou a postura do pai (versículos 28-29)

Se não fosse suficiente ter acusado o irmão, o irmão mais velho cometeu um grande erro ao murmurar contra o pai e reclamar de um suposto tratamento desigual que ele fazia entre os dois filhos. Ele se sentia injustiçado com aquela situação, porém, o pai, fez questão de mostrar a ele que o amava da mesma forma (versículo 31).

A Bíblia conta que os hebreus reclamaram contra Deus no deserto, duvidando se Ele realmente estava presente e se Ele realmente iria cumprir as promessas que havia feito aos seus antepassados, e por causa disso, pagaram um preço muito caro e não pisaram na terra prometida. A Palavra diz que, isso que aconteceu com eles é um alerta para nós não ficarmos murmurando contra Deus (1 Coríntios 10:10-11).

3) Ele se achava justo e perfeito (versículo 29)

Vamos ler a história da parábola do jovem rico, que está registrada em Lucas 18:18-23. Perceberam a semelhança entre os dois? Assim como o rapaz rico, o irmão mais velho se julgava uma pessoa sem erros. No entanto, esse falso senso de justiça própria é muito perigoso.

O terceiro erro deste filho foi acreditar que estava certo. Ele foi soberbo e não teve humildade suficiente para reconhecer que estava errado ao pensar aquelas coisas do irmão, do pai, dele mesmo e, principalmente de Deus. (Provérbios 16:18).

CONCLUSÃO:

Como seres humanos que somos, podemos achar que o erro é sempre do outro. A culpa sempre é do nosso irmão, dos nossos pais, de Deus… De qualquer um, menos nossa! E é exatamente aí que mora o pecado. Ao nos fazermos de vítimas e não reconhecer nossos erros, nos afastamos de Deus e de Sua glória.

A Bíblia mostra que os grandes homens de Deus tiveram, acima de qualquer coisa, humildade. Vejamos alguns exemplos: Moisés: Êxodo 3:11; Gideão: Juízes 6:14-15; Jeremias 1:5; Pedro: Lucas 5; Paulo: 2 Coríntios 12:7-10. Sejamos como eles!

PARA REFLETIR:

. Você tem se recusado a liberar perdão para algum irmão?

. O pecado da murmuração faz parte da sua vida?

. Você tem duvidado da fidelidade e da justiça do Senhor?

. Você acha que os méritos de sua salvação vêm do sangue de Jesus ou de sua justiça própria?

LEMBRETE:

UMA CÉLULA VITORIOSA É AQUELA QUE GERA VIDAS!

Desafiando gigantes – Segunda lição de Janeiro = 02

BASE: 1 Samuel 17:36-37

INTRODUÇÃO:

O capítulo 17 do livro de 1 Samuel nos mostra como Davi, um jovem pastor de ovelhas, derrotou Golias, o gigante guerreiro filisteu que aterrorizava o exército e o povo de Israel. Com uma funda, Davi atirou uma pedra na cabeça do desafiante e, após matá-lo, arrancou a cabeça do inimigo.

DISCUSSÃO:

Contudo, para que Golias fosse derrotado, o jovem Davi teve que passar por outras situações que o ajudaram na tomada de posições e atitudes que fizeram toda a diferença e permitiram que ele desafiasse aquele gigante. É provável que você também esteja lutando contra alguns gigantes, que estão te desafiando em questões financeiras, familiares, de saúde, trabalho, etc. Vamos, então, aprender com Davi a derrubar qualquer um deles:

1) Sempre acredite no livramento do Senhor

Davi acreditava que o mesmo Deus que o capacitou para matar um urso e um leão também o capacitaria diante de Golias; e ele acertou ao acreditar nisso. O Senhor está sempre disposto a dar a vitória àqueles que passam a vida desafiando gigantes em Seu nome. Isso agrada o coração do Pai. Ao permitir que Jesus fosse levado à cruz, Deus entregou em nossas mãos as pedras necessárias para que todos os “Golias” fossem derrubados.

A luta pela qual você está passando é muito grande? Você olha para os lados e não consegue enxergar nenhuma solução? A situação é muito impossível? Lembre-se que a sua vitória é certa, pois já foi conquistada na cruz.

A luta vai passar, o deserto chegará ao fim e você, outra vez, sairá vitorioso dessa batalha. Basta acreditar que Deus pode todas as coisas (Filipenses 4:13).

2) A batalha é do Senhor

Ao afrontar o exército de Israel, Golias não afrontou um exército qualquer; Ele desafiou o exército do Deus vivo! Os filisteus acreditavam que aquele povo era um povo qualquer, mas não era! Aquele era o povo eleito pelo Senhor dos senhores! Da mesma forma, nós somos aqueles que carregam a marca de Jesus e não somos qualquer um. Fazemos parte de um exército cujo Senhor nunca perdeu uma batalha sequer. No dicionário de Deus não existe a palavra derrota!

Quando estiver desafiando gigantes, lembre-se que você não está sozinho, que é muito importante para Deus. Satanás sabe que já foi derrotado pelo sangue de Cristo, mas, mesmo assim, tenta desviar a sua atenção para que você não enxergue a vitória. Ele usa as dificuldades e as aflições para que você desista. Ele usa seus gigantes para confundi-lo, porém, se você se lembrar que o Senhor peleja por aqueles que O ama, Ele vai lutar por você (Deuteronômio 20:4)!

3) Não encare seu problema como um gigante

Ao lermos todo o capítulo 17 de 1 Samuel, podemos notar que, em momento algum, Davi o chamou de gigante; ele sempre se referia a Golias como um filisteu, um homem comum que estava prestes a ser derrotado e degolado. Davi colocou seu adversário no mesmo nível do leão e do urso que havia derrotado antes, o encarou como mais um obstáculo a ser vencido.

Essa postura de Davi nos ensina que não se deve dar maior importância ao problema do que aquela que ele merece. Não o encare como um gigante. Se a prova está diante de você é para que você passe por ela e seja aprovado. Deus já te concedeu muitas vitórias antes, por isso tenha a certeza de que Ele te concederá outras (2 Coríntios 4:17).

CONCLUSÃO:

Se você ainda está olhando somente para o tamanho do seu problema, volte os seus olhos para o céu agora mesmo e lembre-se que existe um Deus que quer lutar no seu lugar. Um Deus que te diz: “atire a pedra, meu filho, Eu te darei a vitória!”. Creia que, pelo sangue do Cordeiro, você poderá continuar desafiando gigantes.

PARA REFLETIR:

. Qual é o maior gigante que você tem enfrentado ultimamente?

. Você acredita que pode derrotar esse gigante? Como?

. Você tem dado ao seu problema uma importância maior do que ele realmente merece?

. Quando um gigante te desafia, você costuma se lembrar que Deus, através de Jesus Cristo, já te deu a vitória?

Lembrete:

DIAS 10 A 13 CONFERENCIA DE AVIVAMENTO.

ORE POR MAIS DE DEUS NA VIDA DE CADA DISCÍPULO.

 

Deus quer te dar um recomeço – Primeira lição de Janeiro 2018 = 01

 BASE: Rute 1:16-17

INTRODUÇÃO:

Certa vez, nos tempos dos juízes, aconteceu uma grande fome na terra. Diante disso, Elimeleque, sua esposa Noemi e seus dois filhos (Malom e Quiliom) deixaram a casa em Belém para peregrinar pelos campos de Moabe. Lá, os rapazes de casaram com duas moabitas (Rute e Orfa).  Porém, os três homens da família morreram, restando apenas as três viúvas. Começou então, um grande drama familiar.

DISCUSSÃO:

Por mais que a família de Elimeleque houvesse errado, Deus não abandou Noemi nem as suas noras e lhes deu um novo começo. Diante desta história, vamos aprender mais sobre a restauração de Deus ao que foi destruído em nossas vidas:

1) As escolhas para o recomeço (Rute 1:5)

Diante daquela tragédia, Noemi tinha duas opções: reconhecer que sua família errou ao deixar Belém (que significa “casa do pão”) contra a vontade de Deus, para se aventurar em uma terra idólatra e voltar para o seu povo; ou então seguir adiante em Moabe, longe dos cuidados do Senhor.

Tenho certeza que você já passou por situação parecida, não é mesmo? Não é nada fácil olhar para trás e ver que tomamos a decisão errada, que escolhemos sair da presença de Deus. Mais difícil ainda é ter que olhar para frente e decidir qual caminho tomaremos para recomeçar.

2) Aprenda a recomeçar, apesar das perdas (Rute 1:5-6)

Logo após a morte dos homens da casa, Noemi ficou desamparada. Não tinha ninguém a quem recorrer. Então, ela toma uma atitude que mudou os rumos de sua vida: ela decide voltar para sua terra em busca do recomeço e pede para que suas noras retornem para suas famílias.

Noemi nos ensina uma grande lição nesse momento: ela teve humildade para reconhecer que havia errado e decidiu voltar ao lugar aonde Deus operava.

3) Aprenda a amar incondicionalmente (Rute 1:11-16)

Enquanto Orfa voltou para os seus familiares, Rute, por amor, abandonou o seu povo e os deuses dos moabitas para acompanhar a sogra (já idosa). Rute decidiu enfrentar uma mudança radical em sua vida, cortando os laços com o passado e até com a sua nação, para seguir com Noemi para Belém. Ela disse: “Aonde fores irei, onde ficares ficarei! O teu povo será o meu povo e o teu Deus será o meu Deus!” (versículo 16).

Esta é, com certeza, uma das maiores declarações de amor e de renúncia encontradas em toda a Bíblia. E é exatamente essa essência que deve caracterizar todos aqueles que decidem recomeçar a vida com Cristo (Lucas 9:62).

4) Deixe Deus te dar um recomeço  (Rute 4: 13-17, Deuteronômio 25:5-10)

Deus disse em Deuteronômio 23:3 que nenhum amonita ou moabita entraria na Sua congregação. Ainda assim, a fé que Rute tinha no Deus de Israel a salvou (mesmo sendo estrangeira e vinda de um povo idólatra). Ela permitiu que o Senhor lhe desse um recomeço e, como recompensa, se tornou mãe de Obede, bisavô de Davi.

CONCLUSÃO:

Quem poderia imaginar que Rute teria um recomeço de vida tão maravilhoso? De estrangeira viúva, ela se tornou integrante da árvore genealógica de Jesus (Mateus 1:5)! Quando Rute passou pelo pior momento de sua vida, ela tinha tudo para voltar para o seu povo idólatra, mas escolheu seguir os caminhos de Deus e, por isso, recebeu uma recompensa muito maior do que poderia imaginar!

PARA REFLETIR:

. Qual é a maior dificuldade que você encontra quando percebe que tomou uma decisão errada?

. Você ama a Deus a ponto de virar as costas para o seu passado e caminhar na direção dEle?

. Você já permitiu que Deus te dê um recomeço? Se não, o que te falta?

 

QUEBRA GELO:

Objetivo: Partilha dos sentimentos.

Desenvolvimento: O ambiente deve ser silencioso. Cada um deve pensar em alguém que lhe seja muito importante, para quem gostaria de dar atenção em todos os momentos, alguém que se ama de verdade, que merece todo cuidado.

Entrar em contato com essa pessoa através do pensamento e refletir sobre os motivos que os tornam tão amada.

(Deixar tempo para interiorização).

Agora cada um vai encontrar a pessoa que realmente tem um grande significado especial na sua vida e é responsável pelos seus sucessos e fracassos.

Cada um, em silêncio, se dirige até uma caixa que o instrutor preparou previamente e olha a tampa. A seguir, volta em silêncio para seu lugar.

Depois se faz a partilha dos próprios sentimentos, das reflexões e conclusões de cada um.

Dentro da caixa, colado na tampa tem um espelho. Para que a pessoa chegue a conclusão que a pessoa que mais merece sua atenção e cuidado é aquela que está refletida no espelho, ou seja: a si mesmo.

Palavra de Deus: Lc 12.1-3 Sl 131

Lembrete:

10 a 13 de fevereiro = Conferencia de Avivamento – PAIXÃO

Será um tempo de investimento na vida de cada discípulo.

 

Pastor Hernandes Dias Lopes conta que sua mãe rejeitou sugestão de aborto e o consagrou a Deus

Um voto sincero, de uma mãe aflita. Essa é a história do chamado ministerial do reverendo Hernandes Dias Lopes, um dos pastores presbiterianos mais conhecidos no Brasil. Em uma entrevista recente, ele contou seu testemunho e disse que sua mãe rejeitou o aborto, mesmo com risco de morte, e o consagrou a Deus.

Dias Lopes concedeu uma entrevista ao canal Jesus Copy e contou que sua mãe o consagrou a Deus e pediu que Ele poupasse sua vida e do bebê para que, no futuro, ele pudesse se tornar pastor. Durante sua infância, no entanto, a mãe nunca contou ao filho sobre esse voto pessoal.

“É uma história muito curiosa. Quando eu estava no ventre da minha mãe, ela morava em uma região muito pobre e não tinha recursos médicos. Ela estava muito doente e um médico foi chamado para vê-la. Ele disse: ‘Essa criança não vai sobreviver’”, introduziu Dias Lopes.

O pastor contou qual foi a decisão de sua mãe: “[O médico disse] ‘ela está muito fraca e a criança em agonia de morte. A única chance que ela tem é tirar a criança’. Minha mãe tomou outra decisão: ‘Não, eu não abro mão dos filhos. Estou pronta para morrer por eles’. Ela fez um voto para Deus”, relembrou.

“’Meu Deus, se tu poupares a minha vida e a de meu filho eu quero consagrá-lo para ser um pastor’. Ela queria que Deus me chamasse e não que eu fosse sugestionado para ir ao seminário”, explicou Hernandes Dias Lopes.

No entanto, o jovem tinha outros planos para sua vida: “Meu desejo de criança era ser advogado e político até os 18 anos. E eu me filiei a um partido, mas com 19 anos Deus pois a mão sobre mim e me chamou para o ministério. Enquanto eu conversava com um presbítero da igreja disse: ‘Quando eu fizer direito, ter uma carreira promissora, eu vou entrar no seminário, fazer teologia. Vou estudar um pouco melhor para servir a Deus’”.

“Ele olhou dentro dos meus olhos e disse assim: ‘Você está querendo dar a sobra para Deus? Deus te quer agora e completo, a sua Juventude’. Então a Palavra entrou como flecha no meu coração eu saí dali plenamente convicto de que Deus me queria para o ministério. E aí a minha mãe me contou essa história que ela já estava orando por isso. Ela disse que nunca deixou de orar todos os dias para que Deus realizasse sua obra em meu coração”, prosseguiu.

A ordenação ao ministério cobrou de Dias Lopes dedicação ao estudo da Palavra e paciência: “Fui para o seminário de Campinas, estudei de 1978 a 1981, e então em 1982 eu fui ordenado ao sagrado ministério pela graça de Deus. Eu só posso dizer para você que nada para mim é mais importante do que ser pastor e pregador do Evangelho. É a coisa mais sublime do mundo”, concluiu.

 

Governo cassa licenças e cristãos da China são obrigados a se reunir em casas para cultuar a Deus

O governo da China tem protagonizado uma das mais intensas cenas de perseguição religiosa aos cristãos do país nos últimos anos. Em um dos casos, os fiéis passaram a se reunir nas casas para cultuar a Deus após as autoridades despejarem a igreja do imóvel onde ela funcionava.

A China é um país de contradições de conceitos: embora seja uma economia capitalista, todo o restante da estrutura de governo é comunista, com inúmeras regulamentações sobre todos os assuntos e interferência do Estado nos mínimos detalhes da vida privada.

De acordo com informações da China Aid, o caso da igreja perseguida na província de Hubei, região central do país, é apenas um dos inúmeros casos registrados mês após mês. Os fiéis da igreja em Yanji se viram obrigados a se dividirem em pequenos grupos para celebrarem cultos domésticos.

Os funcionários do Partido Comunista se recusaram a renovar a autorização para locação de um edifício para a igreja, e como o contrato que vigorava à época estava próximo do fim, os fiéis ficaram sem opções. Há relatos, inclusive, de que a perseguição ganhou requintes de violência, com casos de bombas lançadas contra os cristãos e agressões físicas da parte dos servidores públicos, que chegaram a atirar fiéis na lama para humilhá-los.

A igreja de Yanji recebeu um comunicado do Escritório de Assuntos Religiosos do Distrito de Echeng em dezembro de 2016 proibindo cultos e outras atividades religiosas, como grupos de estudo bíblicos, sob o argumento de que a permissão havia expirado.

Além disso, o governo proibiu a igreja de manter seus programas missionários. A China Aid, uma entidade de apoio à Igreja Perseguida no país e também aos missionários, informou também que as autoridades foram, pouco a pouco, suprimindo os direitos dos cristãos de Yanji, conforme cada uma das autorizações iam expirando.

Ore pelos irmãos da Igreja Perseguida ao redor do mundo, que sofrem na pele, literalmente, todo tipo de cerceamento da liberdade religiosa.

 

Pastor alerta cristãos a se prepararem para o fim dos tempos: “É importante estar pronto”

O fim dos tempos são cada vez mais discutidos entre cristãos, e para muitos estudiosos da Bíblia Sagrada, os sinais de que vivemos em uma época que se encaixa com as profecias são muito claros. Nesse contexto, o pastor Rick Joyner encorajou os fiéis em Jesus Cristo a se prepararem para sua volta.

Joyner é líder da megaigreja MorningStar Fellowship, sediada em Fort Mill, Carolina do Sul (EUA)e com filiais em outros estados. Ele publicou um artigo no site da denominação alertando os cristãos a permanecerem na Palavra de Deus, e estudarem o livro do Apocalipse.

“Saber o que acontecerá não é tão importante como estar preparado para o que acontecerá”, escreveu o pastor. “Não há lugar mais seguro que possamos estar do que em Sua vontade. Podemos conhecer todas as profecias com precisão, mas se não estamos permanecendo n’Ele e fazendo a Sua vontade, podemos estar com tantos problemas como aqueles que não conhecem nada”, acrescentou.

Joyner lembra que os cristãos devem defender a verdade, não importa o quão difícil isso seja e mesmo que atraia a ira da sociedade. Pois, se os seguidores de Cristo fizerem o que é aceitável para a sociedade, farão o que é detestável para Deus.

“O contrário também é verdadeiro: se fizermos o que é aceitável para Deus, estaremos fazendo o que é detestável para os homens. Alguém vai detestar o que estamos fazendo. Quem queremos ser?”, questionou.

“Se estamos tentando conquistar os homens fazendo o que aprovam, eles nunca nos respeitarão o suficiente para nos ouvir de qualquer maneira e perderemos Deus no processo”, ponderou o pastor, contextualizando que o fim dos tempos é caracterizado por escolhas de consequências graves.

“Se permanecermos em Sua justiça, teremos uma paz que o mundo não pode compreender. Isso leva a uma alegria que não depende das condições da Terra. Nunca perca a sua alegria”, concluiu o pastor.

 

A Importância de uma vida Saudável – Pr Gean

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

Uma família feliz – Tiago Brunet

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

Mesmo sob ameaça de prisão, cristãos ensinam a Bíblia a seus filhos na China

Apesar do discurso de liberdade religiosa, o que se vê no país mais populoso do mundo é um aumento da perseguição religiosa, sobretudo contra os cristãos. Este ano, o Partido Comunista da China emitiu um “alerta contra a celebração do Natal”, alegando que os chineses deveriam “resistir à corrosão da cultura religiosa ocidental”. Esse tipo de ação gera diferentes consequências em toda a nação.

As autoridades da cidade de Wenzhou, na província de Zhejiang, já haviam proibido a realização de classes de Escola Dominical nas igrejas desde agosto, mas os cristãos desafiam as ameaças e lutam para que as crianças continuassem aprendendo sobre Jesus e a Bíblia.

Mesmo sabendo que podem ir para a prisão, a opção dos líderes das igrejas da região foi estimular os pais a ensinarem as crianças em casa. Algumas igrejas mudaram os dias e horários das aulas, para fugir das “batidas” policiais. A mensagem de todos é a mesma: não vamos desistir de capacitar a nova geração.

Wenzhou é conhecida como a “Jerusalém da China”, devido à sua grande comunidade cristã. Mas recentemente ficou no centro do conflito entre o governo chinês e o interesse dos pais em oferecer educação religiosa aos seus filhos.

O Partido Comunista, oficialmente ateu, multiplicou nos últimos anos as tentativas de conter a influência da religião, restringindo as manifestações de fé e advertindo contra as ideias “ocidentais” do cristianismo. Contudo, os fiéis da região de Wenzhou acreditam que o partido terá dificuldade em exercer controle sobre a próxima geração de cristãos do país.

“Em minha casa, a fé vem primeiro e as notas ficam em segundo lugar”, disse uma mãe, apelidada de Chen, que prefere ocultar seu nome completo por questões de segurança. Para ela, é importante que as crianças frequentem as aulas bíblicas, pois a educação estatal não fornece orientação moral e espiritual.

“Drogas, pornografia, jogos de azar e violência são sérios problemas entre a juventude de hoje”, disse ela à Reuters. “Não podemos estar ao lado deles o tempo todo, então somente através dos princípios da fé eles vão aprender qual a coisa certa a fazer”.

As províncias de Zhejiang, Fujian, Jiangsu, Henan e a região autônoma da Mongólia Interior impediram que crianças participem de aulas sobre religião, incluindo na Escola Dominical e nos acampamentos de verão.

Em Wenzhou, cuja comunidade cristã foi iniciada por missionários do século XIX, são mais de um milhão de cristãos conhecidos. A partir de 2014, quando uma campanha do governo para demolir igrejas “ilegais” e derrubar suas cruzes gerou atrito das autoridades com os crentes, algo que só vem aumento desde então.

Os livros usados pelas igrejas em classes de Escola Dominical foram visados pela onda de repressão pois frequentemente são textos traduzidos do exterior.

Em setembro, foram assinadas novas leis que expandiram o controle estatal sobre a educação religiosa em todo o país. Escolas cristãs foram fechadas pelas autoridades, sob acusações que promoviam uma “lavagem cerebral” em seus alunos.

As autoridades dizem que as novas medidas são uma tentativa de criar uma “nova geração de líderes religiosos leais ao partido”.

Comunismo X Cristianismo

Wang Zuoan, chefe da Administração Estatal de Assuntos Religiosos da China, afirmou à Reuters que existe uma “necessidade urgente de mais líderes religiosos patrióticos”. Trata-se de uma menção ao comando deles sobre as “igrejas oficiais” onde os sermões dos pastores são supervisionados pelos líderes comunistas e não e pode pregar o evangelho abertamente. Mas para os líderes cristãos das igrejas subterrâneas, o controle do partido sobre a educação religiosa é inaceitável, pois eles colocam a ideologia comunista acima de Deus.

Nas últimas quatro décadas, o número de cristãos na China se multiplicou rapidamente. Os números oficiais dizem que há agora cerca de 30 milhões de cristãos, na maioria evangélicos. Contudo, especialistas acreditam que eles já passam de 300 milhões.

Para a senhora Chen, em Wenzhou, a fé deve ser o pilar da educação, pois ela acredita que os crentes em Jesus voltarão a ser mais numerosos que os ateus na China, como era antes da revolução comunista. “Definitivamente haverá mais cristãos na próxima geração “, disse ela, pois “a capacidade da fé cristã em ser herdada e transmitida” é incomparavelmente maior que os ideais comunistas. Com informações de Reuters

Ministério Público censura supermercado que defendeu o casamento tradicional e juristas evangélicos reagem

A revista da rede Hirota Food Supermercados que exaltava a família tradicional e os valores morais cristãos se tornou alvo de uma ação de censura do Ministério Público, que determinou a suspensão do material sob pena de um processo judicial. Em contrapartida, a Associação Nacional dos Juristas Evangélicos (Anajure) se manifestou repudiando a postura do MP.

A polêmica começou quando ativistas gays protestaram nas redes sociais contra a revista “Cada Dia – Especial Família”, produzida com textos do reverendo presbiteriano Hernandes Dias Lopes e patrocinada pela rede de supermercados, com postura de oposição à homossexualidade, aborto e ideologia de gênero.

No entanto, o Ministério Público entrou na polêmica, motivado pela repercussão nas redes sociais, e notificou a rede de supermercados por considerar o conteúdo “discriminatório”, sem considerar a liberdade religiosa, de crença e de expressão.

Segundo informações do portal G1, o MP quer que o Hirota Food atue para impedir distinção, exclusão, limitação ou preferência que cause discriminação de candidatos a empregos ofertados pela empresa motivados por questões como “gênero, orientação sexual ou por arranjos familiares entre as pessoas”.

“[O MP exige] a plena e efetiva igualdade entre mulheres e homens em seu ambiente de trabalho; que garanta o respeito à liberdade de religião, credo, de gênero e orientação sexual em seu ambiente de trabalho e da mesma forma respeite identidade de gênero, orientação sexual e forma de agir de todas as pessoas”, diz a notificação.

Repúdio

O Conselho Diretivo Nacional da Anajure publicou uma nota no último domingo, 24 de dezembro, repudiando a postura do Ministério Público e da Defensoria Pública do Estado de São Paulo.

A Anajure enfatiza que a distribuição do livreto é parte do exercício da liberdade de expressão e de religião, e garante que o caso será levado aoConselho Nacional do Ministério Público (CNMP) se o MP não recuar da determinação de suspensão da distribuição do material.

“Destacamos que os clientes ou funcionários não foram obrigados a receber a literatura”, afirma a Anajure. “Sublinhamos ainda que o devocionário não tem qualquer natureza regulamentar trabalhista, como um código de conduta, não servindo de orientação às práticas empresariais, sendo apenas um ‘regalo de fim de ano’, tal qual é culturalmente feito por várias empresas, por meio de calendários, marca páginas, agendas, canetas, etc – alguns, inclusive, com menções de cunho ideológico ou religioso”, acrescenta a nota.

“Entendemos que a simples distribuição de uma literatura que afirma o casamento heterossexual e monogâmico como obra da criação de Deus não significa que o supermercado está discriminando aqueles que pensam diferente ou adotam as práticas apontadas no texto”, contextualiza a Anajure.

“Além disso, não significa que o supermercado não contrata ou atende indivíduos que pensem de maneira diferente. Por fim, uma leitura atenta dos textos vai indicar que as mensagens não orientam ou instigam a discriminação de pessoas que não concordam com o seu conteúdo”, conclui o documento assinado pelos membros da associação.

Pare de Ser Roubado – Tiago Brunet

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

Download “Pare de ser Roubado - Tiago Brunet” 08-Pare-de-ser-roubado-Tiago-Brunet.mp3 – Baixado 30 vezes – 17 MB

BENÇÃO OU MALDIÇÃO, A ESCOLHA É SUA – Pr Domingos Jardim

BENÇÃO OU MALDIÇÃO, A ESCOLHA É SUA. (Deuteronômio 30.19)

 

INTRODUÇÃO: A vida é feita de escolhas, e, as nossas escolhas determinam o nosso destino. A Bíblia diz que o povo de Deus é um povo abençoado, mas para viver a cultura da benção, é preciso escolher o caminho da vida, o caminho da obediência ao Senhor, então, as bênçãos virão e nos alcançarão. Existem duas colunas bases para sustentar as promessas da Bíblia: • FIDELIDADE A DEUS • OBEDIÊNCIA AOS MANDAMENTOS DE DEUS. E para que sejamos fiéis a Deus e vivamos em obediência aos seus mandamentos, temos que crer e nos render a Jesus Cristo como nosso único Senhor e eterno salvador. (João 1: 12) (Romanos 10.9,10)

Creio que todos os cristãos preferem a benção do que a maldição. O problema é que nossas atitudes, fruto de nossas escolhas, determinam o que virá sobre nossas vidas, benção ou maldição. O texto bíblico deixa bem claro que a vontade de Deus é que tomemos a decisão certa, que façamos a escolha correta, porque o Senhor Deus quer nos dar a vida plena, e nos abençoar em todas as áreas de nossa existência.

Infelizmente, muitas pessoas que conhecem a Palavra de Deus, fazem a escolha errada, ao pensar que estão aproveitando a vida, curtindo a vida… estão na verdade optando pela maldição, estão escolhendo o caminho da morte eterna. “Será, porém, que, se não deres ouvidos à voz do SENHOR, teu Deus, não cuidando em cumprir todos os seus mandamentos e os seus estatutos que, hoje, te ordeno, então, virão todas estas maldições sobre ti e te alcançarão: Maldito serás tu na cidade e maldito serás no campo. Maldito o teu cesto e a tua amassadeira. Maldito o fruto do teu ventre, e o fruto da tua terra, e as crias das tuas vacas e das tuas ovelhas. Maldito serás ao entrares e maldito, ao saíres.” (Deut. 28.15-19) Deuteronômio 28.15 -49, nos mostra as maldições que virão como resultado da desobediência a Deus e à sua Santa Palavra. Diante disso, quero mostrar-lhes como ter uma vida abençoada. “Se vocês obedecerem fielmente ao Senhor, ao seu Deus, e seguirem cuidadosamente todos os seus mandamentos que hoje lhes dou, o Senhor, o seu Deus, os colocará muito acima de todas as nações da terra. Todas estas bênçãos virão sobre vocês e os acompanharão, se vocês obedecerem ao Senhor, ao seu Deus.” (Deut. 28.1,2)

 

  1. VOCÊ FAZ PARTE DE UM POVO ABENÇOADO

“Vocês serão abençoados na cidade e serão abençoados no campo.” (Deut. 28.3) Os filhos de Deus são diferentes, são abençoados, são herdeiros, um povo separado do mundo, do pecado e do mal. “Antes vocês nem sequer eram povo, mas agora são povo de Deus.” (1 Pedro 2.10) (Rm 8.16,17)

 

  1. SEUS DESCENDENTES SERÃO ABENÇOADOS.

“Os filhos do seu ventre serão abençoados.” (Deut. 28.4) Nós não geramos filhos para a maldição, mas para a benção, não geramos filhos para povoar o inferno, mas para povoar o céu; geramos filhos para Deus, homens e mulheres que manifestam o amor, a graça e a glória de Jesus na terra.

 

  1. SEUS NEGÓCIOS SERÃO ABENÇOADOS.

“Como também as colheitas da sua terra e os bezerros e os cordeiros dos seus rebanhos. A sua cesta e a sua amassadeira serão abençoadas. Vocês serão abençoados em tudo o que fizerem.” (Deut. 28.5,6) Dinheiro justo, santo, abençoado chegará nas suas mãos, fruto de graça de Deus e de seu trabalho árduo. Todo dinheiro amaldiçoado, amaldiçoa o seu dono.

 

  1. VOCÊ SERÁ VITORIOSO DIANTE DOS INIMIGOS.

“O SENHOR concederá que sejam derrotados diante de vocês os inimigos que os atacarem. Virão a vocês por um caminho, e por sete caminhos fugirão.” (Deut. 28.7) Nós não devemos ter inimigos… Mas no momento que você decide ganhar pessoas para Jesus e cuidar bem delas, você passa a ter muitos inimigos no mundo espiritual das trevas, que querem fazer você parar o que está fazendo para Deus, são inimigos da cruz de Cristo.

 

  1. VOCÊ SERÁ PRÓSPERO.

“O SENHOR enviará bênçãos aos seus celeiros e a tudo o que as suas mãos fizerem. O SENHOR, o seu Deus, os abençoará na terra que lhes dá.” “O SENHOR lhes concederá grande prosperidade, no fruto do seu ventre, nas crias dos seus animais e nas colheitas da sua terra, nesta terra que ele jurou aos seus antepassados que daria a vocês.” (Deut. 28.8,11) Creia, com a benção do Senhor nosso Deus, o próximo ano será de conquista em sua vida, você viverá um tempo de bençãos e de restituição. Deus tem prazer em abençoar os seus filhos, Ele gosta de fazer isto, então, prepare-se para viver uma vida abençoada. O caminho da vitória está na fidelidade ao Senhor nosso Deus e à sua santa Palavra.

 

  1. VOCÊ SERÁ SANTO DIANTE DE DEUS.

“O SENHOR fará de vocês o seu povo santo, conforme prometeu sob juramento, se obedecerem aos mandamentos do SENHOR, o seu Deus, e andarem nos caminhos dele.” (Deut. 28.9,10) Santo quer dizer separado, consagrado ao Senhor. Se ouvirmos a voz do Senhor Deus e obedecermos, Ele promete nos proteger e ser inimigo dos nossos inimigos e adversário dos nossos adversários. “Então todos os povos da terra verão que vocês pertencem ao SENHOR e terão medo de vocês.” (Deut. 28.10) “Mas, se diligentemente lhe ouvires a voz e fizeres tudo o que eu disser, então, serei inimigo dos teus inimigos e adversário dos teus adversários.” (Êx 23.22) “Que diremos, pois, à vista destas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?” (Rm. 8.31) Diferente dos padrões do mundo, como filho de Deus, a sua vida, a sua casa, a sua empresa, os seus valores devem ser diferentes. O homem natural não compreende as coisas do Espírito Santo, porque lhes parecem loucura…

 

  1. VOCÊ TERÁ PROJETOS E PLANOS ABENÇOADOS POR DEUS.

“O SENHOR abrirá o céu, o depósito do seu tesouro, para enviar chuva à sua terra no devido tempo e para abençoar todo o trabalho das suas mãos. Vocês emprestarão a muitas nações, e de nenhuma tomarão emprestado. O SENHOR fará de vocês a cabeça das nações, e não a cauda…” (Deut. 28.12,13) Novamente o Senhor relembra as condições para a benção e a prosperidade. “…Se obedecerem aos mandamentos do SENHOR, o seu Deus, que hoje lhes dou e os seguirem cuidadosamente, vocês estarão sempre por cima, nunca por baixo.” (Deut. 28.13) A prosperidade bíblica é fruto de obediência.

 

  1. VOCÊ PRESTARÁ CULTO SOMENTE AO ÚNICO E VERDADEIRO DEUS.

“Não se desviem, nem para a direita nem para a esquerda, de qualquer dos mandamentos que hoje lhes dou, para seguir outros deuses e prestar-lhes culto.” (Deut. 28.14) “Nem para direita, nem para esquerda,” isto é, nem por um caminho nem por outro, mas permanecer firme e inabalável no caminho da vida – Jesus. “Respondeu Jesus: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim.” (João 14: 6) (1 Cor. 15.58) Jesus é o Caminho, a verdade e a vida. Não seguir a falsos deuses e nem prestar culto a qualquer outro, senão ao Senhor nosso Deus, por meio do seu Filho amado, Jesus Cristo. Conclusão O Senhor adverte o seu povo: “Entretanto, se vocês não obedecerem ao SENHOR, o seu Deus, e não seguirem cuidadosamente todos os seus mandamentos e decretos que hoje lhes dou, todas estas maldições cairão sobre vocês e os atingirão….” (Deut. 28.15) O Senhor nosso Deus não divide a sua glória com ninguém, a adoração deve ser exclusiva a Ele, para glória Dele. Seja obediente e fiel até a morte e o Senhor te recompensará. “Seja fiel até a morte, e eu lhe darei a coroa da vida.” (Apocalipse 2: 10).

Que caminho você vai escolher, a benção ou a maldição? Escolha o caminho da vida e da benção.

“Pai da mentira, satanás tenta imitar a obra de Deus”, alerta evangelista Billy Graham

Aos 99 anos, Billy Graham continua exercendo seu ministério a partir de sua casa, ao responder perguntas de leitores de sua coluna no site da Associação Evangelística que leva seu nome, ou de jornais norte-americanos que compartilham os textos do evangelista.

Recentemente, um leitor questionou sobre visões do céu: “Meu tio diz que minha tia teve um vislumbre do céu antes de morrer. Como ele sabe? Talvez ela estivesse apenas tendo uma alucinação. Admito que sou um pouco cético, embora minha tia fosse uma pessoa muito espiritual que lia a Bíblia todos os dias”, disse o leitor.

A partir desse comentário, Billy Graham afirmou que, mesmo sendo incomum, Deus pode privilegiar alguns de seus servos com um vislumbre do céu, e citou o caso de Estevão, o primeiro mártir cristão.

“À medida que as pedras jogadas por seus inimigos caíam sobre ele, Estêvão ‘olhou para o céu e viu a glória de Deus e Jesus de pé à direita de Deus’ (Atos 7:55)”, respondeu Billy Graham, dispensando os argumentos de quem afirma que isso é resultado de alucinações ou reações químicas no sistema nervoso.

“Estou convencido de que, em vez disso, são realmente um vislumbre de Deus na eternidade”, declarou Graham. “Através disto, Deus está lembrando os que estão presentes – e nós também – que a eternidade é real, e Cristo está esperando para nos receber no Céu”, prosseguiu, segundo informações do portal Gospel Herald.

Judeus e cristãos sofrem mais com “crimes de ódio religioso” que muçulmanos, aponta levantamento

Um levantamento realizado pelo Escritório para as Instituições Democráticas e os Direitos Humanos (ODIHR, na sigla em inglês) constatou que os cristãos são os maiores alvos dos “crimes de ódio” resultantes da intolerância e perseguição religiosa ao redor do mundo.

O ODIHR é ligado à Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) e divulgou o relatório anual a respeito do tema, chamando atenção para o fato de que os dados constantes no documento haviam sido colhidos por 125 entidades sociais internacionais ao longo de 2016.

Além da Europa, os dados cobrem também informações colhidas por países da Ásia ocidental, Estados Unidos e Canadá, segundo informações da própria OSCE, que divulgou o relatório em sua página no último dia 16 de novembro, como parte das ações do Dia Internacional da Tolerância.

A despeito do grande alarde feito pela grande mídia sobre um suposto aumento da islamofobia (termo usado para se referir a casos de intolerância religiosa a muçulmanos motivada pelos casos de terrorismo praticado por extremistas adeptos da religião), os dados mostram uma realidade diferente: as maiores vítimas dos crimes de ódio religioso são, na verdade, os cristãos.

O grande questionamento a ser feito à imprensa internacional é, porquê os casos de ataques a cristãos ao redor do mundo são omitidos das páginas de notícia e telejornais, na maioria das vezes. Exceto agências missionárias e portais de notícias dedicados ao público cristão, nenhum outro veículo costuma dedicar manchetes a esses casos.

Embora exista uma paridade nos casos de “ataques violentos” entre vítimas cristãs (106) e muçulmanas (107), nos casos de danos à propriedade que os cristãos sofrem em maior escala. O relatório mostra que 369 cristãos sofreram com o vandalismo em suas casas e comércios ao longo de 2016, contra 185 muçulmanos, nos países listados.

Como o trabalho da OSCE é bastante amplo e voltado a questões sociais em geral, o levantamento também traz números sobre crimes de ódio praticados contra homossexuais, pessoas com deficiência, imigrantes e ciganos.

O documento aponta ainda que o grupo social que mais sofre, em todos os aspectos, são os judeus, pela característica de serem um povo com religião, cultura e etnia próprias.

 

Por que Cristo Nasceu

Por que Cristo Nasceu

Ele nasceu para cumprir o propósito divino de resgatar a Humanidade

Ao longo de toda a história, Deus sempre fez alianças com a humanidade. Em todas elas, Deus mostrou que o seu propósito maior era resgatar a humanidade para si. Deus promete um redentor, o presente maior, a boa nova, que viria com o objetivo de resgatar a humanidade. Para tanto, houve a necessidade de Jesus despir-se da sua glória, encarnar-se e viver no meio de nós. Com o seu nascimento, Deus faz a última e definitiva aliança com a humanidade. Deus apresenta aquele que já vinha sendo anunciado pelos profetas, como o Deus Maravilhoso, Conselheiro, o Deus Forte, o Pai da Eternidade, o Príncipe da Paz ! O filho de Deus vem então com o propósito de resgatar a humanidade!

Ele também nasceu para ensinar a humanidade, tendo como conteúdo o Reino de Deus. Jesus nasce com objetivo de implantar o Reino de Deus entre nós. Reino esse que não consiste no comer ou beber, mas na justiça, na paz, e na alegria do Espírito Santo. Jesus nos apresenta um reino que não é desse mundo, mas que é vivido no já e no agora. Um reino que é do futuro, mas que também é bem presente entre nós. Quando somos embaixadores desse reino, estamos assumindo o ensino de Cristo, estamos dizendo ao mundo que aprendemos aquilo que Jesus nos ensinou. Declaramos também enquanto igreja, que o reino de Deus não consiste somente em palavras, mas em poder.

Ele nasceu ainda para ser a manifestação viva e reveladora do Pai.

Embora seja Deus, Jesus Cristo nasceu a fim de salvar pecadores condenados à morte eterna. É ele quem revela o Pai; “Se vêem a mim, vêem ao Pai; Eu e o Pai somos um; Credes nas obras para que saibais e entendais que o Pai está em mim e eu nele”. Assim notamos que a Bíblia testifica que Jesus Cristo é Deus. Ele revelou o Pai através da sua santidade, pois ele era santo e sem pecado. Suas ações demonstravam sua obediência ao Pai. Ele também demonstrou o amor do Pai. Um amor que flui ( Jo 14:21 ) para o ser humano que tanto necessita. O Jesus que nasceu é aquele que em tudo dependia do Pai. É aquele que orava pedindo ao Pai que transformasse uma situação de morte em situação de vida. Jesus nasceu então para ser a manifestação viva , presente e reveladora do Pai, o Deus Emanuel! Que possamos ter consciência do porquê de Jesus ter nascido. Assim poderemos estar mais preparados para responder aos outros a razão da nossa fé. Que Deus nos abençoe!