Conflitos que destroem

…eis que o pecado jaz à porta; o seu desejo será contra ti, mas a ti cumpre dominá-lo. v.7

O super-homem do filósofo alemão Nietzsche, de fato, se aproxima mais do Batman: um homem comum que com seu cinto de utilidade pode fazer quase qualquer coisa. E tudo o que possui em sua Batcaverna é invenção sua. Também podemos agir assim e, com nossos aparatos especiais, pensar que controlamos as adversidades, nos achando sábios o suficiente para não dependermos de ninguém.

Esse era o sentimento de Caim: autodeterminação, independência, quase onipotência. Embora Abel, por ser mais novo, não possuísse o direito sucessório, sua vida consagrada a Deus representava ameaça e crítica, sem palavras, à arrogância de Caim. Isso gerou em Caim um conflito com Deus. Em sua ira, só se preocupava em impedir que a oferta de Abel fosse novamente aceita.

Jesus considera assassino tanto quem mata quanto quem odeia (Mt 5:21,22), pois o sentimento que está por trás deles é o mesmo: eliminar a concorrência. Matamos as pessoas quando não queremos vê-las, não as perdoamos, e em nosso interior lhes desejamos o mal.

Deus alertou Caim para controlar os maus desejos em seu coração (vv.6,7). Se não queremos ser transformados, forçamos o mundo a se ajustar a nós e vemos todos como culpados de nossa dor.

Não adianta termos uma religião que cumpre todas as obrigações, mas que não gera transformação. Esse culto Deus não aceita. Espírito Santo, há tanto de Caim em meu ser. Entra em meu coração e transforma-me.

PRONTIDÃO NO OUVIR A DEUS E OBEDECER A SUA VOZ – Quarta semana de setembro

Texto: Tiago 1:19 (ORE ANTES DE MINISTRAR).

Introdução: Os nossos ouvidos estão sempre prontos a ouvir as coisas externas:

• tv; • filmes; • vídeos; • rádio; • Internet; • fofocas.

E a voz de Deus, será que temos ouvido e praticado?

1) Todo homem seja pronto para ouvir, Tg. 1:19: O homem deve estar pronto para ouvir e tardio em falar e irar-se. Nesta passagem, Tiago quer que sejamos prontos para ouvir, mas não só a voz dos homens, mas também a de Deus. Como Samuel disse: “fala Senhor porque o teu servo ouve” 1 Sm. 3:9-10. Lemos em Isaías 1:19: “Se quiseres e me ouvires comereis o melhor desta terra”.

2) Deus se manifesta de diversas maneiras: 2.1 – visão aberta (andando pela rua a qualquer hora do dia pode-se ter visões): 2Rs. 6:17; 2.2 – através de sonhos: Mt. 1:20; 2.3 – mediante a palavra: Rm. 10:17.

Conclusão: todos devem estar prontos a ouvir a Deus, pois ele se manifesta de diversas maneiras. E também deseja se manifestar em nossas vidas.

 

Igreja de Atos 3 – Unção e Poder – Terceira semana de setembro

Palavra
Objetivo: Mostrar como a unção de Deus é derramada sobre a vida dos seus filhos.

Contexto:

A unção que havia sobre os apóstolos foi o cumprimento da promessa de Jesus (At. 1:4) e conseqüência de fé e obediência.Os milagres e maravilhas que os apóstolos realizavam eram devido ao poder sobrenatural do Espírito Santo que havia descido sobre eles. (At. 2:4)Unção e o poder impulsionam e capacitam as pessoas a levarem as boas notícias do Evangelho. (Is. 61:1) (At. 1:8)O Espírito Santo é o único que pode curar as feridas da alma.Só a unção do Espírito Santo é capaz de liberar os escravos do pecado e os que estão vivendo oprimidos pelo inimigo.A unção restaura vidas (Is. 61:2, 3), consola (Jó. 14:18) e derrama alegria e paz (Jó. 14:27).

Conclusão: A obra do Senhor só pode ser realizada com unção e poder do Espírito Santo. Ter unção é contar com o respaldo de Deus para que Sua vontade seja feita em sua vida.

Aplicação: A unção e o poder do Espírito Santo são para todos aqueles que crêem, obedecem e apropriam-se da promessa de Deus.

 

Dica de quebra-gelo
Objetivo: Estimular a participação de todos por igual nas reuniões e evitar interrupções paralelas.

Desenvolvimento: O coordenador apresenta um tema a ser discutido pelo grupo. Baseado nesse tema, cada integrante tem trinta segundos para falar sobre o assunto apresentado, sendo que ninguém, em hipótese alguma, pode ultrapassar o tempo estipulado, ao mesmo tempo em que os outros integrantes devem manter-se em completo silêncio.
Se o comentário for concluído antes do término do tempo, todos devem manter-se em silêncio até o final desse tempo. Ao final, o tema pode ser, então, debatido livremente.

Conclusão: Sabemos respeitar e escutar (e não simplesmente ouvir) a opinião dos outros? Conseguimos sintetizar nossas opiniões de maneira clara e objetiva?

 

Frase para o líder
Liderar é a arte de construir relacionamentos com valores nobres e sobre bases sólidas!

Alfredo Martini Júnior

A Igreja de Atos 2 – Primeira semana de setembro

Palavra
OBJETIVO: Levar cada participante a entender o que realmente significa o temor ao Senhor.

CONTEXTO:

A Igreja de Atos crescia, dia a dia, porque eles estavam entendendo o que era o temor ao Senhor. (v. 43)

Temor não significa medo ou terror. Quem teme ao Senhor tem uma correta relação com Deus (de submissão e reconhecimento de sua autoridade).Temer o Senhor é desenvolver uma relação baseada em reverência e respeito por Deus e seus mandamentos.Muitos têm tido uma vida cristã frustrada porque não entendem este princípio (continuam governando suas próprias vidas).

A Bíblia nos ensina que o temor é o princípio da sabedoria. (Pv. 9:10).À medida que o homem passa a temer ao Senhor, começa a obedecer e praticar a Sua Palavra permite então que Ele transforme o seu coração e todo o seu ser.Assim, a vontade de Deus começa a ser manifesta na vida dessa pessoa e ela passa a andar no Seu propósito.

CONCLUSÃO: Quando temos um encontro real com Deus e decidimos nos submeter à sua autoridade (por temor), entramos em um novo nível de relacionamento com o Senhor.

APLICAÇÃO: Aceite o desafio de submissão e temor e comece a experimentar o verdadeiro senhorio de Cristo sobre a sua vida.  “Sujeitai-vos. Chegai-vos a Deus, e ele se achegará a vós.” Tg. 4:7, 8.

Dica de quebra-gelo
Objetivo: Mostrar que Deus não vê a matéria, mas sim a disposição do coração.

Material usado: Papel e Caneta

Dinâmica: Entregue um papel e uma caneta a cada participante
Peça-lhes que desenhem nesse papel como se veem. Estabeleça um tempo de 5 minutos.
Em um primeiro momento, pode haver certo impasse. Diga-lhes que não é nada artístico, mas, apenas uma forma de auto visão, e com isso as pessoas vão se soltando e começam a desenhar.
Após terminarem, peça para cada um analisar seu desenho e ver se realmente se parecem com ele; vão notar pouquíssima semelhança, pois, não são desenhistas profissionais e às vezes até se decepcionam.
Ao final explica-se o objetivo: Mostrar que independente de como nos vemos, se bonitos ou feios, se gordos ou magros, se brancos ou negros, Deus não nos vê assim.
Deus vê o coração e a disposição para com Ele e sua obra.
Ninguém consegue desenhar o que realmente é, mas Deus sim!

Aplicação: Pergunta: Como está seu coração?

 

Frase para o líder
Um líder que só se preocupa com sua autoridade e sua posição provoca aversão e abandono de seus súditos.

Helgir Girodo

Filhos da Fé – Pr Paulo Jr Borges

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

Download “Filhos da Fé - Pr Paulo Jr. Borges” FILHOS-DA-FÉ-.mp3 – Baixado 7 vezes – 58 MB

Igreja faz culto ao ar livre após templo ser destruído em incêndio: “Deus tem um plano”

Um incêndio que terminou destruindo completamente o templo da Igreja Batista Missionária, na Carolina do Norte, Estados Unidos, está colocando à prova a fé dos membros da congregação, ao mesmo tempo que está provando a providência de Deus diante das adversidades, mediante a mobilização de toda a comunidade cristã.

Segundo informações do site WAY 31, o prédio foi destruído pelo fogo na última terça-feira (21). Até agora não foi descoberto um motivo aparente para explicar a origem do incêndio. Ninguém estava no templo no momento em que o acidente aconteceu.

“Eu preciso liderar esta igreja, mas estou lutando e orando, pedindo a Deus por graça suficiente para nos levar para fora daqui”, disse o pastor da congregação, Daryl Ross. Ele disse que ainda está se recuperando do choque, uma vez que, segundo o Corpo de Bombeiros, nada do templo poderá ser recuperado, nem mesmo partes da estrutura.

O pastor entende que alguns acontecimentos não carecem de uma explicação espiritual, mas que todos estão sob o controle de Deus. “Ele [Deus] não colocou isso sobre nós para nos punir, as coisas simplesmente acontecem”, disse o pastor, ressaltando que a falta de um espaço físico não impedirá a reunião dos membros.

“Eles sempre me perguntam ‘pastor, podemos nos reunir lá fora?’. Portanto, se o tempo permitir, teremos um culto aqui, do lado de fora. Haverá 125 pessoas esperando para ouvir a Palavra de Deus”, disse Ross, referindo-se aos membros.

A comunidade cristã, tanto os vizinhos da igreja quanto líderes de outras denominações evangélicas estão se mobilizando para ajudar a Batista Missionária, como explicou o diácono Tom Ellenburg. Segundo ele, igrejas situadas da região de de Cullman County já entraram em contato oferecendo seus templos.

“Uma igreja, na verdade, construiu recentemente um novo santuário. Seu antigo santuário não está mais sendo usado agora. É a Union Hill Methodist Church”, disse Ellenburg, citando uma alternativa para os membros da Missionária, que foi fundada em 1857 e já estava na quarta geração de templo construído no local.

Para os membros, o mais importante é compreender o que Deus fará a partir de então. Eles tentam enxergar com esperança o acontecimento, certos de que haverá providência. “Mesmo que não possamos ver, eu sei que Deus tem um plano e Ele vai cuidar de nós, independentemente de qualquer coisa”, disse  Katie Beam, uma das fiéis.

 

Famílias cristãs iraquianas estão retornando ao lar

Quase nove mil famílias já retornaram para suas cidades e vilarejos na planície de Nínive. A maioria para as cidades de Qaraqosh (5700 pessoas) e Bartella (1290). Mais de mil casas já foram restauradas até o final de julho.

Ainda há muito trabalho a ser feito e a reforma da infraestrutura é um processo lento. Os investimentos são altos, porém ajudariam a estimular a economia local, fazendo com que floresça novamente.

Além dos episódios de guerra e da perseguição religiosa, agora os cristãos que voltaram para a planície de Nínive precisam lidar com a falta de emprego. O parceiro da Portas Abertas que atua na região, precisa de estratégias para dar início a novos negócios que possam gerar trabalho e rentabilidade.

As igrejas também necessitam de recursos para motivar os jovens a continuar nas cidades e vilas. A Portas Abertas pede orações pelos cristãos iraquianos e para os parceiros e líderes locais que estão envolvidos nesse processo.

 

15 pastores mortos e pelo menos 19 igrejas destruídas por islâmicos na Etiópia

A situação dos cristãos na fronteira da Etiópia com a Somália se agravou muito este mês. Relatórios iniciais apontam que 15 pastores foram mortos e pelo menos 10 igrejas ortodoxas queimadas ou vandalizadas, além de nove igrejas evangélicas destruídas. O número de mortos pode chegar a 50 na região.

O patriarca Matias e o Sínodo da Igreja Ortodoxa Tewahido da Etiópia fizeram uma campanha de 16 dias de jejum e oração, clamando por paz. O primeiro-ministro etíope, Abiy Ahmed, visitou a área e prometeu agir.

Embora o governo fale em “conflitos étnicos”, os ataques aos cristãos partiram das milícias Liyu, formada por muçulmanos que querem a independência do que chamam de “território Somali da Etiópia”. Com mais de mil quilômetros de extensão, é uma zona de conflito por terras de pastoreio e petróleo.

Por conta do conflito armado político/religioso, cerca de um milhão de pessoas já abandonaram a área desde abril.

O World Watch Monitor, que acompanha casos de perseguição aos cristãos em todo o mundo, relata que em junho, 20 cristãos foram mortos na região fronteiriça. O motivo dos ataques foi porque cristãos se opuseram à instalação de um monumento em homenagem a um proeminente líder muçulmano.

“Tensões semelhantes estão ocorrendo sob a superfície em outras partes do país”, disse a fonte do World Watch Monitor. “Nós sabemos de lugares onde os muçulmanos expulsaram os cristãos de suas casas. E embora esse seja tratado como disputa étnica por alguns meios de comunicação e observadores, é claramente uma questão religiosa”.

 

Desacreditado pelos médicos, artista vence doença e prega evangelho

O mineiro Gabriel Soares, 20 anos, nasceu com uma doença na coluna. Segundo os médicos ele jamais teria uma vida normal. Atualmente, porém, ele tem evangelizado pelas redes sociais depois de escrever 26 livros, gravar um CD e atuar como artista plástico.

Em entrevista ao programa “Noite & Cia” da Rede Super, ele contou sobre sua trajetória e deu detalhes sobre como venceu a doença. “Eu nasci com as pernas coladas no peito e não enxergava. Mas Deus veio fazendo uma transformação. Na verdade, eu não sei nem explicar como tudo aconteceu”, ele iniciou.

“O médico desenganou”, disse. Mas depois de passar por sete cirurgias, do nascimento até os dez anos de idade, Gabriel disse que “Deus vem fazendo a obra na família”, se referindo aos familiares que observaram “seu milagre”, como ele descreve.

Para a minha transformação não existe explicação

De uma criança com sérios problemas físicos, que enfrentou até mesmo uma microcefalia, Gabriel passou a ser um jovem de relevância para o seu tempo. Além de atuar como cantor e compositor, ele também é locutor.

Sobre o preconceito das pessoas, ele diz: “Independente de ter alguma deficiência ou não, sempre haverá preconceito por alguma coisa. Às vezes, as pessoas olham diferente, mas eu nunca me deixei abater por isso, sempre superei e sempre fui feliz”.

Ao ser questionado sobre seu encontro com Cristo, Gabriel revelou que primeiro passou por momentos difíceis e que se envolveu até mesmo em vícios. “E foi o período em que eu tive mais intimidade com Deus”, ele revela.

Planos para o futuro

Atualmente, Gabriel tem planos de fazer cinema, está namorando firme e já pensa em se casar. “O meu sonho é fazer evangelismo pra fora do Brasil, mas por enquanto, estou evangelizando pelas redes sociais”, conta.

“Eu sempre me ajoelho e peço a Deus que me dê capacitação pra trazer transformação e mostrar a realidade das coisas”, disse o artista. “Que eu possa mostrar como a pessoa pode superar as dificuldades da vida, confiando sempre em Deus”, ele conclui.

Estátua de Satanás é inaugurada ao lado de monumento aos 10 Mandamentos

Adoradores de Satanás estão lutando na justiça americana pelo reconhecimento como uma prática religiosa igual ao cristianismo. Nesta quinta (16), eles conseguiram permissão judicial para colocar uma estátua de bronze de Baphomet, um dos símbolos mais conhecidos do satanismo.

A escultura ficará em frente à sede do governo do Estado de Arkansas, na capital Little Rock. Financiada pela organização Templo Satânico, a estátua seria um protesto contra um monumento aos Dez Mandamentos que já se encontrava no local.

Medindo cerca de 2,5 metros, o ícone da criatura com rosto de bode sentada em um trono e ladeada por duas crianças ficará em frente ao Capitólio temporariamente. Contudo, seus idealizadores entraram com processos para que seja uma exibição permanente, pois deveriam usufruir os mesmos direitos de liberdade religiosa que as demais formas de culto.

A co-fundadora do Templo Satânico no Arkansas, Ivy Forrester, argumentou ao Independent: “Se você concorda com um monumento religioso em local público, então deve permitir outros. Se você não concordar com isso, então não deveríamos ter nenhum.”

Obviamente, a estátua representando Satanás gerou protesto da comunidade cristã, enquanto Jason Rapert, um importante político conservador classificou a imagem de “ofensiva” e prometeu lutar para que ela seja retirada. Ele foi o autor do projeto que permitiu a colocação de um monumento com os 10 Mandamentos no mesmo local.

Rapert disse que respeita os direitos de todos praticarem sua religião, mas acredita que o Templo Satânico é formado por “extremistas”.

Além dos satanistas, um grupo de ativistas ateus também participou da inauguração da estátua nesta quinta-feira diante do Capitólio. Vários oradores fizeram discursos, argumentando que o monumento bíblico ao lado violava a separação entre Igreja e Estado.

Cerca de 150 pessoas participaram do evento do Templo Satânico. Havia um grupo menor de cristãos protestando a alguns metros de distância, segurando cartazes com versículos da Bíblia e cantando hinos.

 

Enfermeira demitida por dar Bíblias aos pacientes ganha processo contra hospital

A enfermeira Sarah Kuteh foi demitida do Hospital Darent Valley, Inglaterra, dois anos atrás, acusada de “impor sua religião aos pacientes”. Afirmando estar sendo injustiçada, ela processou o Conselho de Enfermagem do Reino Unido e venceu.

Agora a profissional poderá voltar ao seu antigo posto. “Isso me traz muita alegria, porque amo a minha profissão”, comemora.

Durante os meses em que lutava na justiça pela reparação, Kuteh teve o apoio da ONG Christian Concern, que ofereceu-lhe advogados e acompanhou o caso.

Em junho de 2016, o órgão federal Serviço Nacional de Saúde, apresentou uma denúncia, alegando que havia queixas de pacientes. Ela alegou que perguntar a religião das pessoas fazia parte de um questionário padrão. Kuteh ressalta que apenas se oferecia para orar pelos doentes e distribuiu Bíblias aos interessados, sempre respeitando os que não aceitavam falar sobre fé.

Mãe de 3 filhos, a enfermeira estava no mesmo hospital desde 2007. Mesmo com 15 anos de profissão, ela disse que teve dificuldades para encontrar um novo emprego, pela maneira como seu caso foi conduzido.

Em 2016, ela foi advertida formalmente sobre seu comportamento, mas não esperava a demissão. “Recebi uma carta dizendo que eu poderia falar sobre religião com os pacientes, mas apenas se eles me pedissem”, reclama Sarah. “Eu sempre perguntei aos meus pacientes se eles se sentiam à vontade para falar do assunto. A maioria dizia que sim”.

Quando perdeu o emprego, ela emitiu uma nota, onde questionava: “Como falar sobre Jesus pode causar problemas a qualquer pessoa?”. Também lamentava o fato que a Inglaterra não parecia mais permitir a livre expressão religiosa.

Durante a última audiência do Conselho de Enfermagem, em julho, a supervisora ​​de Kuteh a descreveu como “uma enfermeira amável, atenciosa, honesta e amigável” e “uma valiosa integrante da equipe”.

Agora que terá condições de voltar a desempenhar sua profissão, explica que será mais cuidadosa ao abordar o tema com os pacientes, mas não negará sua crença em Jesus. Com informações Express

Muçulmanos encontram Jesus na peregrinação a Meca

Neste domingo, mais de dois milhões de muçulmanos vindos do mundo inteiro deram início ao Hajj, peregrinação anual a Meca, Arábia Saudita, considerado o local mais sagrado do islã. Um missionário que trabalha no Oriente Médio revela que entre esses islâmicos praticantes, alguns estão vendo a Jesus em sonhos e se convertendo.

Perry LaHaie, da Missão Frontiers, explica que o Hajj acontece ao longo de cinco dias, com milhões de pessoas circulando a Caaba, um cubo negro que acreditam ser a “casa de Allah”.

O missionário divulgou testemunhos sobre as inúmeras histórias que tem ouvido sobre como “Deus está usando o Hajj para revelar aos muçulmanos a verdade da Bíblia e de Jesus Cristo”. Isso ocorreria através de sonhos, algo muito forte dentro da cultura oriental.

“Uma mulher chamada Adila teve vários sonhos com Jesus e foi conversar com seu imã sobre isso. O líder islâmico afirma que Allah a está ‘favorecendo’ e que ela deveria participar do Hajj. Quando ela dá a primeira volta ao redor da Caaba, perto do meio-dia, vê Jesus em pé sobre a rocha sagrada. Ele diz: ‘Leia o livro [Bíblia] Eu te amo, eu morri por você, leia o livro”. Segundo o missionário, Adila obedeceu e agora está seguindo a Jesus.

Outro testemunho é de um casal vindo da Turquia, Ali e Zehrav. O marido, Ali, era um alcoólatra que batia em sua esposa na frente de seus filhos. Alguns anos atrás, tentando mudar de vida, decidiu procurar a ajuda de Allah no Hajj.

“Ele esperava que assim se tornaria um muçulmano devoto. Ele não queria mais machucar sua família. Na sua primeira noite em Meca, Jesus apareceu-lhe em um sonho dizendo: ‘Você pertence a mim.’ Quando acordou, Ali ouviu novamente a voz de Jesus: ‘Você pertence a mim”, revelou o missionário.

LaHaie destaca que “Foi só o começo. A transformação de vida dele depois de um tempo inspirou toda sua família a seguir Jesus. Hoje em dia, Ali e Zehra estão pastoreando uma igreja.”

Para o missionário, os cristãos deveriam intensificar suas orações nesse período, clamando que mais islâmicos se convertam através de experiências sobrenaturais em áreas onde os obreiros cristãos não podem pregar o evangelho.

Perseguição aos que abandonam o Islã

O Centro Saudita para a Comunicação Internacional revelou que peregrinos muçulmanos continuam chegando a Meca. A contagem oficial já ultrapassou dois milhões e os maiores contingentes são do Egito, Índia, Paquistão, Bangladesh, Sudão e Jordânia.

Como é um dos cinco pilares do Islã, todos os muçulmanos que são capazes de fazer a peregrinação são estimulados a visitar a cidade sagrada pelo menos uma vez na vida.

Ao mesmo tempo, na Arábia Saudita os cristãos são proibidos de praticar livremente sua fé e os não-muçulmanos sequer podem entrar em Meca. Aqueles que abandonam o islamismo são chamados de ‘apóstatas’ e sofrem perseguições podendo ser, inclusive, condenados à morte.

A Missão Portas Abertas coloca a Arábia Saudita como a 12ª pior nação em seu ranking anual de perseguição cristã. Com informações Christian Post

Pregação sobre inferno gera pânico em passageiros de metrô, em Valência

Nove homens foram presos no sábado à noite, logo após pregarem mensagens sobre o pecado e o inferno dentro do metrô em Valência, Espanha. Os detidos foram identificados como evangelistas alemães, entre 19 e 37 anos.

Eles entraram no metrô com mochilas e uma grande cruz e começaram a pregar com megafone. As frases que mais causaram impacto foram: “Este metrô está cheio de pecados, drogas e álcool”, “nós pecadores, vamos morrer” e “vamos queimar no inferno”.

Os evangelistas também distribuíram panfletos e falaram sobre diversos assuntos, entre eles a questão das drogas e a vida religiosa. Muitas pessoas começaram a gritar, possivelmente confundindo os evangelistas com terroristas, especialmente ao ouvir a palavra “morte”.

Vendo a confusão, o condutor parou o metrô e muitos dos passageiros desembarcaram. Segundo o jornal La Vanguardia, uma jovem ficou levemente ferida ao tentar descer. Agentes policiais levaram os nove homens que estavam evangelizando para a delegacia.

O caso está sob os cuidados do Tribunal Superior de Justiça da Comunidade Valenciana e pode ser considerado crime de desordem pública. Além disso, os acusados terão de pagar uma multa de 12 mil euros para sair da prisão. Com informações ABC

É TEMPO DE VIGIAR – QUARTA SEMANA DE AGOSTO 2018

Texto: Mateus.26:41 (ORE ANTES DE MINISTRAR).

Introdução: Se não vigiarmos nos tornaremos presas fáceis para nosso inimigo (diabo), para o mundo, e até para a nossa carne . Nossa vitória, libertação e sucesso na vida espiritual depende da nossa vigilância constante. Porque Vigiar?

1º) Porque a Palavra de Deus nos fala que estamos vivendo dias difíceis. 2Tm. 3:1; Mt. 24:12;

2º) O Senhor Jesus ao chegar junto de seus discípulos viu que eles não estavam vigiando. Mt. 26:40;

3º) Precisamos vigiar porque temos um inimigo que anda ao nosso derredor procurando legalidades para nos destruir. IPe. 5:8-9;

4º) A visão celular requer de nós muita oração e vigilância, pois é uma visão de Excelência, uma visão nobre, que nos fará conquistar a Nação para o Senhor Jesus. Dt. 28:1, Sl. 2:8 e At. 1:8;

5º) Como eu estou agora? Vigiando ou Dormindo? Os discípulos estavam dormindo e ficaram sem resposta. Qual será a minha resposta ao Senhor Jesus? Mt. 26:40;

6º) É hora de despertarmos do sono espiritual, se quisermos experimentar um verdadeiro avivamento em nossas vidas, porque a noite é passada e o dia é chegado. Rm. 13:11-12; Mq. 2:10;

7º) Não podemos deixar a carne nos dominar, bem como o sono espiritual, a preguiça, o desânimo, os desejos desenfreados. IJo. 2.15-17, Ef. 5:14;

8º) Nosso sucesso depende somente de nós mesmos, o que vamos fazer? Avançar ou Retroceder? Hb. 10:38-39.

Conclusão: Precisamos vigiar para não cairmos em tentação, pois a “carne” sempre foi um dos maiores problemas que o cristão enfrenta. Devemos lutar para andar no Espírito.

AS TRÊS COLUNAS BÁSICAS NA IGREJA PRIMITIVA – TERCEIRA SEMANA DE AGOSTO

Palavra
OBJETIVO: Levar as pessoas a terem êxito nos seus relacionamentos.
1ª Coluna: O ministério da Palavra Atos 6:7 – Crescia a Palavra entre eles.
Consequências: Multiplicação dos discípulos.  A intimidade com Deus leva a pessoa a um nível maior da revelação de Deus.Resultados: Maturidade – Melhor entendimento – Maior crescimento espiritualAumenta o número de discípulos – Mais graça, mais unção.  Jesus declarou que a glória da 2ª casa seria maior do que a 1ª, nós somos a glória da 2ª casa (Ageu 2:9).  Toda igreja primitiva crescia poderosamente pela Palavra.
2ª Coluna: A vida de Intercessão.
Atos 12:5. Contínua oração.O povo da igreja primitiva se movia em constante oração.  O anjo foi lá no cárcere e tirou Pedro de lá.Há muitas pessoas que estão presas no cárcere da vida: vícios, adultérios, prostituição, e toda sorte de pecados, e a igreja precisa INTERCEDER por elas.
INTERCESSÃO – É clamar intensamente, é gemer a Deus pelas pessoas.
3ª Coluna: Vida de Comunhão
Atos 2:42 – A comunhão e relacionamento com as pessoas nos leva ao êxito.Consequências: seremos conhecidos como discípulos de Cristo, através do amor que transmitimos as pessoas.Resultados: Conquistaremos nossa cidade e nação.
EXEMPLOS:
Pessoas que tiveram dificuldades de relacionamentos (comunhão):
Eva: Adão –  muito ocupado, esposa em 2ª lugarElias – Depois de destruir o altar de Baal se esconder na caverna.
Pessoas que davam importância ao relacionamento:
Paulo – 2 Tm. 4-9:13, conhecia a bênção do relacionamento
APLICAÇÃO: Deus quer uma igreja que se relacione com Ele e com o próximo.

 

Dica de quebra-gelo
Objetivo: Socializar, integrar, perceber a necessidade de assumir compromissos, crescer, valorizar-se.
Material: Nenhum
Número de participantes: Grupo de, no mínimo, 10 pessoas.
Desenvolvimento: Forme um círculo, todos de mãos dadas. Oriente cada um para observar bem quem está ao seu lado direito e ao seu lado esquerdo – “Não pode esquecer, nem trocar!” Peça ao grupo que solte as mãos e caminhe livremente pela sala, procurando cumprimentar pessoas diferentes daquelas que estavam ao seu lado. Depois peça que parem onde estão.
Peça que cada um procure, sem sair do lugar, dar a mão novamente a quem estava à sua direita e à sua esquerda (quanto mais confusa for esta parte melhor). No final, deve ter um amontoado de gente.
Agora a brincadeira começa: O objetivo é, sem soltar as mãos, voltar a ter um círculo no centro da sala. O grupo deve, conversando entre si, determinar quem passar por baixo de que braços, e por cima de outros braços, até que o círculo fique completo.
Podem se formar vários grupos, e fazê-los competir entre si (quem termina mais rápido, quem termina certo, etc).

A UNÇÃO FAZ TODA DIFERENÇA – Segunda semana de agosto 2018

Palavra
OBJETIVO: Levar as pessoas a saberem que Deus tem uma unção muito maior, do que pensamos e podemos ter.
CONTEXTO: Saul sai atrás de algo que era muito precioso para ele, seu pai e sua família.

 

Os animais de carga (jumentas) se perderam.Saul e seu servo passaram por cinco cidades e não encontraram as jumentas.E quando Saul quis voltar para casa, porque o mantimento havia se acabado, e não haviam encontrado o que tinham ido procurar.Eles precisaram usar o sobrenatural eles foram atrás do problema.Deus já havia resolvido o problema de Saul (as jumentas), mas tinha algo muito maior para ele. (Vs. 16-17) – Deus queria ungi-lo rei de Israel.

 

CONCLUSÃO: Muitas vezes estamos correndo atrás de algo que pensamos ser muito importante, buscando, lutando, gastando dinheiro, energia, é coisa pequena diante de Deus.
Deus quer nos dar unção de Rei.Deus quer nos dar autoridade e governo.Deus quer nos dar domínio sobre todas as coisas.Deus quer nos dar domínio sobre o pecado, satanás, e todos os seus inimigos.

 

APLICAÇÃO: Unção é a capacitação sobrenatural que leva a pessoa à realizar coisas que por si mesma (meios naturais) ela não conseguiria.

 

Dica de quebra-gelo
Destinatários: Grupos de jovens ou de adultos. Pode-se trabalhar em equipes.
Material necessário: Oito cartões para cada equipe. Cada um deles contém uma palavra: amizade, liberdade, alegria, fé, verdade, transparência, misericórdia, compaixão, etc. Os cartões são colocados em um envelope.
Desenvolvimento: O facilitador organiza as equipes e entrega o material de trabalho. Explica a maneira de executar a dinâmica. As pessoas retiram um dos cartões (do envelope). Cada qual fala sobre o significado que atribui à palavra.
A seguir, a equipe escolhe uma das palavras e prepara uma frase alusiva. No plenário, começa-se pela apresentação de cada equipe, dizendo o nome dos integrantes e, em seguida, a frase alusiva à palavra escolhida.
Avaliação: Para que serviu o exercício? Como estamos nos sentindo?

Sobrevivente de aborto aos 7 meses, mulher conta testemunho emocionante de perdão

O aborto é uma das práticas mais discutidas em nossos dias, do ponto de vista judicial, moral e religioso, em praticamente todo o planeta. Pessoas que lutam em favor da vida estão travando uma verdadeira batalha contra a legalização desse tipo de assassinato, e uma delas é Gianna Jessen.

Jessen esteve em um culto da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, liderada pelo pastor Silas Malafaia. Durante a Escola Bíblica Dominical ela contou o seu testemunho, dizendo como atualmente lida com o trauma de ter sido vítima de uma tentativa de aborto:

“Eu nasci em uma clínica de aborto, salva pelo poder de Jesus Cristo”, disse ela, explicando que sua mãe, na época com 17 anos, tentou lhe abortar aplicando solução salina em seu útero. O procedimento faz com que o bebê seja queimado pelo ácido, por dentro e por fora.

Apesar da tentativa, Jessen conseguiu sobreviver. “Isso aí para mim foi a glória de Deus. Ele é tão bom e eu sou a garota Dele! Então eu devo dizer: ‘Não mexa comigo, porque o meu pai é o dono do mundo’. E também não é muito sábio causar problemas para um órfão”, disse ela.

Após nascer, ela ficou em uma encubadora por meses. Sua mãe havia lhe abandonado, então levaram ela para um programa de adoção. A primeira família que lhe recebeu, no entanto, também lhe abandonou em seguida: “Eu fui rejeitada desde o início por todos, menos por Deus. Ele me ama e luta por mim e por você também”, disse ela.

Jessen ficou com sequelas devido à tentativa de aborto, sendo diagnosticada com paralisia cerebral aos 17 meses de vida. Para ela, o argumento de que o aborto deve ser legalizado nos casos em que o bebê apresenta alguma deficiência física é inaceitável:

“Eu não teria paralisia cerebral se não tivesse passado pela tentativa de aborto. Vocês podem imaginar o quanto eu fico assustada quando ouço alguém dizer que o aborto deve ser permitido se o bebê nascer com um defeito físico”, destacou.

Apesar do trauma, Jessen compreende que mulheres que já abortaram ou pensam em abortar, devem ser perdoadas e não condenadas. “Em muitos lugares onde vou falar, há pessoas que fizeram aborto ou que conhecem pessoas que fizeram aborto”, disse ela.

“Eu quero te dizer que não estou aqui para te condenar, porque Jesus não está aqui para te condenar. Ele está aqui para te libertar, mas você precisa se arrepender, você tem que pedir perdão e tem que pedir para que Ele te liberte”, conclui.

Assista o vídeo com o testemunho de Gianna Jessen abaixo:

 

 

 

Homem de 41 casa com menina de 11, alegando que lei islâmica permite

O casamento de um homem de 41 anos e uma menina de 11, reacendeu a polêmica sobre a separação da lei civil e a sharia, lei religiosa islâmica. Celebrado no mês passado, o casamento pedófilo ocorreu na fronteira da Tailândia com Malásia, país onde a maioria da população é muçulmana.

Na Malásia, menores de 16 anos podem casar, caso tenham a permissão de um tribunal de sharia. Porém, o Ministério de Mulheres e Famílias do país garante que não é a legislação em vigor no país.

Genocídio já deixou mais de 6 mil cristãos nigerianos mortos, incluindo crianças

O que está ocorrendo na Nigéria este ano é “puro genocídio”, denuncia a Associação Cristã da Nigéria, (CAN na sigla original). Os pastores calculam que são mais de 6.000 mortos este ano – a maioria mulheres e crianças – assassinados por jihadistas da etnia fulani desde janeiro.

“O que está acontecendo na Nigéria, principalmente no estado de Plateau é puro genocídio e deve ser interrompido imediatamente”, disse a CAN em uma nota oficial.

Meu MAIOR Inimigo! Pr Gean Carlos

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

Download “Meu Maior Inimigo! - Pr Gean Carlos” Pr-Gean-Dom-24-06-18.mp3 – Baixado 12 vezes – 41 MB