NÃO VOU ABANDONAR BRUNO “Jorge Linhares diz que ex-goleiro fugiu do batismo e pediu visita”

jorgeDurante a ExpoBetim Cristã, que terminou neste domingo, o pastor Jorge Linhares, da Igreja Batista Getsemani, durante sua pregação no dia 10, lembrou que Bruno fugiu do batismo em sua igreja diversas vezes.O conferencista disse que Bruno pediu uma visita do líder agora que está preso.

         Assim que subiu ao palco o autor ministrou sobre oportunidades e relembrou do caso do ex-goleiro que acusado de matar a ex-namorada Eliza Samudio. Linhares disse que quando Bruno era pequeno, o via na Igreja e na época, o jogador mineiro era uma criança inocente. “Certo dia, Bruno me apareceu na Igreja com o cabelo pintado de vermelho com amarelo, e foi lá me cumprimentar. Eu disse: Pra que isso Bruno? Ele me respondeu: Sabe como é pastor, as meninas hoje em dia. Mesmo assim eu insisti e disse: Ei, Bruno vamos batizar, olhe só, todos os seus amigos indo e só você vai ficar aqui? E ele mais uma vez me dizia: Não pastor, deixa para próxima. E assim foi durante muito tempo”, expressou.

         Jorge Linhares disse que a última vez que viu Bruno foi no Rio de Janeiro quando ele e outros jogadores participavam de uma festa com muita bebida. “Eu olhei para ele e disse: Bruno, na vida existem poucas oportunidades, aproveite enquanto há tempo”, citou.

         O pastor terminou afirmando que os delegados o procuraram falando que Bruno está pedindo uma visita e que quando for autorizado assim fará. “Não pense que eu vou abandoná-lo. Assim que eu for autorizado eu vou lá, sabe por quê? Deus odeia o pecado, mas ama o pecador”, encerrou.

O mais poderoso cientista norte-americano faz questão de confessar a fé cristã

572px-Francis_CollinsQuando foi convocado para substituir o biólogo James Watson – um dos descobridores da estrutura de dupla hélice do DNA – na liderança do recém-criado Instituto Nacional de Pesquisa do Genoma Humano, em 1993, o geneticista Francis Collins já era um pesquisador conhecido e havia descoberto a localização de genes responsáveis por três doenças importantes: fibrose cística, distrofia muscular de Duchenne e doença de Huntington.

Enquanto líder do Projeto Genoma Humano, por mais de uma década, Francis Collins – geneticista pioneiro que esteve à frente do Projeto Genoma Humano e que foi entrevistado pela revista Time em 2006 para uma matéria de capa com o título “Deus vs. Ciência” – empenhou-se em revelar a sequência do DNA, com apoio do então presidente dos EUA, Bill Clinton. Para o pesquisador é nosso dever levar em consideração todo o poder das perspectivas científica e espiritual para entendermos tanto aquilo que enxergamos quanto aquilo que não enxergamos.

Dono de um currículo impecável dentro do mundo científico e de um entusiasmo contagiante em relação a tudo o que se refere à genética, Collins foi encarregado de encabeçar um consórcio público integrado por centros de pesquisa norte americanos, britânicos, franceses, alemães e japoneses – o chineses vieram mais tarde – com a tarefa de sequenciar todos os três bilhões de pares de bases que constituem o DNA humano.Entre 1995 e 1999, Collins e sua equipe protagonizaram, com a Celera Genomics, do cientista Craig Venter, uma competição acirrada pela primazia no anúncio do sequenciamento completo do “mapa da vida”. A corrida entre os consórcios público e privado culminou com um anúncio em conjunto, na Casa Branca, de que o Genoma Humano estava finalmente completo e pertencia, a partir dali, a toda a humanidade.

A data histórica ainda não havia completado seu sexto aniversário quando, em 2006, Collins lançou, nos Estados Unidos, o livro A Linguagem de Deus (Ed. Gente), no qual discorria sobre como havia resolvido dentro de si o dilema entre fé e ciência. Em 300 páginas escritas com elegância e sinceridade, um dos mais notórios homens da ciência admitiu ao mundo que acreditava piamente em Deus. A obra reacendeu o velho debate entre crentes e ateus, movimentou evolucionistas e criacionistas e suscitou embates históricos – o mais famoso deles deu-se entre Collins e o zoólogo e evolucionista britânico Richard Dawkins.

A polêmica, no entanto, não foi suficiente para abalar o prestígio de Collins na comunidade científica ou afastá-lo das salas de aula e dos centros de pesquisa. Pelo contrário. No ano passado, ele foi nomeado por Barack Obama para dirigir os Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos, aos quais está diretamente ligado o Instituto Nacional de Pesquisa do Genoma Humano, que ele liderou ente 1993 e 2008.

Como o prestígio do cargo no âmbito da ciência o coloca mais ou menos na mesma posição ocupada por Obama entre os chefes de estado do planeta, há quem diga que a crença religiosa do cientista o coloca em uma situação delicada, levando-se em conta que Collins tem sob sua responsabilidade controlar um orçamento de mais de 30 bilhões de dólares.

“Será que devemos confiar o futuro da pesquisa biomédica nos Estados Unidos ao homem que sinceramente acredita que a compreensão científica da natureza humana é algo impossível?” chegou a questionar o neurocientista e escritor Sam Harris em um editorial publicado no jornal The New York Times, logo após a nomeação de Collins.

Alheio à polêmica gerada em torno de suas crenças, o cientista cristão segue firme no cargo e acaba de lançar mais um livro. Intitulada A Linguagem da Vida (Ed. Gente), a obra é um apanhado sobe as mais recentes descobertas pós-genoma. Nela, Collins conta – entre outras coisas – os bastidores do Projeto Genoma sob sua ótica e mostra ao leitor como genética está conduzindo a medicina para um caminho de total transformação. Um caminho onde, segundo ele, a personalização dos tratamentos já é uma realidade e a prevenção e a detecção precoce de doenças serão uma ciência cada dia menos imprecisa.

Fonte: Último Segundo / Livraria Cultura

EVANGÉLICOS VÃO DE SERRA E MARINA

Serra-Dilma-Marina_candidatos___presidencia_do_Brasil

 

 

 

 

 

 

 

 

41% dos católicos vão de Dilma. Tucano lidera entre pentecostais

 

Donos de um quarto dos votos no país, os evangélicos se dizem mais dispostos a optar por José Serra (PSDB) do que por Dilma Rousseff (PT) na corrida presidencial. A disputa está tecnicamente empatada entre os católicos, que representam 62% do eleitorado. Marina Silva (PV) tem mais apoio dos evangélicos do que dos católicos.

De acordo com o Datafolha, Serra aparece 9 pontos percentuais à frente de Dilma entre os fiéis de igrejas pentecostais, que somam 16% dos entrevistados. No segmento, Serra tem 42%, e Dilma, 33%. Os católicos dão 40% das intenções de voto ao tucano e 41% à petista.

Desde o ano passado, os candidatos travam batalha pelo apoio dos líderes das principais denominações. Serra articula aliança com o presidente do maior ramo da Assembleia de Deus, pastor José Wellington Bezerra da Costa. Dilma conta com os votos da Igreja Universal, do bispo Edir Macedo.

Entre os fiéis de igrejas não pentecostais (7% dos eleitores), o tucano aparece com vantagem de 5 pontos sobre a petista: 38% a 33%. Serra também está à frente de Dilma entre os espíritas, que somam 3% dos entrevistados. O grupo lhe dá dianteira de 11 pontos: 44% a 33%.

O duelo volta a se equilibrar entre o eleitorado que diz não seguir religião alguma. No segmento, o tucano tem 35%, contra 33% da petista, o que configura um empate técnico entre os dois. Serra se declara católico. Dilma, que já disse não ter certeza da existência de Deus, tem procurado se apresentar como católica.

Única evangélica entre os candidatos ao Planalto, Marina Silva (PV) tem mais apoio dos companheiros de crença do que dos católicos. A verde aparece com 13% das intenções de voto nos dois grupos evangélicos. Entre os católicos, cai para 8%. Curiosamente, o melhor resultado da candidata é entre os eleitores que dizem não ter religião: 18%.

 
Fonte: Folha de SP

Igreja Batista vence batalha por direitos na criação da vuvuzela

vuvuzelas1Quando você estiver assistindo a uma das partidas das oitavas de final da Copa do Mundo, ficar revoltado com o incessante barulho das arquibancadas e perguntar quem inventou as vuvuzelas, já sabe a quem “culpar”. A Igreja Batista de Nazaré da África do Sul (Shembe) entrou em acordo com a Masincedane Sports para ser reconhecida como a criadora da famosa, barulhenta e polêmica corneta presente nos estádios do Mundial. A informação é do jornal Sowetan.

A igreja alega que a primeira vuvuzela que soou na África do Sul foi tocada pelo profeta Isaiah Shembe em 1910, e, há cem anos, o instrumento é usado por fiéis nos cultos. Neil van Schalkwyk, co-proprietário da empresa Masincedane, alegava ter desenvolvido a versão de plástico da corneta no final dos anos 1990.

Pelo reconhecimento, a Igreja Shembe ameaçou entrar na Justiça contra a Fifa e o Comitê Organizador da Copa do Mundo, mas as entidades alegaram não ter envolvimento com o tema. Em seguida, os religiosos concentraram suas reivindicações junto à Masincedane e obtiveram o acordo nesta segunda.

Segundo Mthembu Enoch, porta-voz da Shembe, os advogados e os consultores jurídicos das duas instituições envolvidas se reunirão na próxima semana para que o acordo seja finalizado. Não há informações se a igreja receberá alguma indenização pelo caso.

Campanha pede boicote esportivo a Globo e Kfouri desdenha da Bíblia

 

Juca KfouriO futebol é uma caixinha de surpresas e em época de Copa do Mundo é uma surpresa a cada dia. Hoje, dia 25, uma corrente pede boicote a emissora carioca durante o jogo Brasil e Portugal. O impasse se deu após a briga entre Dunga e a imprensa motivada por uma exclusividade dada à Globo. Não bastasse isto, Juca Kfouri, um dos mais prestigiados cronistas esportivos, novamente atacou a fé alheia.

 

Segundo os idealizadores do boicote a Globo, a iniciativa quer promover uma baixa na audiência da emissora durante a partida do Brasil como um forma de protestar contra a ‘manipulação’ da emissora. Alguns usuários do Twitter defendem ainda que as pessoas devam ficar 24 horas sem assistir ao canal.

Toda essa briga começou quando o técnico Dunga xingou o repórter Alex Scobar durante a coletiva de imprensa realizada após a vitória do Brasil sobre a Costa do Marfim por 3 a 1. Além do jornalista, o treinador brasileiro teria proferido palavras de baixo calão ao atacante Drogba e ao juiz da partida.

Na categoria bola fora, quem marcou um gol contra com Juca Kfouri, que é acusado por Kaká de o perseguir por conta de sua crença, em entrevista ao portal Terra, novamente ele repetiu que não tem fé e desdenhou o papel da Bíblia. Ao ser perguntado se a Bíblia pode ser considerada uma fonte de sabedoria, Juca responde: “Claro, entendida em seu simbolismo.”

 

DOMINGÃO DO FAUSTÃO “Fernanda Brum e Aline Barros participarão do programa da Globo”

gospelUm marco para a música gospel brasileira: as cantoras Fernanda Brum e Aline Barros estarão no Domingão do Faustão da TV Globo, neste domingo, 27, a partir das 18h, ao vivo, cantando seus sucessos. É a primeira vez na história do programa de auditório da Rede Globo que é cedido um espaço para apresentação ao vivo de um artista gospel.

     O Domingão do Faustão é um dos programas de auditório de maior importância da televisão brasileira.

     Fernanda Brum e Aline Barros vão louvar, celebrar e honrar o nome de Jesus Cristo representando a música gospel nacional e mostrando a força do segmento que mais cresce no país. Para a apresentação de domingo está sendo preparado um repertório especial, claro. Mas, que ainda é surpresa. O importante é que mais uma porta é aberta por Deus para divulgar a Sua mensagem.

     “Estamos preparando um tempo de comunhão, alegria e júbilo, com canções cheias da graça de Deus”, adianta a pastora Fernanda Brum. Para a pastora Aline Barros, está é “mais uma oportunidade de levar o amor de Deus a milhares de pessoas”. E, certamente, será um momento especial e inesquecível.

     Esse convite duplo também tem um significado diferente para as cantoras. Quem não se lembra, ambas fizeram parte da mesma igreja, Comunidade Evangélica da Vila da Penha (RJ), onde começaram seus ministérios. “Este é um momento muito bom, de afirmação, de alegria, pela história que nós temos uma com a outra”, conta Fernanda. Alegria, aliás, para todo Povo de Deus, que será representado por Aline Barros e Fernanda Brum na TV Globo.

     A apresentação das cantoras Aline Barros e Fernanda Brum será neste domingo, 27 de junho, às 18h, no programa Domingão do Faustão.

Fim de casamento de Mari e Fábio Jr. pode ser por conversão à igreja

2987

 

 

 

 

 

 

 

A conversão de Mari Alexandre à igreja evangélica teria sido o motivo do fim do casamento entre a modelo e o cantor Fábio Jr. Um amigo da família de Mari contou na nesta sexta-feira, 18, que o estopim da crise teria sido quando ela decidiu se batizar na religião.

     “Quando ela disse que iria se batizar, Fábio falou que o casamento iria acabar. Ela respondeu que não teria problema porque essa era a vontade de Deus”, afirmou uma fonte a Revista QUEM.  “Uma bispa passou a frequentar a casa deles e Mari estava dando muita ajuda financeira à igreja. Acredito que isso possa ter agravado a crise”, completou. De acordo com um amigo próximo à família de Mari, ela teria se convertido há cerca de seis meses e, desde então, “coloca Deus e a igreja em primeiro lugar e fala que a vida está muito mais tranquila”.

     O fim do casamento foi confirmado à imprensa na quinta-feira, 17, por meio de um comunicado enviado pela assessoria do cantor. Ele contou que está morando na casa dos filhos.

     Mari Alexandre continua morando na mansão de Fábio em Alphaville (SP) com o filho, Záion, de 1 ano e 3 meses. A mãe da modelo se mudou de Santa Catarina para São Paulo há cerca de um mês, quando o casamento chegou ao fim. “Ela foi dar um apoio. Mari vai sair da casa em que está e se mudará para outra, também em Alphaville”, afirmou a fonte. Para comprar o novo imóvel, a modelo vendeu seu apartamento de solteira, localizado em um bairro da Zona Norte, na cidade de São Paulo.

     Fábio e Mari se casaram em setembro de 2007, em uma discreta cerimônia na casa do cantor. Como o cantor já havia feito vasectomia antes da união, a modelo precisou submeter-se à fertilização in vitro para engravidar.

     O casamento com Mari foi o sexto de Fábio. O cantor já havia se casado com Tereza de Paiva (de 1976 a 1979), Glória Pires (de 1979 a 1983), Cristina Karthalian (de 1986 a 1990), Guilhermina Guinle (de 1992 a 1997) e Patrícia de Sabrit (de janeiro de 2001 a junho de 2000). Além do pequeno Záion, ele é pai de Cleo Pires, Tainá Galvão, Krizia Galvão e Fiuk.

Apóstola MILHOMENS pede apoio e convoca lideres para encontro com Marina Silva

pres25Valnice Milhomens, da Igreja Nacional do Senhor Jesus Cristo, está trabalhando em prol da eleição da também evangélica, Marina Silva, à presidência da república. Em convite distribuído, a pioneira no movimento G12 no Brasil, convoca todos os lideres para um encontro no Fórum Evangélico Nacional de Ação Social e Política. O evento acontecerá no dia 17 de junho na Faculdade Evangélica de Brasília (DF).

            Na carta que acompanha o convite, ela defende a candidata da integrante do PV e considera Marina Silva de extrema importância dentro do projeto de redenção de nossa pátria. “Todos nós, ministros do Evangelho de Jesus Cristo, certamente temos gemido e clamado pela redenção da nossa nação. Sonhamos com um Brasil verdadeiramente cristão. Trabalhamos para ver os valores do Reino de Deus vividos em todos os segmentos da sociedade. Choramos por leis que se criam e políticas de governo que ferem nossos princípios. Cremos ser possível ver uma nação transformada em nossa geração. Para tanto precisamos estar unidos na oração e no trabalho”, argumenta.

            No texto ele pede que a comunidade evangélica ore intensamente por Marina que, segundo a apóstola, vai ser muito atacada por sua postura contra os direitos da Comunidade LGBT. Mesmo com apoio de Valnice, Marina não terá apoio de sua própria denominação a Assembléia de Deus, que devido a acertos com presidente Lula, apoiará Dilma.

Cientista inglês é primeiro humano infectado por um vírus de computador

worst-computer-viruses-1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O cientista Mark Gasson tem um chip de computador implantado na mão que lhe permite o acesso a seus arquivos e pesquisas. O entanto, nem isso impediu que a segurança fosse violada e agora ele está infectado por um vírus de computador que está vivo em suas próprias mãos. As novas tecnologias servem para garantir a segurança pessoal, mas também devemos aprender a nos defender dos problemas. Mark Gasson é um especialista em cibernética da Universidade de Reading, Inglaterra, e foi o primeiro humano infectado por um vírus. O chip que Gasson tem implantado na mão está programado para abrir as portas de seu laboratório de segurança para que tenha a garantia de que ninguém ligue e utilize o seu telemóvel. O chip foi infectado por um vírus transmitido automaticamente pelo sistema de segurança do laboratório.

“Quando o sistema estiver infectado, quem tem acesso ao edifício com o seu cartão de identificação também pode ser infectado”, disse o cientista.

Gasson possivelmente é a primeira pessoa a ser infectada por um vírus de computador. Ele garante que outros avanços ou experimentos científicos também estão expostos à vulnerabilidade dos chips que rotineiramente são implantados nos pacientes.

Um exemplo seriam os marca-passos e os desfibriladores cardíacos, que contêm minicomputadores que controlam os batimentos cardíacos e podem se comunicar com os dispositivos médicos informatizado através de um leitor especial localizado sob a pele.

Portanto, se um vírus de computador for transmitido para o dispositivo, poderá causar avarias e as consequências para o paciente poderiam ser fatais.

“Os dispositivos deverão começar a usar encriptação de segurança e ter algum tipo de proteção por senha. Estas são precauções básicas de segurança. É surpreendente que estes dispositivos ainda não tenham”, ponderou Gasson.

Brasil vira alvo principal da cruzada da Fifa contra a mistura de religião e futebol na Copa do Mundo da África

copa-do-mundo-2010-planetaboleirosZURIQUE (Suíça) – A Fifa pediu aos jogadores de futebol moderação na expressão de fé durante a Copa da África do Sul, que começa em breve. Um comunicado já foi enviado às federações de futebol dos países que disputarão a competição na tentativa de impedir que seus atletas festejem gols e vitórias com mensagens religiosas. E o Brasil é um dos que mais preocupam a Fifa quando se trata de manter religião e futebol separados. O uso de mensagens escritas em camisetas por baixo do uniforme já é proibido. Mas, em várias ocasiões, atletas têm esperado o final da partida para rezar e exibir mensagens. A primeira grande polêmica surgiu quando o Brasil ganhou da Alemanha em 2002 e conquistou o penta. Há um ano, o tema voltou a fazer parte de debates da Fifa na conquista da Copa das Confederações, na África do Sul.

As autoridades esportivas insistem que não querem transformar a Copa em evento político ou religioso. Mas vivem situação delicada, já que a aplicação de multas pode dar a polêmica impressão de cerceamento religioso.

Jérome Valcke, secretário-geral da entidade, acredita que a solução é pedir o compromisso das seleções para evitar as mensagens religiosas. A assessoria de imprensa da Fifa disse ao Estado que, ainda nesta semana, cada seleção receberá a visita de um representante da entidade para falar sobre temas relacionados com a Copa e o comportamento dos jogadores. A questão religiosa fará parte dos debates.

A Fifa insiste que não há problema em incluir religiosos na comitiva, mas proíbe a promoção de qualquer religião.

“Fomos comunicados sobre essa questão e todos os jogadores estão alertados”, disse o diretor de comunicação da CBF, Rodrigo Paiva. Ele acrescentou que no grupo há católicos, evangélicos e espíritas. “Todos têm sido discretos nas manifestações aqui dentro da concentração.” De acordo com Paiva, no entanto, é difícil controlar algum ato espontâneo de atletas no momento de comemoração. “Não falo só do Brasil. É algo delicado também para outras seleções.”

E não é só a seleção brasileira que preocupa. A Fifa vem enfrentando críticas por parte das seleções muçulmanas que querem que seus costumes sejam respeitados. Durante as Eliminatórias, alguns países tiveram de jogar durante o período de jejum da religião do profeta Maomé. Uma partida entre Gana e Sudão foi alvo de polêmica, depois que a equipe sudanesa, derrotada, disse que seus 11 jogadores estavam em jejum pelo Ramadã. Um estudo da Universidade de Tuebingen, na Alemanha, revelou que partidas e treinos no período de jejum podem ser prejudiciais à saúde. Mas, no ano passado, a instituição religiosa egípcia Dar al-Ifta, emitiu uma fatwa (decreto) indicando que os jogadores poderiam desobedecer o jejum para garantir vitórias.

NADA ALÉM DE FUTEBOL
Camisas: os jogadores estão proibidos de levantar a camisa para mostrar mensagens religiosas escritas em camisetas usadas por baixo do uniforme.

Faixas: não poderão entrar em campo nem ser estendidas para comemorar gols ou vitórias em partidas da Copa.

Jejum: jogadores islâmicos tiveram de jogar as Eliminatórias mesmo durante o Ramadã, mês sagrado dos muçulmanos.

Pastores e padres: são permitidos nas comitivas e nas concentrações, mas não devem participar de atividades ligadas às partidas oficiais da Copa do Mundo.

Fonte: Estadão

Pastor gay quer impedir venda de cds gospel com música contra homossexualismo

Pastoresgays_da_Igreja_Crist__Contempor_neaNo começo do mês de maio o pastor homossexual e fundador da Igreja Cristã Contemporânea, Marcos Gladstone, entrou com uma representação junto ao Ministério Público Estadual contra Toninho de Aripurú, compositor da música “Adão e Ivo”.

 

 

O pastor também acusou o intérprete da música, Emanuel de Albertin, de postar um vídeo no youtube com a sua música, usando como plano de fundo uma foto de seu casamento e alguns dizeres contra a realização da cerimônia.

Desta vez Marcos Gladstone estuda a possibilidade de entrar com uma ação contra a venda de CD de Emanuel de Albertin. Ontem Gladstone e o pastor Fábio Inácio fizeram uma reunião com o subprocurador de Justiça dos Direitos Humanos. O caso foi encaminhado à 1ª Central de Inquérito e à Promotoria de Tutela Coletiva.

Essa nova ação diz respeito a um novo vídeo postado no youtube com a música e propaganda de seu novo CD, além de telefones para contatos para shows e para venda de CDS. Para os pastores homossexuais cantar a música “Adão e Ivo” é uma diversão para Emanuel de Albertin e uma forma de ficar famoso.

Escrito sobre uma bandeira gay, no início do vídeo aparece os seguintes dizeres: “Ele virou notícia nacional e internacional por ter lançado uma música onde na letra expressa a opinião de Deus, da verdadeira Igreja e da família sobre o casamento gay (…).Emanuel de Albertin, o cantor mais polêmico da música gospel”.

Em recente entrevista no programa Super Pop, da REDE TV!, Emanuel de Albertin disse que não é o autor do vídeo em que mostra a foto de casamento dos pastores e que não concorda com o processo, porém não iria deixar de cantar a música e lembrou que é um cantor independente, portanto não possui uma gravadora.

No programa ele pediu que fosse retirado o vídeo do youtube e afirmou que não é homofóbico, mas que a música reflete a opinião da Igreja.

Fonte: Gospel+

Outro pregador inglês preso e acusado por opiniões sobre o homossexualismo

pregador preso

 

 

 

 

 

 

 

(Por Hilary White) – WORKINGTON, Inglaterra — Outro pregador de rua na Inglaterra foi preso simplesmente por proclamar ensinos cristãos que mostram que a conduta homossexual é pecado. Dale Mcalpine diz que estava distribuindo folhetos na cidade de Workington em 20 de abril, quando foi abordado por transeuntes e um agente policial de apoio de comunidade (APAC) que se identificou como homossexual.

No andamento da conversa Mcalpine, de 42 anos, lhes disse que tem a convicção de que a homossexualidade é pecado porque é contrária à Palavra de Deus na Bíblia. O jornal Daily Mail noticiou que a polícia disse que ele havia dito isso em “voz alta” que poderia ser causalmente ouvido por outros.

Mcalpine foi então preso, acusado de usar palavras abusivas e insultantes ou conduta contrária à Lei de Ordem Pública de 1986, ficando numa cela durante 7 horas. Ele está sendo auxiliado pelo Instituto Cristão, e diz que estará defendendo sua inocência diante das acusações.

A prisão de Mcalpine marca a segunda vez em apenas um mês em que um cristão foi preso na Inglaterra por fazer nada mais do que pregar a ética sexual cristã. No começo de abril LifeSiteNews.com (LSN) noticiou sobre o caso de Shaw Holes, um americano que foi preso em Glasgow, enquanto estava numa turnê de pregações com um grupo de colegas britânicos e americanos, depois que disse a um grupo de transeuntes, em resposta a uma pergunta direta sobre a questão, que a conduta homossexual é pecado.

Mcalpine, que se descreve como um cristão “nascido de novo”, disse para LSN que sua prisão é um mau sinal para a sociedade britânica.

“Alguém não quer que esta maravilhosa verdade de salvação seja pública e é isso o que está acontecendo em meu país.

Está ocorrendo uma batalha espiritual pelas almas”, disse ele.

“Senti-me chocado e humilhado que eu havia sido preso em minha própria cidade e tratado como um criminoso comum na frente de pessoas que conheço”, Mcalpine disse para o Daily Mail. “Minha liberdade foi arrancada por causa de fofocas de alguém que não gostou do que eu disse, e fui acusado sob uma lei não aplicável”.

Ele acrescentou: “Se você estiver pregando ódio e incentivando as pessoas a machucar outras, é certo que isso é contra a lei. Mas eu jamais faria isso. Se temos uma sociedade livre, eu deveria ter a liberdade de pregar o Evangelho como gerações fizeram antes de mim”.

Mcalpine disse numa declaração que enquanto estava pregando, uma mulher se aproximou e “procedeu dizendo que o que estávamos fazendo era errado e a verdade não era o preto ou branco que o que eu estava apresentando”.

Ele disse que continuou sua conversa com a mulher, discordando amigavelmente, mas que depois, um grupo de APACs que estavam perto falou com ela enquanto ela estava deixando. Um dos agentes então se aproximou de Mcalpine.
“Perguntei se estava tudo certo, e então ele respondeu: ‘Temos tido queixas e se você disser qualquer comentário racista ou homofóbico, prenderei você’”.

“Eu lhe disse que não sou homofóbico, mas às vezes eu me levanto e prego que a homossexualidade é pecado e que isso é o que a Bíblia diz. Eu também disse que isso não é crime”.

Mcalpine disse que o APAC então se identificou como o “agente de relações com os LGBTs” em nome da polícia: “Eu disse que ainda é pecado”.

Os meios de comunicação identificaram o APAC como Sam Adams, membro da associação de funcionários LGBT da polícia da Cumbria. Essa associação representou a polícia na parada do “orgulho gay” em Manchester no ano passado.

Mcalpine disse que sentiu que os APACs presentes estavam deliberadamente tentando encontrar desculpas para prender a ele e seus colegas. Num ponto na pregação do dia em Workington, ele escreveu, “um cavalheiro com camiseta vermelha” gritou para ele sobre “o perdão de Deus”. O APAC que se identificou como homossexual então se aproximou desse homem e falou com ele. “Isso confirmou minha suspeita de que ele estava tentando obter alguma queixa contra mim”, disse Mcalpine.

Quando o turno normal de agentes policiais chegou, Mcalpine disse que um deles perguntou: “O que você tem dito de forma homofóbica?”

Ele respondeu que ele havia explicado ao APAC que a Bíblia ensina que a homossexualidade é pecado, mas que isso não constitui “ódio” para com os homossexuais.

“Expliquei que não existe lei contra dizer isso e o policial discordou instantaneamente”.

Mcalpine, que nunca teve problemas com a lei antes, foi então preso por “crime, com agravante racial, contra a ordem pública, seção 5”. Mais tarde lhe disseram que ele estava sendo acusado de “usar palavras ou conduta ameaçadoras para provocar incômodo ou preocupação ou angústia” — uma classe de crime que originalmente era aplicável para agitadores violentos e abusivos e para torcidas violentas de futebol. Ele foi liberto sob fiança com a condição de que não pregue num lugar público para membros do público.

Mike Judge, porta-voz do Instituto Cristão, disse: “Dale é um cristão comum e normal com opiniões tradicionais sobre a ética sexual. Algumas pessoas concordarão com ele, outras discordarão. Mas não cabe à polícia prender alguém só porque outros poderão discordar do que é dito”.

O colunista Peter Hitchens escreveu no Mail que esse incidente é só mais um sinal da “revolução” que ocorreu na Inglaterra.

“A Lei de Ordem Pública de 1986 não tinha a intenção de permitir a prisão de pregadores cristãos em cidades inglesas por fazerem citações da Bíblia. Mas agora essa é sua intenção. A Lei de Parcerias Civis de 2004 não tinha a intenção de forçar funcionários públicos a aprovar a homossexualidade. Mas agora essa é sua intenção. A Lei de Crimes Sexuais de 1967 não tinha a intenção de levar a um estado de coisas onde é cada vez mais perigoso dizer qualquer crítica sobre a homossexualidade. Mas agora essa é sua intenção”.

O caso Mcalpine mostra que a Inglaterra desceu longe no abismo, disse Hitchens: “Ações pequenas e inofensivas, oferecimentos de oração, o uso de crucifixos, solicitações para se isentar de deveres, são encarados com ira e ameaças oficiais de demissão, de forma exagerada. Até quando antes que os cristãos sejam vítimas de chantagem de colegas de trabalho porque ousaram dizer publicamente suas opiniões ilegais?”

Pastor reforça a seleção brasileira na Copa do Mundo da África do Sul

pastor AnselmoCURITIBA (Paraná) – Pastor Anselmo Alves, 51 anos, não tem o peso de Dunga na seleção brasileira. Não se trata também de um ilustre desconhecido. Evangélico da Primeira Igreja Batista de Curitiba, Anselmo é o guardião de um grupo influente de jogadores no elenco de Dunga. E já tem encontro marcado com os atletas em Johannesburgo assim que a seleção desembarcar na África do Sul. O pastor ministra, na Igreja Batista em Curitiba, um enorme templo encravado no bairro Batel, no centro da cidade. E não foi possível encontrar os jogadores de Dunga no CT do Atlético-PR, quartel da seleção. O motivo: Anselmo Alves está na Itália e de lá parte na próxima semana para Johannesburgo.

 A missão do pastor Anselmo é orar e encorajar os jogadores evangélicos, apontados como o núcleo forte da seleção. Entre os 23 convocados por Dunga, sete deles comungam da mesma fé: os zagueiros Lúcio e Luisão, os volantes Gilberto Silva e Felipe Melo, o lateral Daniel Alves, o atacante Luís Fabiano e Kaká.

Pastor Anselmo revelou que orou pela recuperação plena de Kaká e deve continuar com as orações durante da Copa. Desde o Mundial de 2002, o religioso acompanha a seleção. Naquele Mundial, ele foi decisivo na recuperação emocional de Lúcio, declarou o zagueiro.

“Lembro que ele estava arrasado com a falha que cometeu no gol de Owen no jogo contra a Inglaterra (o Brasil depois virou e venceu por 2 a 1, gols de Ronaldinho Gaúcho e Rivaldo, em confronto válido pelas quartas de final). O Lúcio chorou muito. Nos reunimos e oramos e ele se recuperou para os jogos finais”, contou o pastor em sua página na internet.

De 2002, passando pela Copa de 2006, a presença do pastor Anselmo tem sido constante nas andanças da seleção, em Eliminatórias e outros eventos.

“Sempre que a seleção está reunida em algum lugar do mundo, ele viaja até o local e ministra aconselhamento, faz um encontro diário, para estudar a Bíblia”, conta o pastor Rogério Leite em seu blog da Igreja Batista Passo D’areia. “Alguns céticos e perseguidores do cristianismo falam contra, e até especulam que a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) paga as despesas de viagem e hotéis para o pastor Anselmo, mas todas essas despesas são pagas segundo ele, por amigos, irmãos da igreja e também jogadores de dentro e de fora da seleção.”

Futebol no sangue. Anselmo, antes de se tornar pastor, era jogador de futebol. Nos anos 1980 atuou como ponta-direita do Atlético-PR, mas não teve sucesso como atleta profissional e abandonou a carreira.

Fonte: O Estado de S. Paulo

Milagre: menina à beira da falência dos rins desenvolve dois novos órgãos

42-19835231Uma menina de Louth (Inglaterra) deixou a comunidade médica de boca aberta. Angel Burton, que estava à beira da falência dos rins, conseguiu algo impensável: dois novos rins cresceram dentro dela.

Aos 5 anos, Angel (nome bem apropriado?) foi submetida a uma cirurgia por causa das infecções renais que a acompanhavam desde o nascimento. Foi quando os médicos de um hospital de Sheffield descobriram que a menina tinha quatro órgãos – os dois novos rins estavam crescendo sobre os falidos. Três anos após, os novos rins assumiram a função dos problemáticos e a Angel foi declarada curada.

Para a família, não há dúvida: Angel, aos 8 anos, foi salva por um “milagre”.

“É um milagre real. É absolutamente incrível que nenhum dos exames tenha detectado os rins extras. Estamos tão gratos por Angel voltar à felicidade e à saúde”, disse Claire Burton, mãe da menina.

De acordo com os médicos, os rins duplex se fundiram nas suas metades e têm ureteres totalmente independentes.

Fonte: Fernando Moreira / O Globo

Bruxos reprimem imagem que procuradora passou sobre ritual

18BDFF_1Bruxos reprimem imagem que procuradora passou sobre ritual

Bruxos estão revoltados com a imagem passada pela procuradora aposentada Vera Lúcia Sant’Anna Gomes sobre a bruxaria. A acusada de torturar a menina de 2 anos que ela pretendia adotar faz parte de diversas comunidades virtuais ligadas ao tema. Segundo o terapeuta holístico e membro da comunidade no Orkut ‘Bruxaria Natural’, Newton Souza, de 30 anos, a bruxa Vera denegriu a imagem do ritual. “Fazemos ritos para o bem, é um culto à mãe natureza. Não serve ao mal”, garantiu.

Newton acredita também que a procuradora só está sendo citada como bruxa por preconceito. “A bruxaria é perseguida há mais de dois mil anos. Se ela fosse católica ou evangélica, ninguém estaria falando nada”, afirmou.

A procuradora participa de comunidades no site de relacionamento Orkut como ‘Sociedade Wicca & Bruxaria’, ‘Xamanismo’ e ‘Tarologia’. De acordo com Newton, na bruxaria wicca existem sacrifícios simbólicos. Ele explicou que os rituais de purificação, muita vezes marcados pela internet, acontecem para saudar a chegada de uma nova estação.

“Existem rituais de iniciação e de exaltação aos quatro elementos: água, terra, fogo e ar, onde se forma uma roda com um caldeirão no meio. O objetivo é comemorar a vida e a natureza. Fazemos pedidos e colocamos no caldeirão”, detalhou.

Vera Lúcia Sant’Anna Gomes está no Presídio Nelson Hungria, no Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio. A procuradora se entregou à Justiça depois de mais de uma semana foragida.

Obs: Será que é mesmo do bem?

Fonte: G1

80 mil pessoas participam da Cruzada em Palmas e 3 mil se convertem

Mais-uma-CRUZADANos dias 15 e 16 de maio, cerca de 80 mil pessoas passaram pela Praça dos Girassóis, em Palmas (TO), para participar da Cruzada Vida Vitoriosa para Você. O evento, que é realizado desde 2007 em vários estados brasileiros, contou com a colaboração das denominações evangélicas do estado e superou as expectativas dos organizadores. Nos dois dias, três mil pessoas entregaram sua vida a Jesus.

“A cada Cruzada que realizamos, Deus confirma que está é a nossa missão. A receptividade local, o número de pessoas que se converteram e os testemunhos de bênçãos alcançadas recompensam todo o esforço e investimento”, afirmou o pastor Silas Malafaia, um dos maiores líderes evangélicos do país e coordenador do evento. Ele também agradeceu aos parceiros que apoiam o seu ministério, a Ordem de Ministros Evangélicos de Palmas (Omep), todos os pastores e igrejas locais que abraçaram a causa e, principalmente, “a Deus, que nos confiou essa responsabilidade de pregar o evangelho”.

Uma das pessoas que foi impactada pelo evento foi a funcionária pública Midiã Bandeira. Para ela, a cruzada foi uma oportunidade para se reconciliar com o Senhor. “Eu estava afastada da igreja há 16 anos. Vim sozinha ao evento e aqui Deus falou ao meu coração”, relatou.

Já a estudante Erika Pereira da Silva conta que se converteu há pouco tempo e tem experimentado novas experiências com Cristo. “Deus já tem feito grandes coisas na minha vida. O evento foi uma bênção que o Senhor trouxe para a nossa cidade”, finaliza.

Cartas a Deus, novo filme dos produtores de Desafiando Gigantes e À Prova de Fogo, estreia no cinema

cartas de DeusEmbora pequeno em comparação com o filme mais assistido no fim de semana do lançamento, “Date Night”, que arrecadou cerca de US$ 27 milhões, a arrecadação de “Cartas a Deus” foi quase igual ao “Desafiando Gigantes” (2006). Considerado um dos pioneiros do cinema para filmes independentes cristãos, Desafiando Gigantes arrecadou em apenas um fim de semana 1,3 milhão de dólares e faturou mais de US$ 10 milhões com a produção de um orçamento de apenas US$ 100 mil. O orçamento da produção de “Cartas a Deus” ainda é pequeno para os padrões de Hollywood.

 O filme, produzido por um dos cineastas responsável por filmes cristãos de sucesso, como “Desafiando Gigantes” e “Prova de Fogo”, conta a história de um menino com câncer que se corresponde regularmente com Deus através de orações em forma de cartas.

Inicialmente sem saber o que fazer com as cartas, o carteiro encarregado de entregar as cartas do menino doente decide fazer uma série de escolhas que vão mudar sua vida e ajudar o garoto a mudar a vida daqueles ao seu redor.

“Inspirado em uma história verdadeira, ‘Cartas a Deus’ é uma íntima, tocante e muitas vezes engraçada história sobre o efeito da crença que uma criança pode ter em sua família, amigos e comunidade”, diz um dos promotores do filme.

Atualmente o filme tem mais de 60 mil adeptos no Facebook e parece repetir o sucesso dos outros filmes cristãos, desde o lançamento de “A Paixão de Cristo”.

O lançamento de “Cartas a Deus” demonstra que os cineastas cristãos estão animados em produzir para o cinema, incentivados pelo sucesso de “A Paixão de Cristo” e por filmes menores e independentes, como “Prova de Fogo”, produzido com um orçamento de US$ 500 mil e que obteve a arrecadação de US$ 33 milhões nos Estados Unidos.

Antes do lançamento de “A Paixão de Cristo”, em fevereiro de 2004, apenas dois filmes cristãos haviam arrecadado mais de US$ 10 milhões, segundo a empresa Box Office Mojo. Após o lançamento do filme de Mel Gibson, mais nove seguiram o mesmo caminho, como as duas primeiras adaptações cinematográficas do escritor cristão CS Lewis. Os filmes da série “As Crônicas de Nárnia” chegaram a atingir valores de nove dígitos, mas o valor não é surpreendente para os filmes produzidos em Hollywood.

A próxima edição da série de Nárnia, “A Viagem do Peregrino da Alvorada”, é esperada para chegar aos cinemas em dezembro deste ano. O próximo filme dos irmãos produtores de “Desafiando Gigantes” e “Prova de Fogo”, entretanto, está programado para chegar aos cinemas no ano que vem.

Fonte: Gospel+ do Christian Post

Três evangélicos são convocados. Neymar fica de fora apesar do apelo

  DUNGAOs evangélicos estão bem representados na Copa do Mundo. Na lista divulgada na tarde desta terça-feira, dia 11, Dunga confirmou sua predileção à jogadores mais experientes. Na lista o zagueiro Lúcio, os meias Felipe Mello e Kaká vestirão a camisa verde amarela e disputarão a Copa do Mundo na África do Sul.

           

CONFIRA A LISTA

Goleiros: Júlio César, Gomes, Doni

Laterais: Maicon, Daniel Alves, Gilberto, Michel Bastos

Zagueiros: Juan, Lúcio, Luisão, Thiago Silva

Meias: Gilberto Silva, Felipe Mello, Josué, Kléberson, Elano, Ramires, Kaká, Júlio Baptista

Atacantes: Luís Fabiano, Nilmar, Robinho, Grafite

LEIA MAIS SOBRE OS CONVOCADOS

:: FELIPE MELO
Jogador evangélico se destaca entre os cem melhores do mundo
>> Ler
:: FELIPE MELO
Jogador da Juventus pede a Deus que o proteja com armadura celestial
>> Ler
:: FUTEBOL
Felipe Melo, da seleção Brasileira, revela que quer ser diácono
>> Ler
:: Futebol e religião
Kaká projeta fim de carreira no São Paulo antes de se tornar pastor
>> Ler
:: GALÁTICO
Kaká chega a novo time e promete uma nova era no Real Madri
>> Ler
:: LÚCIO ABRE AS PORTAS
Zagueiro da seleção brasileira diz que Bíblia é uma manual
>> Ler
:: PAPO DE ZAGUEIRO
Lúcio da Seleção Brasileira fala das mensagens religiosas e da copa
>> Ler

Viúva dá Bíblia para o assassino do marido: “Leia que pode salvar sua alma”, disse ela

estudo biblico de ezequielNOVA YORK (Estados Unidos) – Sandro Pumarejo, caixa de uma loja de jóias em Manhattan, foi assassinado por David Andrango, colega de trabalho que estava roubando jóias no valor de 10 mil dólares. Condenado à prisão perpétua por um tribunal, recebeu uma Bíblia de presente da viúva, Noel Pumarejo, que o convidou a ler porque pode “salvar sua alma.” O assassino foi condenado à prisão perpétua na Corte Criminal de Manhattan. Em vez de tomar a atitude tradicional de outros membros de famílias das vítimas que chegam a insultar ou tentar atacar as pessoas condenadas nos tribunais, ela deu a Bíblia para o assassino.

“Acabei de ler a Bíblia que eu estou te dando. Este livro pode salvar sua alma. Deus te abençoe David “, disse a viúva ao assassino para a surpresa dos presentes, incluindo o próprio juiz que impôs a sentença.

Depois de ouvir a sentença, o assassino disse que está ciente de que não pode devolver a vida à vítima e que não pensou antes de agir. Agora, perdi meus filhos e minha família”, disse o assaltante, que chorou diante de todos no tribunal.

Pumarejo também contou sua história de como “Deus tocou nela e no marido” e eles creram na mensagem do Evangelho.

“Eu senti uma dor aguda no meu coração no dia em que ele morreu, mas sei que ele está no céu e que um dia estaremos juntos”.

Numa demonstração de perdão e amor ao próximo, ela disse que não se importa com a condenação do assassino do marido e que anseia que ele se converta.

Adaptação: Milton Alves
Fonte: P. Estreias. Edição: ProtestanteDigital.com

Ator cristão é demitido por se recusar a fazer cena de sexo

,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,nealHOLLYWOOD (Estados Unidos) – Mantendo-se fiel a seus princípios como cristão e homem de família, o ator de Hollywood Neal McDonough foi despedido de uma série de televisão porque ele não aceita fazer cenas de sexo explícito. A TV ABC demitiu McDonough só três dias depois de começar as filmagens, de acordo com uma fonte do canal citada no blog da colunista de Hollywood Nikki Finke, Deadline.com, por recusar fazer as cenas com a atriz Virginia Madsen na nova série do canal chamada “Scoundrels”. A ABC oficialmente disse que a decisão era simples decisão de mudança de atores.
McDonough, que é casado e tem três filhos, também se recusou a fazer cenas ardentes com a atriz Nicolette Sheridan quando ele fez o papel do marido dela na estação 5 da popular série da ABC “Desperate Housewives”. Ele recusou cenas semelhantes em “Boomtown” da ABC também.

“Custou-lhe empregos, mas o homem está se mantendo fiel a seus princípios”, a fonte disse para Deadline.com, que também informou que o papel pode valer pelo menos 1 milhão de dólares.

Uma fonte de “Scoundrels” escreveu no blog da Finke: “O caso não envolvia apenas ‘cenas quentes de amor’ – ele não queria de forma alguma beijar”.

McDonough foi substituído pelo ator David James Elliott para o papel de “Scoundrels”.

Além das séries de televisão, McDonough fez papéis em vários filmes, inclusive Band of Brothers, Star Trek: First Contact, Minority Report e The Hitcher.

Fonte: O Verbo

ELES QUEREM ORAÇÃO E SEU VOTO

Compro votos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Serra vai ao Gideões Missionários, enquanto Garotinho percorre o Rio

 

       Toda eleição os pré candidatos promovem uma peregrinação a templos evangélicos. Neste final de semana, feriado do feriado do Trabalho, não podia ser diferente. Garotinho, ex-governador do Rio, participou de cultos e diz em Belford Roxo. Já José Serra, pré candidato do PSDB, foi a Camboriú (SC) participar do Congresso Gideões Missionários.

        O pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, fez um discurso repleto de referências bíblicas diante de uma plateia de missionários evangélicos e foi saudado como “futuro presidente” por pastores da Assembleia de Deus, hoje à noite em Camboriú (SC). “Orem, rezem a Deus, por mim no sentido de eu ter mais sabedoria para enfrentar as batalhas e as lutas que nós temos daqui por diante”, discursou, aludindo a uma passagem do Velho Testamento em que o rei Salomão pede a Deus sabedoria para governar.

Na discurso, o católico Serra vinculou passagens da Bíblia à sua atuação como ministro da Saúde e governador. Citando trecho do Evangelho de João, sobre Cristo ter vindo à Terra para dar “vida abundante”, o tucano lembrou que propôs legislação restritiva ao cigarro em São Paulo para dar “qualidade de vida” à população. Serra falou para um auditório lotado com cerca de 10 mil pessoas, segundo pastores da Assembleia de Deus.

Líderes da igreja pentecostal afirmaram que o discurso foi ouvido por 160 mil pessoas que participaram do encontro 28º Encontro Internacional de Missões dos Gideões Missionários, espalhados em um parque de Camboriú. A Polícia Militar não fez estimativa de público.

O palanque evangélico de Serra foi articulado pelo pastor Everaldo Pereira, presidente do PSC (Partido Social Cristão), sigla aliada de Lula no Congresso e que deverá apoiar o tucano na eleição. A Assembleia de Deus é a igreja da pré-candidata Marina Silva (PV).

Já Garotinho, pré-candidato ao governo do Estado do Rio pelo PR, vem percorrendo o estado em eventos evangélicos marcados por ataques aos adversários em evento organizado pela Rádio Melodia.

Ele o acusa de acabar com projetos sociais de quando ocupava o cargo (entre 1999 e 2002), entre eles o Cheque Cidadão. Aos fiéis, o ex-governador refere-se a Cabral como “traidor” e pede “perdão” por tê-lo apoiado nas eleições de 2006. O ex-governador diz que Sérgio Cabral, atual governador é à favor da união civil de pessoas do mesmo sexo.

“O Gabeira e o Sérgio Cabral são a favor. O governador patrocina Parada Gay em Copacabana.”, repetiu.

 

Com reportagem da Folha de São Paulo e O Globo

Judeus ortodoxos voltam a falar em construir o Terceiro Templo em Jerusalém

terceiro_temploJERUSALÉM (Israel) – Os assentamentos habitacionais em Jerusalém Oriental não são os únicos edifícios novos construídos para aumentar o domínio territorial de Israel. Na última Páscoa se pôde ver nos ônibus de Jerusalém uma campanha para construir o Terceiro Templo. A promoção da obra foi integrada por grandes sinais em centenas de ônibus na cidade histórica, com a inserção computadorizada de uma imagem do templo judaico no Monte do Templo.

 O templo seria no mesmo local do original, atualmente ocupados por duas mesquitas localizadas no Muro Ocidental. A legenda abaixo da foto dizia: “O templo pode ser construído rapidamente, em nossos dias”. Esse é um texto retirado do livro de orações diárias de judeus ortodoxos.

A campanha foi organizada e financiada pelos movimentos conservadores judaicos Eretz Yisrael Shelanu, o movimento Nossa Terra de Israel / A Terra de Israel é Nossa. Este grupo é liderado pelos rabinos Shalom Dov Wolpe, e Baruch Marzel. O grupo também é conhecido pela sigla SOS-Israel.

Os líderes do SOS-Israel dizem que a campanha é um lembrete de que, apesar do que pensa a comunidade internacional, “agora é a hora para realizarmos o nosso desejo de longa data, que é a reconstrução do templo”.

Nenhum detalhe foi deixado ao acaso. Os organizadores colocaram cartazes nos ônibus cujas rotas passam principalmente os bairros árabes de Jerusalém Oriental. Os muçulmanos reagiram atirando ovos nos ônibus que expõem anúncios. Independentemente dessas reações, o rabino Volpe, líder da SOS disse:

“Israel e os milhões de judeus aguardam com entusiasmo a vinda do Messias e a reconstrução do Templo.”

Ele também disse que “os árabes e Obama (presidente dos Estados Unidos, Barack Obama) sabem que o Templo será construído no Monte do Templo … no mesmo lugar agora ocupado por edificações provisórias.”

HISTÓRIA DO TEMPLO DE JERUSALÉM
Nabucodonosor foi o rei que destruiu o primeiro Templo de Jerusalém, construído nos dias de Salomão. Foi há cerca de 2.700 anos. Segundo a tradição, no seu interior foi mantida a arca da aliança. Foi reconstruído, mas em 70 dC os romanos reduziram a cinzas o segundo Templo. Eles não deixaram pedra sobre pedra e cumpriram a profecia.

Desde então, construir um novo templo (que seria o terceiro) é o sonho de milhões de judeus. Para eles, a reconstrução significaria que as profecias dos últimos tempos têm sido cumpridas e que seria a hora da chegada do Messias (para eles, o primeiro, pois não reconhecem Jesus como o verdadeiro Messias).

Adaptação e tradução: Milton Alves
Fonte: Imprensa Cristã-Noticias Cristianas

PORNOGRAFIA “Evangélico recolhe livros de educação sexual no Recife”

Mamãe, como eu nasci

 

O livro didático ‘Mamãe, como eu nasci?’ ainda estava sendo distribuído entre alunos do terceiro ano do ensino fundamental da rede pública do Recife e já começou a ser recolhido, nesta semana, por iniciativa da Secretaria Municipal de Educação, diante da polêmica que provocou. De autoria de Marcos Ribeiro, premiado pela Academia Brasileira de Letras e referência nacional em educação sexual, o livro chegou a ser considerado “pornográfico” pelo vereador André Ferreira (PMDB), representante da bancada evangélica na Câmara.

 

    Pais de alunos se mostraram revoltados com a publicação, que fala de forma clara sobre sexo e traz, entre as ilustrações, um menino e uma menina se masturbando – ele em uma banheira e ela defronte da televisão. Com o apoio de vereadores de vários partidos, a Câmara de Vereadores realizará uma audiência pública no dia 12 de maio para debater o assunto. “O livro usa cenas e palavras pesadas, chega a ser constrangedor ler o que está lá”, afirmou Ferreira, que o considera inadequado para crianças. Para ele, cabe aos pais a educação sexual dos filhos. “Quem é a escola para escolher o tempo certo para abordar o assunto?”

 

    A diretora geral de ensino da Secretaria Municipal de Educação, Luiza Vasconcelos, afirmou que o recolhimento do livro é provisório, para discussão com as escolas e pais que tiveram dificuldade com a publicação. Ela defende o título, escrito há 18 anos e usado em várias escolas de Estados e Municípios brasileiros, como instrumento de proteção e prevenção.

 

    “A partir do conhecimento do seu corpo, a criança pode se proteger”, afirmou, ao destacar que muitos alunos e professores não aceitaram devolvê-lo, o que é respeitado pela Secretaria. Segundo ela, 550 exemplares do livro – dentro de um kit de títulos didáticos – estavam sendo distribuídos com as turmas do primeiro ano do segundo ciclo, que têm idade entre oito a dez anos.

 
Fonte: G1

Líder da maior Igreja do mundo convida Brasil para evento na Coréia

178091Presidida pelo pastor David Yonggi Cho, a igreja coreana Yoido Full Gospel Church é a maior Igreja evangélica do mundo. E é em sua sede que acontece entre os dias 16 a 19 de maio a Convenção Mundial para pastores e líderes, convidando delegações também do Brasil a participar do evento. 40 nomes serão incluídos na lista e a mobilização já começou.

O convite oficial da Igreja de Cho foi feito ao Doutor e Juiz de Direito Gersino Prado, que já se dispôs a mobilizar a liderança evangélica no Brasil. Palestrante especialista na área da família, Prado será um dos preletores no primeiro dia da solenidade e garante que o convite ao Brasil teve um significado especial. “Em anos anteriores as delegações brasileiras não tiveram uma participação tão ativa e este ano a proposta dos membros da própria Igreja é dar um tratamento diferenciado a nosso país” conta.

Yonggi Cho nasceu em um lar budista e foi assim até os 19 anos, quando, após ficar doente de tuberculose se converteu à fé cristã. Inicialmente foi intérprete de missionários norte-americanos, mas em 1958, começou a pregar num bairro pobre de Seul. Quando montou a própria Igreja, foi um dos pioneiros na estratégia de evangelismo de reuniões eclesiásticas nas casas dos membros, o que fez com que a igreja crescesse. Através de seus livros, divulgou amplamente o sistema das células, inspirando o colombiano César Castellanos a criar o movimento conhecido como G12. Yonggi Cho é autor de livros como ‘A quarta dimensão’, publicado no Brasil pela Editora Vida.

Cho instalou a igreja na ilha de Yoido, no rio Han, construindo um grande auditório. Segundo números da própria igreja, ela possui aproximadamente 800 mil membros e cerca de 500 missionários.

Prado explica que já possui nomes indicados a compor a lista brasileira, mas 40 vagas estão em aberto. Durante todos os dias, serão realizados café e jantares solenes com Dr. Cho. “É uma oportunidade única. Não qualquer um que consegue esta chance de se reunir com este líder” frisa.

GUILHERME DE PÁDUA. Após entrevista polêmica, Ratinho rebate críticas no Twitter

4E43E3B28163097347DDCD541F99CDepois de exibir ao vivo uma entrevista com Guilherme de Pádua, condenado junto com a ex-mulher Paula Thomaz pela morte da atriz Daniella Perez, o apresentador Ratinho usou seu perfil no Twitter para rebater as críticas recebidas pela internet.

    “Aguinaldo Silva, grande novelista da Globo que sempre admirei, me critica como se a empresa pra quem ele presta serviço nunca tivesse entrevistado bandido. Vou repetir. A matéria foi com a intenção de perguntar pra sociedade se ela daria uma segunda chance a ex-criminosos como por exemplo o Guilherme Pádua”, escreveu Ratinho.

 Reprodução 

    O apresentador Ratinho durante entrevista com Guilherme de Pádua; programa foi alvo de críticas na web 

    Hoje pela manhã, o novelista ironizou e criticou o apresentador do SBT. “Quem será o próximo? Fernando Beira-Mar? O casal Nardoni? Se Ratinho quer levantar a audiência à custa de baixarias, que tal psicografar uma entrevista com Hitler? Médium pra isso é o que não falta. Mas o que é que pode se esperar de um cara que usa o codinome de Ratinho?”, postou Aguinaldo em seu Twitter.

    Na sua resposta, Ratinho questionou se a entrevista teria tamanha repercussão caso não envolvesse pessoas famosas. “Será que se o entrevistado tivesse assassinado a filha de trabalhador comum os famosos se manifestariam? Claro que todos tem o direito de se manifestarem, mas não acho que há necessidade de críticas a minha pessoa e nem ataques verbais”, completou. 

    Ratinho deu por encerrado o assunto no Twitter, mas afirmou que vai “quebrar o pau com meio mundo” durante seu programa de hoje.

Entrevista 

    Apesar do alarde, Guilherme de Pádua deixou de responder a maioria das perguntas feitas por Ratinho. Ele argumentou que havia descoberto –também pelo Twitter– que poderia ser processado por conta das declarações. “Você tem avião, tem advogado… eu não tenho nada”, disse Pádua.

    Sobre as esquivadas de Pádua, Ratinho disse hoje que “para fazer um programa ao vivo, como o de ontem, é preciso ousadia”. “Nem sempre conseguimos as respostas que queremos. O entrevistado era ex-ator, com experiência com o público, foi preciso todo cuidado para conduzir-lo pois ele poderia sair do estúdio.”

    Ao saber que Ratinho entrevistaria o assassino de sua filha, a autora de novelas Gloria Perez disse que estava decepcionada com o apresentador.

    “Eu apertei sua mão nos tempos em q você se indignava com assassinatos covardes!”, escreveu.

    Ela afirmou que acionaria a Justiça caso fosse feita qualquer alusão desrespeitosa à filha.

    “Divulgar ‘versões fantasiosas’ de assassinos julgados é crime. Passível de processos criminais e cíveis!”, disse a autora.

Anna Carolina Jatobá, madrasta da Isabella Nardoni, diz ter se convertido e pedido para ser batizada

 

Nardoni_JatobaSegunda-feira (22/03) teve início o julgamento de Anna Carolina Jatobá e Alexandre Nardoni, conhecidos como o “casal Nardoni”, acusados de matar Isabela Nardoni, filha de Alexandre. De acordo com o Ministério Público, Jatobá esganou Isabella e Alexandre a jogou pela janela do sexto andar do apartamento onde o casal morava, em Santana, na Zona Norte da capital. O crime ocorreu em 29 de março de 2008. A Promotoria diz que houve uma discussão antes da morte da criança. O casal Nardoni alegou inocência sustentando a idéia de que um ladrão matou a menina. Essa terceira pessoa nunca foi encontrada pela polícia.

Presos na cadeia de Tremembé (SP) desde o ocorrido, o casal segue uma rotina de serviços diários prestados na própria penitenciária. Porém, os hábitos de Anna Carolina Jatobá são diferentes dos de Alexandre. Suas atividades diárias incluem oração e freqüência em cultos evangélicos.

Desde que foi presa, Jatobá já haveria pedido ao pastor da penitenciária para ser batizada, mas o pastor alegou que ainda não era o momento porque ela não estava preparada.

Jatobá divide a cela de 12m2 com mais quatro evangélicas e é vista com freqüência fazendo orações. Funcionários do presídio alegaram que Jatobá não fala muito e que, por isso, ganhou confiança, sendo chamada de “Aninha”.

Segundo uma reportagem da revista Veja em 2008, o fato de Ana Carolina ter virado evangélica seria para ter proteção, já que o tipo de crime de que foi acusada não é “aceito” por outros detentos. A “lei” dos detentos rege que pessoas convertidas à religião evangélica têm imunidade desde que não entrem pela disputa do poder dentro da cadeia.

A reportagem ainda afirma que antes de ser presa, Ana Carolina afirmava ser católica, porém lia sobre espiritismo. Depois que foi presa e virou evangélica ela freqüenta cultos, ora e faz parte do coral.

Anna Carolina Jatobá evangélica e ciumenta

A mãe de Isabela e ex-mulher de Alexandre Nardoni, Ana Carolina Oliveira afirmou que acredita na condenação do casal. Em entrevista concedida ao portal de notícias G1, da Rede Globo, Ana Carolina Oliveira afirmou que o ciúmes de Jatobá matou sua filha.

“Eu sei tudo sobre a minha filha e a criança meiga, alegre e carinhosa que ela era. Convivi bastante tempo também com o Alexandre e sua família, conheço seu comportamento; sofri com os ciúmes da Anna Jatobá e posso dizer que, infelizmente, foi esse ciúme que levou a minha filha…”, disse Oliveira.

Um dos depoimentos da mãe de Isabella dados ao juiz Maurício Fossen, ainda na fase de instrução, em 2009, já mostrava a preocupação de Ana Carolina Oliveira com os ciúmes de Jatobá. De acordo com seu relato, a madrasta tinha ciúmes de Alexandre por causa do relacionamento que ele teve com Ana Carolina Oliveira. No entender da mãe de Isabella, sua filha pagou por isso com a vida. Foi a avó de Isabella, Rosa Oliveira, quem afirmou à Justiça no ano passado que Jatobá tinha raiva da menina.

De acordo com o depoimento de Rosa, para evitar que Alexandre conversasse por telefone com Ana Carolina Oliveira sobre questões relacionadas a Isabella, Jatobá passou a cuidar desses assuntos. Há relatos de que Jatobá falava com Oliveira, por exemplo, sobre quando pegar Isabella na escola. A pensão para a menina era discutida com o avó paterno, Antonio Nardoni.

Caso Anna Carolina Jatobá seja considerada culpada cumprirá pena de 12 a 30 anos por Homicídio Doloso (quando há a intenção de matar) triplamente qualificado por meio cruel (asfixia).

Brasileiros acreditam em evolução guiada por Deus

evolucionismo 300x200 BRASIL ESCOLA

 

 

 

 

 

 

 

De acordo com pesquisa Datafolha divulgada esta semana, para 59% da população brasileira a evolução humana se deu através de milhões de anos guiados por um ser supremo.

O levantamento investigou as convicções da população sobre a origem e o desenvolvimento da espécie humana. Apenas 8% dos brasileiros acredita que a evolução acontece sem interferência divina. Por outro lado, a pesquisa mostra que uma em cada quatro pessoas acredita na teoria de que o homem teria sido criado por Deus há menos de 10 mil anos.

Os resultados obtidos seriam semelhantes aos da Europa, já que pesquisas mostram que lá o número de criacionistas se aproxima dos 20%. Já em relação aos EUA, observa-se um forte contraste, uma vez que os números obtidos mostram que 44% da população é de criacionistas puros, enquanto que os que acreditam em uma evolução guiada por Deus são 36% e os evolucionistas são 14%.

O Datafolha ouviu mais de 4 mil pessoas maiores de 16 anos. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.

Revista época fala sobre Valdomiro Santiago

Pastor_ValdomiroSantiago_IgrejaMundial_2Uma das histórias que mais me impressionou (sic) foi de um homem que morreu. Como se diz no Nordeste, ele estava na pedra. A família já tinha recebido atestado de óbito. A filha dele chegou em mim na igreja, me abraçou e disse: “Se o senhor disser que ele está vivo, ele viverá”. O que houve ali foi pela fé dela. Comovido, respondi: “Então, está vivo”. Quando ela voltou para casa, estavam se preparando para velar o corpo e receberam a notícia de que o homem havia voltado à vida. Os médicos tentaram justificar, mas não conseguiram entender como o coração dele voltou a bater. Foi uma ressurreição.

O relato acima foi feito em 2009 pelo líder evangélico Valdemiro Santiago de Oliveira numa de suas raras entrevistas, concedida a uma publicação evangélica chamada Eclésia.

Alto, negro, extrovertido, de fala rouca cheia de erros de português e forte sotaque mineiro, Valdemiro, de 46 anos, é o criador, líder absoluto e autoproclamado “apóstolo” da Igreja Mundial do Poder de Deus. Caçula entre as neopentecostais, a igreja foi fundada em 1998, em Sorocaba, interior de São Paulo. Mineiro de Palma, região de Juiz de Fora, Valdemiro gosta de se definir como “homem do mato” ou “um simples comedor de angu”. Na pregação diária de bispos e pastores e no boca a boca de milhares de fiéis, é reverenciado como milagreiro. Além de afirmar ressuscitar os mortos, cultiva a fama de curar de aids, câncer, cegueira, surdez, tuberculose, hanseníase, paralisia, alergias, coceiras e dores em qualquer parte do corpo e da alma. Num domingo com três cultos, Valdemiro chega a apresentar mais de 30 testemunhos de cura. ÉPOCA tentou falar com Valdemiro durante dois meses. As solicitações foram feitas por meio de assessores e bispos e diretamente a ele, na saída de cultos. Em duas ocasiões, ele prometeu dar entrevista, mas nunca agendou.

Dissidência da Igreja Universal do Reino de Deus, a Mundial é a menos organizada das evangélicas. Seus templos têm instalações precárias. A pregação é classificada por alguns como “primitiva”. Há gritos, choros e performances espalhafatosas. Até suas publicações são visivelmente mais pobres que as das concorrentes. Apesar de fazer quase tudo no improviso, a Mundial já é considerada o maior fenômeno religioso do Brasil desde a criação da Igreja Universal, em 1977, sob a liderança do bispo Edir Macedo. Mais que isso, a Mundial começa a se firmar como ameaça ao império que a Universal ergueu no campo das neopentecostais.

Carismático, intuitivo, meio desafiador, meio fanfarrão, Valdemiro comanda uma estrutura que, de acordo com números da igreja, reúne 2.350 templos, cerca de 4.500 pastores e tem sedes em mais 12 países. Só em aluguéis de imóveis para cultos a Mundial gasta R$ 12 milhões por mês, segundo estima o diretor de compras da igreja, Mateus Oliveira, sobrinho de Valdemiro. Em número de templos, a Mundial superou duas de suas três concorrentes neopentecostais: a Internacional da Graça, do missionário R.R. Soares, e a Renascer, do casal Estevam e Sônia Hernandes. Nos últimos dois anos, a Mundial praticamente multiplicou por dez seu tamanho (em 2008, eram 250 templos). Mantido o atual ritmo de crescimento, ela ultrapassaria a Universal até 2012. A igreja de Edir Macedo afirma ter 5.200 templos e 10 mil pastores.

Uma característica nova na expansão da Mundial está naquilo que o sociólogo Ricardo Mariano, estudioso de religião na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, chama de “pescar no próprio aquário evangélico”. Estudos sugerem que a maior parte dos seguidores da Mundial veio de outras neopentecostais, principalmente da Universal. Poucos eram do meio católico, tradicional fornecedor de fiéis para denominações evangélicas. “Calculo que mais de 50% dos membros da Mundial saíram da Universal, uns 30% da Internacional da Graça e o resto das demais evangélicas ou outras religiões”, diz Paulo Romeiro, professor de teologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie e autor de um livro sobre a igreja.

Na cúpula da Mundial, a presença de ex-membros da Universal é expressiva. Estima-se que 90% dos bispos e até 80% dos pastores tenham sido formados por Edir Macedo. O próprio Valdemiro tem origem na Universal, onde atuou por 18 anos. O apetite com que a Mundial avança sobre a Universal aparece até na distribuição geográfica dos templos. Valdemiro tem predileção por instalar igrejas em imóveis que já foram ocupados pela Universal.

Parte do encanto de Valdemiro está na imagem messiânica que ele construiu em torno de si, contando histórias mirabolantes. A mais espetacular está no livro O grande livramento: ele descreve um naufrágio que sofreu em Moçambique em 1996, quando ainda era da Universal. Valdemiro diz que ele e três conhecidos foram vítimas de uma sabotagem, que fez a embarcação afundar a 20 quilômetros da costa. A partir daí, a história ganha ares cinematográficos.

Valdemiro na época pesava 153 quilos (anos depois, ele faria uma cirurgia de redução de estômago). Ele diz que deu os únicos três coletes aos colegas e começou a nadar a esmo. Diz ter nadado oito horas “contra forte correnteza”, “ondas gigantes” e cercado por “tubarões-brancos assassinos” e “barracudas agressivas”. Na travessia, prossegue sua narrativa, um pedaço de sua perna foi arrancado e seus olhos foram queimados por “águas-vivas gigantes”. Quando finalmente chegou à praia, diz ele, dormiu na areia e acordou nos braços de dois estranhos, “africanos seminus”. “Tive a clareza de que os anjos do Senhor haviam me visitado e me dado o livramento”, diz. Dos três companheiros, dois morreram e um foi resgatado. Na época, jornais noticiaram o naufrágio, mas muita gente na igreja duvidou do relato. Um bispo foi à África fazer uma sindicância, mas isso não sanou as dúvidas.

Valdemiro também conta outros três causos de “livramento”. Diz que, numa ocasião, caiu do 8º andar de uma obra, mas nada sofreu. Afirma também que, passeando de carro “na África”, uma bomba de um campo minado explodiu “arremessando nosso carro uns 3 metros para o alto”. Diz ainda que sofreu uma tentativa de assassinato, mas os “matadores profissionais” erraram os cinco tiros. “Assustados, jogaram o rifle para dentro do carro e fugiram”, afirma.

Bispo Católico sugere que fieis não assistam conteúdos impróprios na TV

NO_AO_~1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Segundo o religioso, o reality show não oferece ‘nenhum elemento à formação moral e ética dos jovens cristãos e ao respeito da dignidade humana’.

     A recomendação faz parte de uma tradição da paróquia, que se mobiliza anualmente para propor jejuns adaptados ao cotidiano dos fiéis. O bispo sugeriu há duas semanas o ‘jejum dos olhos’, que consiste, em suas próprias palavras, em ‘evitar o acesso à programação de televisão que vá contra a moral, a tradição e os valores cristãos’.

     ‘O Big Brother Brasil faz apologia ao sucesso, às drogas, ao sexo e à competitividade’, afirma Pereira, citando valores que iriam de encontro aos ensinamentos católicos. O religioso também condenou os sites pornográficos.

     Os jejuns propostos nas missas são relacionados aos sentidos. Entre os mais inusitados estão o jejum dos ouvidos (‘ouvir boa música, não as coisas ruins que se costuma ouvir por aí, e, principalmente, ouvir mais os outros’) e o jejum da língua (‘não falar mal dos outros por aí’).

     A Quaresma é o período de 40 dias que antecede a Páscoa, considerada a data da ressureição de Jesus Cristo para os católicos, e se inicia na quarta-feira de cinzas. A época é destinada à meditação, oração, jejum e esmola, visando à renovação espiritual e reforço da fé cristã.

HINN SE EXPLICA SOBRE DIVÓRCIO

bennyhinnDepois de trinta anos de casamento, Suzanne Hinn, esposa de Benny Hinn pediu divórcio. Abalado com as criticas, o evangelista enviou uma carta de três páginas a seus membros explicando que seu ministério não tem fundamentos bíblicos para sua esposa Suzanne Hinn pedir o divórcio.

Hinn disse que sua esposa estava sob grande pressão, mas nem ele nem os seus filhos “nunca teria esperado que isso acontecesse.” Na carta o americano se defende e diz que não havia nenhuma imoralidade na vida do casal. “Nós dois mantivemos nossas vidas limpas e completamente devotadas um ao outro por 30 anos de casamento.

Suzane apresentou papeis de divórcio no dia 1º de fevereiro citando incompatibilidade de gênios. Benny disse, através de seus colaboradores, que estava tentando reverter a crise no casamento. “Suzanne nunca deu sequer indicio de que isso estava em sua mente”, frisou. O líder americano pede orações pela ‘cura’ de sua família e diz que o divórcio irá impedi-lo de cumprir seu chamado ao ministério.

Entenda melhor:

Esposa pede divórcio após 30 anos por incompatibilidade.

           Um ministério consolidado e que atraiu multidões não foi suficiente para salvar o casamento do reverendo Benny Hinn. No dia 1º de fevereiro a esposa do líder, Suzanne Hinn, deu entrada ao pedido de divórcio alegando incompatibilidade de gênios. A noticia foi confirmada pelo ministério do americano na última semana.                                     

Apesar de o casal ter se separado em 26 de janeiro, de acordo com documentos judiciais, a organização divulgou um comunicado expressando que Benny Hinn está chocado frente aos acontecimentos. “Pastor Benny Hinn e seus familiares imediatos ficaram chocados e entristecidos em saber desta notícia, sem qualquer aviso prévio”, disse Don Price, conselheiro sênior de longa data do Ministério Benny Hinn. Segundo comunicado, divulgado através do site Christian Post, Hinn tem se esforçado em trazer a cura para seu relacionamento. Atualmente o reverendo está sendo investigado pelo Senado por seus bens luxuosos que incluem jatinhos e mansões.