Revista época fala sobre Valdomiro Santiago

Pastor_ValdomiroSantiago_IgrejaMundial_2Uma das histórias que mais me impressionou (sic) foi de um homem que morreu. Como se diz no Nordeste, ele estava na pedra. A família já tinha recebido atestado de óbito. A filha dele chegou em mim na igreja, me abraçou e disse: “Se o senhor disser que ele está vivo, ele viverá”. O que houve ali foi pela fé dela. Comovido, respondi: “Então, está vivo”. Quando ela voltou para casa, estavam se preparando para velar o corpo e receberam a notícia de que o homem havia voltado à vida. Os médicos tentaram justificar, mas não conseguiram entender como o coração dele voltou a bater. Foi uma ressurreição.

O relato acima foi feito em 2009 pelo líder evangélico Valdemiro Santiago de Oliveira numa de suas raras entrevistas, concedida a uma publicação evangélica chamada Eclésia.

Alto, negro, extrovertido, de fala rouca cheia de erros de português e forte sotaque mineiro, Valdemiro, de 46 anos, é o criador, líder absoluto e autoproclamado “apóstolo” da Igreja Mundial do Poder de Deus. Caçula entre as neopentecostais, a igreja foi fundada em 1998, em Sorocaba, interior de São Paulo. Mineiro de Palma, região de Juiz de Fora, Valdemiro gosta de se definir como “homem do mato” ou “um simples comedor de angu”. Na pregação diária de bispos e pastores e no boca a boca de milhares de fiéis, é reverenciado como milagreiro. Além de afirmar ressuscitar os mortos, cultiva a fama de curar de aids, câncer, cegueira, surdez, tuberculose, hanseníase, paralisia, alergias, coceiras e dores em qualquer parte do corpo e da alma. Num domingo com três cultos, Valdemiro chega a apresentar mais de 30 testemunhos de cura. ÉPOCA tentou falar com Valdemiro durante dois meses. As solicitações foram feitas por meio de assessores e bispos e diretamente a ele, na saída de cultos. Em duas ocasiões, ele prometeu dar entrevista, mas nunca agendou.

Dissidência da Igreja Universal do Reino de Deus, a Mundial é a menos organizada das evangélicas. Seus templos têm instalações precárias. A pregação é classificada por alguns como “primitiva”. Há gritos, choros e performances espalhafatosas. Até suas publicações são visivelmente mais pobres que as das concorrentes. Apesar de fazer quase tudo no improviso, a Mundial já é considerada o maior fenômeno religioso do Brasil desde a criação da Igreja Universal, em 1977, sob a liderança do bispo Edir Macedo. Mais que isso, a Mundial começa a se firmar como ameaça ao império que a Universal ergueu no campo das neopentecostais.

Carismático, intuitivo, meio desafiador, meio fanfarrão, Valdemiro comanda uma estrutura que, de acordo com números da igreja, reúne 2.350 templos, cerca de 4.500 pastores e tem sedes em mais 12 países. Só em aluguéis de imóveis para cultos a Mundial gasta R$ 12 milhões por mês, segundo estima o diretor de compras da igreja, Mateus Oliveira, sobrinho de Valdemiro. Em número de templos, a Mundial superou duas de suas três concorrentes neopentecostais: a Internacional da Graça, do missionário R.R. Soares, e a Renascer, do casal Estevam e Sônia Hernandes. Nos últimos dois anos, a Mundial praticamente multiplicou por dez seu tamanho (em 2008, eram 250 templos). Mantido o atual ritmo de crescimento, ela ultrapassaria a Universal até 2012. A igreja de Edir Macedo afirma ter 5.200 templos e 10 mil pastores.

Uma característica nova na expansão da Mundial está naquilo que o sociólogo Ricardo Mariano, estudioso de religião na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, chama de “pescar no próprio aquário evangélico”. Estudos sugerem que a maior parte dos seguidores da Mundial veio de outras neopentecostais, principalmente da Universal. Poucos eram do meio católico, tradicional fornecedor de fiéis para denominações evangélicas. “Calculo que mais de 50% dos membros da Mundial saíram da Universal, uns 30% da Internacional da Graça e o resto das demais evangélicas ou outras religiões”, diz Paulo Romeiro, professor de teologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie e autor de um livro sobre a igreja.

Na cúpula da Mundial, a presença de ex-membros da Universal é expressiva. Estima-se que 90% dos bispos e até 80% dos pastores tenham sido formados por Edir Macedo. O próprio Valdemiro tem origem na Universal, onde atuou por 18 anos. O apetite com que a Mundial avança sobre a Universal aparece até na distribuição geográfica dos templos. Valdemiro tem predileção por instalar igrejas em imóveis que já foram ocupados pela Universal.

Parte do encanto de Valdemiro está na imagem messiânica que ele construiu em torno de si, contando histórias mirabolantes. A mais espetacular está no livro O grande livramento: ele descreve um naufrágio que sofreu em Moçambique em 1996, quando ainda era da Universal. Valdemiro diz que ele e três conhecidos foram vítimas de uma sabotagem, que fez a embarcação afundar a 20 quilômetros da costa. A partir daí, a história ganha ares cinematográficos.

Valdemiro na época pesava 153 quilos (anos depois, ele faria uma cirurgia de redução de estômago). Ele diz que deu os únicos três coletes aos colegas e começou a nadar a esmo. Diz ter nadado oito horas “contra forte correnteza”, “ondas gigantes” e cercado por “tubarões-brancos assassinos” e “barracudas agressivas”. Na travessia, prossegue sua narrativa, um pedaço de sua perna foi arrancado e seus olhos foram queimados por “águas-vivas gigantes”. Quando finalmente chegou à praia, diz ele, dormiu na areia e acordou nos braços de dois estranhos, “africanos seminus”. “Tive a clareza de que os anjos do Senhor haviam me visitado e me dado o livramento”, diz. Dos três companheiros, dois morreram e um foi resgatado. Na época, jornais noticiaram o naufrágio, mas muita gente na igreja duvidou do relato. Um bispo foi à África fazer uma sindicância, mas isso não sanou as dúvidas.

Valdemiro também conta outros três causos de “livramento”. Diz que, numa ocasião, caiu do 8º andar de uma obra, mas nada sofreu. Afirma também que, passeando de carro “na África”, uma bomba de um campo minado explodiu “arremessando nosso carro uns 3 metros para o alto”. Diz ainda que sofreu uma tentativa de assassinato, mas os “matadores profissionais” erraram os cinco tiros. “Assustados, jogaram o rifle para dentro do carro e fugiram”, afirma.

Bispo Católico sugere que fieis não assistam conteúdos impróprios na TV

NO_AO_~1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Segundo o religioso, o reality show não oferece ‘nenhum elemento à formação moral e ética dos jovens cristãos e ao respeito da dignidade humana’.

     A recomendação faz parte de uma tradição da paróquia, que se mobiliza anualmente para propor jejuns adaptados ao cotidiano dos fiéis. O bispo sugeriu há duas semanas o ‘jejum dos olhos’, que consiste, em suas próprias palavras, em ‘evitar o acesso à programação de televisão que vá contra a moral, a tradição e os valores cristãos’.

     ‘O Big Brother Brasil faz apologia ao sucesso, às drogas, ao sexo e à competitividade’, afirma Pereira, citando valores que iriam de encontro aos ensinamentos católicos. O religioso também condenou os sites pornográficos.

     Os jejuns propostos nas missas são relacionados aos sentidos. Entre os mais inusitados estão o jejum dos ouvidos (‘ouvir boa música, não as coisas ruins que se costuma ouvir por aí, e, principalmente, ouvir mais os outros’) e o jejum da língua (‘não falar mal dos outros por aí’).

     A Quaresma é o período de 40 dias que antecede a Páscoa, considerada a data da ressureição de Jesus Cristo para os católicos, e se inicia na quarta-feira de cinzas. A época é destinada à meditação, oração, jejum e esmola, visando à renovação espiritual e reforço da fé cristã.

HINN SE EXPLICA SOBRE DIVÓRCIO

bennyhinnDepois de trinta anos de casamento, Suzanne Hinn, esposa de Benny Hinn pediu divórcio. Abalado com as criticas, o evangelista enviou uma carta de três páginas a seus membros explicando que seu ministério não tem fundamentos bíblicos para sua esposa Suzanne Hinn pedir o divórcio.

Hinn disse que sua esposa estava sob grande pressão, mas nem ele nem os seus filhos “nunca teria esperado que isso acontecesse.” Na carta o americano se defende e diz que não havia nenhuma imoralidade na vida do casal. “Nós dois mantivemos nossas vidas limpas e completamente devotadas um ao outro por 30 anos de casamento.

Suzane apresentou papeis de divórcio no dia 1º de fevereiro citando incompatibilidade de gênios. Benny disse, através de seus colaboradores, que estava tentando reverter a crise no casamento. “Suzanne nunca deu sequer indicio de que isso estava em sua mente”, frisou. O líder americano pede orações pela ‘cura’ de sua família e diz que o divórcio irá impedi-lo de cumprir seu chamado ao ministério.

Entenda melhor:

Esposa pede divórcio após 30 anos por incompatibilidade.

           Um ministério consolidado e que atraiu multidões não foi suficiente para salvar o casamento do reverendo Benny Hinn. No dia 1º de fevereiro a esposa do líder, Suzanne Hinn, deu entrada ao pedido de divórcio alegando incompatibilidade de gênios. A noticia foi confirmada pelo ministério do americano na última semana.                                     

Apesar de o casal ter se separado em 26 de janeiro, de acordo com documentos judiciais, a organização divulgou um comunicado expressando que Benny Hinn está chocado frente aos acontecimentos. “Pastor Benny Hinn e seus familiares imediatos ficaram chocados e entristecidos em saber desta notícia, sem qualquer aviso prévio”, disse Don Price, conselheiro sênior de longa data do Ministério Benny Hinn. Segundo comunicado, divulgado através do site Christian Post, Hinn tem se esforçado em trazer a cura para seu relacionamento. Atualmente o reverendo está sendo investigado pelo Senado por seus bens luxuosos que incluem jatinhos e mansões.

Nova diretoria do Santos proíbe manifestação religiosa no clube

SEM JESUS

 

 

 

 

 

 

 

 

Nova diretoria do Santos proíbe manifestação religiosa no clube

     Os novos tempos do Santos não estão representados apenas na cadeira de comando do clube. Em uma tentativa de acabar com os hábitos da última gestão, a nova diretoria estabeleceu uma cartilha de conduta para seus jogadores. As quatro recomendações vão de encontro a práticas que antes eram comuns na Vila Belmiro. “Na verdade não é uma cartilha, é só um manual para padronizar o comportamento dos jogadores de acordo com a nova filosofia”, disse o diretor de futebol Pedro Luiz Conceição.

     O primeiro item da cartilha diz respeito a manifestações religiosas. O clube não tolerará ser usado como palco de crenças pessoais. Nos tempos de Marcelo Teixeira era comum que a Vila Belmiro recebesse todo tipo de bênçãos e mandingas em dias de jogos. Jogadores evangélicos, como Roberto Brum, famoso por sempre falar de religião em suas entrevistas, não poderão mostrar este lado pessoal em entrevistas e preleções. “Quem tem as suas convicções que o faça na igreja, deixe o campo de futebol para o jogo. Não tem de misturar”, disse o presidente Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro.

     Em um outro item da cartilha, está terminantemente proibido aos jogadores comemorem seus gols levantando a camisa. Ainda sem patrocínio para a temporada, o Santos quer atrair parceiros com a garantia de que suas marcas sempre serão expostas no momento em que as câmeras estiverem voltadas para o autor do gol. O jogador que descumprir a recomendação pagará multa ainda a ser estipulada.

     A terceira regra aborda o tratamento dos jogadores com a imprensa. Todos os atletas serão obrigados a falar com jornalistas. Será montada uma escala para as entrevistas coletivas diárias. Até pouco tempo, alguns jogadores se recusavam a conceder entrevistas.

     A última das recomendações será em relação ao uniforme utilizado durante viagens. Será proibido o uso de qualquer peça que não seja fornecida pelo clube. Jogadores não poderão usar produtos de seus patrocinadores pessoais.

AS REGRAS

 

Não serão permitidas manifestações religiosas

Está proibido levantar a camisa no momento de comemoração do gol

Obrigação de dar entrevistas

Todos terão de usar os uniformes fornecidos pelo clube

Dê sua opinião:

HOMOSSEXUALISMO É COMPORTAMENTAL “Diz Malafaia durante debate no SBT sobre PLC 122/06”

MalafaiaO pastor da Assembléia de Deus, Silas Malafaia, participou nesta quarta-feira, dia 24, do programa do Ratinho, no SBT. O debate envolveu o polêmico projeto PLC 122/06 que cria uma ditadura gay. O presidente da Associação Vitória em Cristo enfrentou a autora do projeto, a ex-deputada Iara Bernardes.

            Os convidados foram recebidos pelo apresentador do programa, Carlos Massa, o Ratinho. Um vídeo explicou os fundamentos e o que propõe o PLC 122/06. No vídeo o pastor Dilmo dos Santos, da AD do Brás, lembrou os perigos da aprovação. “ Esta lei favorece alguns em detrimento de outros”, criticou. O representante da ONG Corsa, que defende a comunidade LGBT, Lula Ramires, esclareceu que o projeto equipara preconceito ao racismo. “ Ninguém é homossexual para afrontar Deus”, apontou.

            Após o vídeo, em que a população se mostrava dividida, Ratinho deu a palavra a Iara Bernardes. Num primeiro momento ela apresentou números e mostrou como o Brasil é um país homofóbico. “O PLC 122/06 foi uma necessidade na defesa dos direitos dos homossexuais”, declarou.

            Silas Malafaia deu o tom do debate e citou que, antes mesmo da lei ser aprovada e votada nas comissões do Senado em toque de caixa, comunidades gays tentaram tirar seu programa da Band no ar. “Esta lei criminaliza a opinião. Ela tem aberrações, é uma vergonha. A lei deveria se chamar  Lei do Privilégio”, alfinetou.

            Questionado por Ratinho se homossexualismo é genético, Malafaia disse que só há dois genes humanos: macho e fêmea. “Ninguém nasce homossexual. Homossexualismo é comportamental. È um retrocesso, uma mordaça.” Iara Bernandes logo confirmou: “Temos que colocar uma mordaça em quem ofende e agride os homossexuais”, finalizou.

Senador Magno Malta afirma que o Programa dos Direitos Humanos ajuda a criar um império homossexual no Brasil

Magno_Malta_(PPS-ES)O senador Magno Malta (PR-ES) afirmou que irá criar uma Frente Parlamentar contra o decreto presidencial que criou o Programa Nacional de Direitos Humanos. Para o parlamentar, o decreto — assinado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva no final do ano passado — “enaltece o projeto de lei 122”, em tramitação na Câmara, que, em sua opinião, “cria um império homossexual no Brasil”.

Em pronunciamento nesta quinta-feira (4), o senador afirmou… que a frente terá a maioria dos parlamentares tanto do Senado Federal quanto da Câmara dos Deputados e que o PL 122 “irá morrer nesta Casa”.

Magno Malta informou que a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado aprovou na última quinta-feira requerimento de sua autoria para a realização de uma audiência pública sobre a matéria. Segundo o parlamentar, serão convidados representantes “da sociedade islâmica, da sociedade espírita, da sociedade judaica, das religiões afro-brasileiras e também católicos, evangélicos, ateus e intelectuais”.

O senador afirmou que não tem nada contra os homossexuais, que respeita muito, mas disse não poder permitir a aprovação de um projeto inconstitucional. Afirmou que a Constituição, no parágrafo 3º de sue artigo 226, estabelece que a união estável é aquela realizada “entre um homem e uma mulher”.

“Não sou homofóbico”, declarou o parlamentar, para quem “o Brasil precisa de uma grande campanha de educação e respeito nessa e em outras questões”.

ANJO DA GUARDA “Após 27 dias soterrados, haitiano resgatado é alimentado por anjo”

salvamento-haiti-g-20100126Após 27 dias soterrados, haitiano resgatado é alimentado por anjo

 

     Equipes de resgate que trabalham no Haiti ficaram surpresos ao encontrar um sobrevivente 27 dias depois do terremoto que atingiu o país. Evan Muncie, de 28 anos, foi resgatado dos escombros de um supermercado de Porto Príncipe onde trabalhava vendendo arroz.

     Desidratado e desnutrido, Muncie foi levado para o Centro Médico de Miami. Segundo os médicos, ele apresentava sinais de confusão mental. Uma enfermeira que o atendeu disse que ele ainda não havia se dado conta de que havia sido resgatado e achava que ainda estava soterrado.

     As equipes ainda não sabem como o haitiano se hidratava. Aos médicos, o sobrevivente relatou que uma pessoa vestida de branco levava água para ele periodicamente.

LULA BUSCA APROXIMAÇÃO COM CRENTES

lula600Presidente participa de evento da Mundial do Poder com Dilma

Após se recuperar de uma crise de hipertensão, o presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT), participou neste sábado, dia 30, da Concentração de Fé, promovido pela Igreja Mundial do Poder de Deus. A atividade aconteceu na Praça Samuel Sabatini. Dilma, como é de praxe, participou do encontro.

Com ameaça de Marina Silva, que tem forte apoio de correntes evangélicas, Lula quer, à tira colo, transferir sua popularidade à ministra da Casa Civil, candidata a sucessão da presidencia em 2010.

A visita também serve para mostrar prestígio do Apóstolo Valdomiro Santiago, fundador da denominação dissidente da Igreja Universal do Reino de Deus, que, após ter um templo fechado em São Paulo, enviou recados, através de seus meios de comunicação, que poderá fazer campanha contra os políticos que não impediram o fechamento de sua sede.

HAITI “Dez americanos são presos na fronteira transportando crianças”

5429_image1_Haiti_0205_pkchildDez americanos foram presos no Haiti porque tentavam sair do país com 33 crianças do país sem autorização. Eles foram detidos na fronteira com a República Dominicana. As informações são da agência BBC Brasil.

De acordo com o governo haitiano, o grupo não tinha documentos para comprovar que crianças eram órfãs ou que tinham direito de retirá-las do país. Os americanos fazem parte da organização não governamental New Life Children’s Refuge, com sede no estado americano do Idaho. As crianças tinham entre 2 meses e 12 anos de idade.

     Os americanos disseram à BBC que pretendiam levá-las para um orfanato montado na República Dominicana. Eles consideraram a prisão um erro e achavam que tinham autorização para viajar até o país vizinho. Os americanos ainda não foram indiciados.

 

     Com o terremoto do último dia 12, que arrasou a capital haitiana, várias crianças perderam os pais e diversos orfanatos foram destruídos. Com receio de que criminosos aproveitem a fragilidade em que se encontra o país para o tráfico de crianças, o Ministério de Assuntos Sociais impôs regras para rígidas para a adoção dos órfãos – uma delas é autorização para sair com a criança do Haiti.

 

     O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) já alertou para o desaparecimento de meninos e meninas de hospitais haitianos depois do terremoto.

 

     Segundo o Unicef, o tráfico de crianças no Haiti já existia antes dos tremores e a mesma situação foi verificada em diversos países após a passagem de uma tsunami em dezembro de 2004.

Cônsul do Haiti afirma que país tem maldição. Pastor diz que o Haiti paga por ter feito pacto com o diabo

consul

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O cônsul-geral do Haiti em São Paulo, George Antoine, segundos antes de iniciar a gravação de uma entrevista para o SBT na quinta-feira, 14, soltou algumas frases infelizes em relação ao terremoto que devastou o país mais pobre da América Central. O cônsul tem mais de 100 parentes no Haiti.

Com microfone de lapela e aparentemente sem saber que o áudio já estava sendo gravado, Antoine virou-se para um funcionário da representação diplomática e disse: “A desgraça de lá tá sendo uma boa para a gente aqui ficar conhecido (…) Aquele povo africano acho que de tanto mexer com macumba, não sei o que á aquilo (…) O africano em si tem maldição. Todo lugar em que tem africano tá f…”

Após saber que o microfone de lapela estava ligado, o cônsul, já durante a entrevista, segurou um terço nas mãos, e disse estar abalado com o que ocorreu no Haiti. “Esse terço nós usamos pois nos dá uma energia positiva que acalma a pessoa. Como eu estou muito tenso e deprimido com o negócio do Haiti, a gente fica mexendo com vários para se acalmar”.

Fonte: Estadão / Gospel+

O evangélico americano Pat Robertson, que anima um programa de TV, lançou uma polêmica nos Estados Unidos ao explicar que o terremoto que arrasou Porto Príncipe seria a consequência de um “pacto com o Diabo” selado pelos haitianos há dois séculos para se livrar dos franceses.

A controvérsia obrigou a Casa Branca a intervir, qualificando as declarações de “profundamente estúpidas”.

Falando em seu programa de TV, o evangélico, candidato às primárias republicanas para a eleição presidencial de 1988, lembrou que os haitianos “eram dominados pelos franceses”.

“Eles se reuniram e selaram um pacto com o Diabo. Disseram a ele: ’serviremos a você se nos livrar dos franceses’. A história é verdadeira. E o Diabo respondeu: ‘está certo’”, relatou Pat Robertson, 80 anos.

“Desde então, eles são vítimas de uma série de maldições”, afirmou o evangélico, comparando a situação no Haiti com a do país vizinho, a República Dominicana, relativamente próspera.

Questionado sobre estas declarações, o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, declarou-se “surpreso” de que “nestas horas de inimaginável sofrimento humano, alguém tenha a coragem de proferir coisas tão profundamente estúpidas”.

Poucas horas antes, o presidente Barack Obama prometeu que os Estados Unidos não abandonarão o Haiti, e anunciou uma ajuda de emergência de 100 milhões de dólares e o envio de milhares de soldados e socorristas para ajudar as vítimas do terremoto de terça-feira.

Sob dominação espanhola até 1697, e depois francesa, o Haiti se tornou em 1804 a primeira república negra independente depois da derrota do corpo expedicionário de Napoleão Bonaparte, que queria restabelecer no país a escravidão abolida pela Revolução Francesa.

Pat Robertson, derrotado por George Bush nas primárias republicanas para a eleição presidencial de 1988, já fez várias declarações polêmicas. Em 2006, ele explicou que o AVC sofrido por Ariel Sharon foi uma punição divina infligida ao ex-primeiro-ministro israelense por sua retirada da Faixa de Gaza.

O Livro de Eli – Produção de Hollywood terá Denzel Washigton como guardião da última Bíblia

denzel-washington-photograph-c11807517No filme “The book of Eli”, Denzel Washington faz o papel de um andarilho que se apóia na Bíblia em uma América devastada pela guerra nuclear.

O ator norte-americano disse que se estivesse nessa situação, faria exatamente a mesma coisa que seu personagem.

O filme, que estreia nesta sexta-feira (15) nos Estados Unidos, mistura elementos de faroestes de Hollywood, na forma de paisagens desoladas e cidades na fronteira, com a espiritualidade do Velho Testamento — uma mudança para os estúdios de Hollywood, que tendem a evitar temas religiosos em filmes de ação modernos e com grandes orçamentos.

O personagem de Denzel Washington é Eli, um homem que gosta de citar Gênesis e os Salmos quando não está desmembrando bandidos com uma espada.

No filme, os norte-americanos queimaram suas Bíblias como retaliação à guerra nuclear, mas uma sobrou. Ela pertence a Eli, que está em uma missão para encontrar pessoas dignas do livro.

‘Fazer o bem’

O ator, que já ganhou o Oscar duas vezes, disse que tenta ler a Bíblia todos os dias, e que se estivesse em um mundo pós-apocalíptico, o livro seria algo que ele “gostaria de ter”.

“Eu acho que fé é importante, escutar àquela vozinha quieta dentro de você. Não ser intimidado ou desencorajado por outros e seguir sua missão na vida. Minha mãe diz que é interessante fazer o bem, mas é preciso fazer o bem da maneira certa”, disse Washington.”, disse ele à Reuters.

Como Eli, Washington anda pelo interior desolado dos EUA e finalmente para em uma cidade de fronteira, onde o senhor local, interpretado por Carnegie (Gary Oldman), está desesperado para achar uma Bíblia para que possa usar como arma para influenciar as pessoas.

Quando Carnegie escuta que Eli tem uma Bíblia, ele ordena que ele lhe entregue o livro se não quiser ser morto. Eli luta para defender sua Bíblia antes de poder continuar sua jornada.

ABSURDO! “Obama é, com certeza, maior do que Jesus”

Obama-cruzJornal deifica presidente americano e descarta Cristo.

(Por Bob Unruh) – O editorial de um jornal dinamarquês, citando tanto as políticas externas quanto internas adotadas pelo presidente Barack Obama, está deificando o líder político americano.

“Obama é, com certeza, maior do que Jesus — se tivermos de jogar esse absurdo jogo do Natal”, opinou o editorial não assinado ontem em Politiken, que se gaba de ser o maior jornal da Dinamarca, publicado desde 1884.

A tradução em inglês foi fornecida online por Julian Isherwood.

O editorial continuou: “Mas, provavelmente, é mais importante insistir em que com o triunfo dele hoje nos EUA, ele já garantiu para si um lugar nos livros de história — um espaço que ele tem boas chances de expandir de modo considerável nos próximos anos”.

O jornal diz que Obama “é provocativo ao insistir em estender a mão, onde outros só vêem animosidade”.
E embora “seus resultados tangíveis em curto prazo sejam escassos”, suas palavras “permanecem na consciência de sua audiência e têm efeitos de longo prazo”.

“Ele vem de origem humilde e defende os fracos e vulneráveis, pois ele pode se identificar com a condição deles”, disse o jornal. “E não estamos pensando em Jesus Cristo, cuja data de nascimento acabamos de celebrar. Estamos falando do presidente dos Estados Unidos Barack Hussein Obama”.

O editorial comentou que “seria natural chegar-se à idéia de uma comparação entre Jesus e Obama. Se se fizesse tal comparação, é certeza que Obama levaria vantagem”.

O editorial, escrito na ocasião de um voto legislativo em favor do plano de saúde de Obama que institui controle governamental total, citou “o direito de todos os cidadãos de não se arruinarem financeiramente quando sua saúde não está bem”, assim como “o maior pacote de ajuda financeira da história dos EUA, um importante acordo de desarmamento e o mais rápido restabelecimento da reputação americana da História”.

“Por outro lado, há os milagres de Jesus, dos quais todos ainda se lembram, mas que só beneficiaram poucas pessoas. Ao mesmo tempo, há as maravilhosas parábolas sobre sua vida e obras que conhecemos a partir do Novo Testamento, mas que têm sido interpretadas de formas tão diferentes durante os 2000 anos passados que é impossível dar um resultado claro de suas obras”, disse o jornal.

“Todos nós sabíamos que esse dia chegaria”, escreveu Jeremy Wiggins no blog da Associação da Família Americana. “Sabíamos que alguém da esquerda acabaria tentando comparar Barack Obama com Jesus”, escreveu ele.

“O que quero saber é isto: Como é que dá para comparar uma pessoa que não fez NADA com alguém que fez TUDO? O presidente Obama se prostrou diante de reis, mas diante de Jesus reis vão se prostrar, pois ELE é o Rei dos Reis. Suponho que a comparação mais próxima que eu poderia usar na comparação de Obama com Jesus é comparando uma formiga com um edifício arranha-céu. Não só Jesus é VASTAMENTE maior do que Obama, mas eles nem mesmo estão na mesma categoria para se comparar!” escreveu ele.

WND fez várias reportagens sobre múltiplas referências e sugestões da deidade de Obama, inclusive quando o cantor britânico Sting disse que o presidente Obama poderá ser a resposta para os problemas do mundo — a resposta divina. “De muitas maneiras, ele foi enviado por Deus, pois o mundo está uma bagunça”, ele disse em entrevista à Associated Press na época.

Antes, foi uma das redatoras de um jornal universitário que escreveu: “Obama é meu Jesus”.

Maggie Mertens, uma das redatoras do jornal da Faculdade Massachusetts’ Smith, disse: “Obama é meu amigo. E não estou dizendo isso porque ele é negro — estou dizendo isso em referência a uma camiseta estampada de uns dois anos atrás que dizia ‘Jesus é meu amigo’. Sim, foi o que eu quis dizer. Obama é meu Jesus”.

A confissão dela apareceu recentemente na seção de comentários do jornal universitário Smithsophian sob o título: “Eu O Seguirei: Obama como Meu Jesus Pessoal”.

“Embora os religiosos vejam isso como idolatria ou embora outros pensem que tudo nessa sentença ofende, temo que seja verdade”, escreveu ela.

Além disso, um artista que planejou apresentar um retrato de Obama numa pose como de Cristo com uma coroa de espinhos na cabeça cancelou o evento devido à “esmagadora revolta do público”.

E foi Louis Farrakhan, o líder do grupo muçulmano Nação do Islã, que declarou no ano passado que quando Obama fala, “é o Messias que está realmente falando”.

Houve também outro acontecimento durante a campanha de Obama quando um site perguntou: “Será que Barack Obama é o Messias?” Essa manchete sintetizou a onda de euforia que seguiu o crescimento espetacular do senador do Partido Democrata.

O site ficou famoso com uma declaração de Obama estrategicamente extraída de um discurso dele na Faculdade Dartmouth, em 7 de janeiro de 2008, logo antes da eleição do Partido Democrata para escolher um candidato à presidência. Foi nessa ocasião que Obama declarou aos estudantes: “Uma luz brilhará por essa janela, um raio de luz descerá sobre vocês. Vocês experimentarão uma presença divina, e de repente compreenderão que precisam ir votar” em Obama.

O site inclui isto:
SEJA O TEU NOME OBAMA
TUA MUDANÇA VIRÁ
TUA VONTADE SERÁ FEITA…

Fonte: www.juliosevero.com / O Verbo

Silas Malafaia compra em dolar um avião mais caro que o de R. R.

silas_malafaiaDepois do Missionário R. R. Soares e do Apóstolo Renê Terra Nova, mais um famoso pastor aderiu a nova moda evangélica e comprou um avião particular, juntando-se a outros nomes pioneiros nesse tipo de compra como Edir Macedo e Samuel Câmara. Silas Malafaia, que é o vice-presidente da Covenção Geral das Igrejas Assembléias de Deus, anunciou que comprou o avião em um culto que realizou em uma igreja em Boca Raton, nos Estados Unidos. Segundo vários brasileiros presentes, o Pastor teria dito que foi uma “galinha morta”, já que o preço pago foi de 12 milhões de dólares (cerca de R$20.800.000,00), sendo que o avião vale 16 milhões de dólares (cerca de R$27.840.000,00). O avião de Silas Malafaia não é novo, já teve um dono, mas seu modelo é mais caro do que os aviões de R. R. Soares, Renê Terra Nova e Samuel Câmara juntos, que custam 5 milhões cada, tem banheiro a bordo e capacidade para 8 pessoas. O blogueiro Leonardo Gonçalves comentou em seu blog sobre o ocorrido: “Com tanta necessidade em terras tupiniquins, com milhares de crentes passando dificuldade nos bolsões da fome no Brasil, confesso que até pensei na possibilidade do senhor Silas usar esse dinheiro para levar educação, alimento e salvação a estas pessoas. Mas infelizmente ele preferiu investir em comodidade, igualando-se aos outros ícones da prosperidade”. Leonardo também lembrou dos episódios em que o Pastor Silas Malafaia pediu incisivamente junto com o Dr. Morris Cerullo ofertas voluntárias de R$900 prometendo prosperidade e uma Bíblia de estudo sobre “batalha espiritual e vitória financeira” para os contribuintes: “Parece que a farra dos 900 reais, somado à intimidação que o Cerrulo fez na TV, levou milhares de pessoas a ofertarem para o ministério, e ele [Silas Malafaia], sábio e prudente, aplicou o dinheiro onde havia mais necessidade” e completou “Rachem a cara e queimem a língua todos vocês que disseram que a bíblia de 900 reais não trazia prosperidade! Sim, eu confesso que estava enganado. A bíblia do Cerrullo, de fato, prospera!”. Silas Malafaia, que não constuma dar entrevistas, exibiu a alguns dias em seu programa de televangelismo um desabafo aos que criticam seus atos, visivelmente indignado, o mais famoso pastor da Igreja Assembléia de Deus afirmou que “Quem critica não faz nada. Você conhece alguma coisa que algum crítico construiu? Crítico é um recalcado que tem sucesso da obra alheia”, finalizou.

Idosa expulsa invasores com vassoura e bíblia na Irlanda do Norte

vassoura-mulher_~bm01p009Uma idosa de 82 anos expulsou dois invasores de sua casa em Belfast, na Irlanda do Norte, usando apenas uma vassoura e uma Bíblia. Maisie Chapman estava descansando em sua casa na tarde de sábado, 14, quando ouviu um barulho e encontrou um estranho na entrada. Um segundo homem estava em seu quarto, procurando objetos para roubar.

     “Eu tenho uma vassoura atrás da porta… Levantei (a vassoura) e bati neles”, disse a idosa.

     “Quando levantei a vassoura, também levantei minha Bíblia e disse ‘Esta é a palavra de Deus’. Eles eram malandros e acho que os assustei – um deles estava tremendo.”

      Policial

     Maisie Chapman contou também que, antes da ameaça com a vassoura, o homem que estava na entrada da casa alegou ser um policial, mas não tinha nenhuma identificação.

     A idosa subiu as escadas de casa e encontrou o segundo homem em seu quarto.

     “Comecei a gritar e ele me empurrou para a cama e me mandou parar. Mas eu não parei e continuei gritando. Então ele colocou as duas mãos sobre minha boca e eu não conseguia respirar. Mas um dos meus braços estava livre, então eu o empurrei e me libertei”.”Eu cambaleei escada abaixo e fui até meus vizinhos para chamar a polícia.”

     Os dois invasores não conseguiram roubar nada e a idosa, que é viúva, ficou abalada com a invasão.

     Maisie afirma que esta não foi a primeira vez que invasores entram em sua casa, já aconteceu outras duas vezes, mas ela conta que não pretende mudar de sua casa, onde vive há 50 anos.

 

Data: 3/1/2010
Fonte: BBC

ARQUEÓLOGOS ENCONTRAM CASA na cidade de Nazaré

091221152508_nazchurch226Restos estariam na cidade de Nazaré e pode ser da época de Jesus

 

Arqueólogos israelenses revelaram nesta segunda-feira que encontraram os restos da primeira residência encontrada na cidade de Nazaré, no norte de Israel, que pode ser da época de Jesus Cristo.

De acordo com o jornal israelense Haaretz, a descoberta fornece mais dados sobre como era a vida na cidade de Nazaré há cerca de 2 mil anos.

A casa provavelmente fazia parte de um pequeno vilarejo com cerca de 50 residências habitadas por judeus pobres.

Uma porta-voz da Autoridade Israelense para Antiguidades, Yardenna Alexandre, informou que os restos de uma parede, uma cisterna para coleta de água da chuva e um refúgio foram encontrados depois da descoberta do pátio de um antigo convento.

 

Escavações na residência antiga de Nazaré

De acordo com Alexandre, os arqueólogos também encontraram potes de argila, do tipo que era usado pelos moradores da Galileia (região onde hoje fica o norte de Israel) na época, uma indicação de que a casa pertencia a uma família judia simples.

“É provável que Jesus e seus amigos de infância tenham conhecido a casa”, afirmou a porta-voz em entrevista.

“A partir das poucas provas escritas disponíveis, sabemos que a Nazaré do primeiro século da era cristã era um pequeno vilarejo judeu localizado em um vale”, disse Alexandre, acrescentando que até agora “poucas sepulturas da época de Jesus foram encontradas, mas nunca encontramos os restos de residências daquela época”.

Um poço também foi encontrado, e os arqueólogos calculam que ele foi construído como parte dos preparativos dos judeus para a Grande Revolta contra os romanos, entre os anos de 66 e 73 d.C.

EVANGÉLICOS GANHAM ENQUETE

queda-de-braco_pDo total, 51,54% foram contrários a aprovação do projeto

 

     A maioria dos internautas que votou na enquete do mês de novembro da Agência Senado se posicionou contra a aprovação do PLC 122/06, que torna crime a discriminação contra idosos, deficientes e homossexuais. Do total, 51,54% foram contrários à proposta e 48,46% a favor. A enquete recebeu 465,3 mil votos, e foi a que mais mobilizou votantes desde que esse tipo de consulta foi criado.

   O resultado foi divulgado na manhã desta terça-feira, dia 1º de dezembro. Nesta segunda-feira, dia 30, pastores realizaram campanhas pedindo votos. Na enquete a população deveria votar se era a favor ou contra da aprovação da PLC 122/06.

   A enquete foi recheada de polêmica. Durante o mês de novembro comunidades gays pediram votos pela aprovação da PLC 122/06 e por alguns dias o site da Agência Senado ficou fora do ar devido a quantidade de acessos.O articulista Júlio Severo criticou a agência, apesar da entidade se isentar pelo processo.

Leia mais:

:: COM MEDO, PSICOLOGA DÁ UM TEMPO
Rosangela Justino diz que não atenderá após ameaças de morte
>> Ler

:: HOMOFOBIA PREOCUPA EVANGÉLICOS
Líderes repudiam manobra para aprovar lei da homofobia no Senado

:: E se o PLC 122 fosse aprovado hoje, como ficaria?
Rubem Amorese

O local mais frio do mundo

lugar-mais-inospito-do-mundoAinda existe um lugar, na Terra, onde o homem jamais pisou. Ele se chama Ridge A (“cordilheira A”, em inglês), fica a 4 mil metros de altitude – 30% mais alto que a cidade de La Paz, na Bolívia – e está a 600 quilômetros do Polo Sul. Mas a principal característica desse lugar, que acaba de ser revelado por imagens de satélite, é outra: Ridge A é o ponto mais frio da face da Terra, com temperatura média de 70 graus negativos. Até então, acreditava-se que o lugar mais frio do mundo fosse o lago Vostok, na Antártida, que chegou a registrar 90 graus negativos.

Mas isso foi uma exceção. “Na média, Ridge A é muito mais frio do que o lago Vostok ou qualquer outro lugar conhecido”, afirma Will Saunders, astrônomo da Universidade de New South Wales e descobridor do lugar. Ridge A é muito hostil para a vida – se é que existe alguma por lá –, mas perfeito para a ciência. O céu extremamente limpo, com poucas nuvens e sem água (a umidade relativa do ar é praticamente zero), faz de Ridge A o lugar perfeito para a instalação de um telescópio. “É o lugar mais próximo do espaço que você pode alcançar sem sair da Terra”, afirma o cientista atmosférico Patrick Minnis, da Nasa.

O telescópio de Ridge A será 3 vezes mais nítido do que qualquer outro instalado no planeta e terá imagens tão boas quanto as do Hubble. A primeira expedição a Ridge A está prevista para o ano que vem, e o telescópio deverá ser construído pela China e pela Austrália, dona do território. Quando ficar pronto, em 2012, será controlado a distância por um sistema de computadores – o lugar é inóspito demais para viver. A descoberta é o último passo de uma corrida científica no Polo Sul, que vai ganhar telescópios construídos pelos EUA, pela Itália e pela França.

Ainda existe um lugar, na Terra, onde o homem jamais pisou. Ele se chama Ridge A (“cordilheira A”, em inglês), fica a 4 mil metros de altitude – 30% mais alto que a cidade de La Paz, na Bolívia – e está a 600 quilômetros do Polo Sul. Mas a principal característica desse lugar, que acaba de ser revelado por imagens de satélite, é outra: Ridge A é o ponto mais frio da face da Terra, com temperatura média de 70 graus negativos. Até então, acreditava-se que o lugar mais frio do mundo fosse o lago Vostok, na Antártida, que chegou a registrar 90 graus negativos.

Mas isso foi uma exceção. “Na média, Ridge A é muito mais frio do que o lago Vostok ou qualquer outro lugar conhecido”, afirma Will Saunders, astrônomo da Universidade de New South Wales e descobridor do lugar. Ridge A é muito hostil para a vida – se é que existe alguma por lá –, mas perfeito para a ciência. O céu extremamente limpo, com poucas nuvens e sem água (a umidade relativa do ar é praticamente zero), faz de Ridge A o lugar perfeito para a instalação de um telescópio. “É o lugar mais próximo do espaço que você pode alcançar sem sair da Terra”, afirma o cientista atmosférico Patrick Minnis, da Nasa.

O telescópio de Ridge A será 3 vezes mais nítido do que qualquer outro instalado no planeta e terá imagens tão boas quanto as do Hubble. A primeira expedição a Ridge A está prevista para o ano que vem, e o telescópio deverá ser construído pela China e pela Austrália, dona do território. Quando ficar pronto, em 2012, será controlado a distância por um sistema de computadores – o lugar é inóspito demais para viver. A descoberta é o último passo de uma corrida científica no Polo Sul, que vai ganhar telescópios construídos pelos EUA, pela Itália e pela França.

Fonte:
http://planetasustentavel.abril.com.br

DEPUTADOS ORAM APÓS PROPINA

homens_orandoEnvolvidos pedem a Deus que tire pessoas ímpias e más do caminho

 

Deputados distritais acusados de participar do suposto esquema de pagamento de propina organizado pelo governo de José Roberto Arruda (DEM) aparecem, em um dos vídeos sobre a investigação do escândalo, fazendo uma oração. Eles pedem a Deus que tire “pessoas ímpias e más” de seus caminhos e que proteja o secretário de Relações Institucionais da gestão do político democrata, Durval Barbosa. O deputado Júnior Brunelli, que em outro vídeo aparece recebendo maços de dinheiro, é quem pede a intervenção divina para a ajuda.

“Pai, quero te agradecer por estarmos aqui, sabemos que nós somos falhos, somos impe rfeitos, mas é o teu sangue que nos purifica. Pai, nós somos gratos pela vida do Durval ter sido instrumento de bênção para nossas vidas, para essa cidade. Tantas são as investidas, Senhor, de homens malignos contra a vida dele, contra nossas vidas. Nós precisamos da Tua cobertura e dessa Tua graça, da Tua sabedoria, de pessoas que tenham, Senhor, armas para nos ajudar essa guerra. Acima de tudo, Senhor, todas as armas que podem ser falhas, todos os planejamentos podem falhar, todas as nossas atividades, mas o Senhor nunca falha”, diz Brunelli na oração.

Único governador do DEM no Brasil, Arruda aparece em um vídeo, durante as investigações feitas pela PF, recebendo maços de dinheiro. As imagens foram gravadas por Durval Barbosa. Réu em mais de 30 processos, Barbosa denunciou o esquema por conta da delação premiada, acordo feito com a Justiça para diminuição de pena em uma eventual condenação judicial.

O suposto esquema do governo, cujos vídeos foram divulgados neste fim de semana, é resultado das investigações da operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal. O esquema de desvio de recursos públicos envolvia empresas de tecnologia para o pagamento de propina a deputados da base aliada.

“O Senhor tem pessoas para condicionar e levar o coração para onde o Senhor quer. A sentença é o Senhor que determina. O parecer, o despacho é o Senhor que faz acontecer. Nós precisamos do livramento da vida do Durval, dos seus filhos, dos seus familiares. O Senhor é a nossa Justiça”, completa o parlamentar ao lado de outro deputado, o presidente da Câmara Legisltiva, Leonardo Prudente, e do próprio Durval Barbosa.

“Quero entregar essa equipe ímpia e má (que supostamente são contra os deputados) nas Suas mãos. Meu Deus, dá um jeito nessa situação, tira essas pessoas do nosso caminho, meu Pai”, afirma na oração.

Alteração do clima fará 200 milhões de pessoas migrarem até 2050

URSOO Fundo de População das Nações Unidas (Unfpa) fez na quarta-feira, 18, um alerta para o risco de aumento das migrações por conta das mudanças climáticas. A estimativa é de que até o ano de 2050, 200 milhões de pessoas possam ter que deixar seus lares por conta da degradação do meio ambiente.

     O Relatório sobre a Situação da População Mundial 2009 – lançado em Brasília e em outras 120 cidades no mundo simultaneamente – pede ainda que os governos se planejem com antecedência na tentativa de reduzir os riscos de desastres naturais.

     Para o representante do Unfpa no Brasil, Harold Robinson, é urgente que a questão das mudanças climáticas seja vista sob um novo enfoque: o da relação entre clima, população e gênero. O ponto central, segundo ele, é que as mudanças climáticas não são apenas uma questão ambiental, mas um problema humano provocado pela atividade humana.

     Robinson destacou evidências do aquecimento global provocado pelas emissões de gases de efeito estufa – os dez anos mais quentes foram registrados nos últimos 12 anos e os desastres naturais dobraram nas últimas duas décadas, com uma média de 400 ocorrências ao ano. “Há um impacto direto sobre o bem-estar da população mundial”, avaliou.

     O representante da organização ressaltou que as mudanças climáticas são a ameaça que afeta a humanidade de forma mais desigual, uma vez que atingem quem menos contribuiu para a sua ocorrência – os mais pobres e os mais vulneráveis. Dados do relatório indicam que apenas 3% do total dos gases de efeito estufa lançados na atmosfera, por exemplo, são emitidos por essa parcela da população.

     A coordenadora do Unfpa no Brasil, Taís Santos, lembrou que as mudanças climáticas são fato posto, já que estão em pleno andamento. “As pessoas são responsáveis, são afetadas e precisam se adaptar”, disse, referindo-se ao homem como o único agente capaz de interromper as alterações de clima.

     Taís acredita que o que se pode fazer atualmente é adotar comportamentos proativos que considerem todas as dimensões do problema. Ela avaliou que os investimentos em tecnologias mais limpas ou mais verdes, por exemplo, podem contribuir, mas que o problema é bem mais complexo.

     A poucos dias da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas em Copenhague (Dinamarca), a Unfpa cobrou uma negociação global sobre o clima baseada na igualdade e nos direitos humanos.

APOCALIPSE ASSUSTA POPULAÇÃO “Fim do Mundo é tema de filme. Em SP missionários datam apocalipse”

2012Nesta sexta-feira 13, estreia em todo mundo o filme ‘2012’. A trama, dirigida por Roland Emmerich, mostra tsunamis, terremotos e vulcões destruindo as principais cidades do planeta Terra no dia 21 de dezembro de 2012. Os fatos são relacionados a uma profecia. Cenas de cidades sendo destruídas são destacadas no filme. Entre elas estão: Los Angeles, Las Vegas, Washington e Cidade do Vaticano. Uma passagem mostra o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, caindo após sofrer com abalos sísmicos.

            Não é a primeira vez que arte tenta imitar a vida. Em 2004 a tentativa foi com o longa ‘O Dia Depois de Amanhã’. O filme com Denis Quaid mostrou o dia que a terra sofreu alterações climáticas que modificaram drasticamente a vida da humanidade. Outro filme com a mesma temática é ‘Apocalipto’, com Mel Gibson.

         Na mesma semana em que um apagão mostrou a fraqueza do homem, diante da potencia de Deus, o cinema retrata uma inquietação da sociedade: prever o dia do fim. No dia 16 de julho, um grupo de missionários distribuía no Centro de São Paulo panfletos que datavam o fim do mundo. Segundo o documento isto acontecerá em outubro de 2011.

LEIA MAIS:MISSIONARIOS PREVEEM A VOLTA DE JESUS

         Opine: Já há sinais claros sobre o final dos tempos?

Igreja Batista irá queimar livros, discos e até Bíblias por considera-los satânicos

livrosUma igreja baptista de Canton, na Carolina do Norte, está se preparando para queimar livros e música que considera satânicos, por ocasião do Dia das Bruxas. Além de livros da saga Harry Potter e obras como “A Origem das Espécies”, de Charles Darwin, também cópias da Bíblia serão queimadas – excepto a versão “King James”, a única tomada em conta pela igreja baptista e considerada “infalível”.

De acordo com a revista “Examiner”, o encarregado desta igreja, o pastor Marc Grizzard, disse que todas as outras versões da Bíblia são “satânicas” e “perversões” da palavra de Deus. Além destas obras, também discos de música considerada satânica serão queimados por Grizzard e 14 outros membros da igreja. Entre os estilos, contam-se o Country, Rap, Rock, Pop, Heavy Metal, Western, Jazz e Soul.

Este deverá ser, no entanto, um serão bem passado. O site da igreja, informa que vai haver churrasco de frango e que “toda a gente será servida”.

O DOM DO PERDÃO “Empresário perdoou e deu oportunidade para ex-sequestrador”

o dom do perdãO ex-sequestrador Ronaldo Miguel Monteiro, que hoje faz trabalhos sociais e é pastor, foi destaque do Fantástico nesse domingo, 8, após dar uma declaração na novela “Viver a Vida”, sobre o passado no crime e da pretensão de sequestrar o empresário Custódio Rangel.

     Ronaldo, ex-presidiário, que foi condenado a 28 anos de prisão pelos 10 sequestros cometidos na década de 80, disse na declaração no fim do capítulo da novela que foi uma experiência muito forte encontrar uma das suas vítimas.

     Quando descobriu uma forma fácil de ganhar dinheiro através da extorsão e sequestro, descobriu que o empresário Custódio era uma vítima que lhe iria render um bom resgate, mas que não sairia com vida do sequestro. Mas nada deu certo nesse sequestro e após cinco meses Ronaldo foi preso, cumprindo 13 anos de pena.

     Durante o tempo que esteve preso, Ronaldo recebeu a visita do homem que seria sequestrado, Custódio Rangel. O empresário não foi visitá-lo para julgar e sim para mostrar o caminho até Jesus, “Pois é, Jesus amou todos. Temos que fazer alguma coisa. Então, uma boa pescaria seria se eu ganhasse Ronaldo para Jesus. E aconteceu isso”, contou Rangel.

     A visita marcou a vida de Ronaldo e as coisas começaram a mudar a partir desse dia, “foi muito forte, você não encontra palavras, só alguém que vive na marginalidade e se depara com uma vítima que diz “eu te perdoo”, poderia responder. E com certeza ela não vai encontrar palavras”, disse Ronaldo na entrevista para o Fantástico.

      Depois desse dia, Ronaldo começou a trabalhar com os demais presos e ao sair da prisão pela condicional, conseguiu um emprego que trabalhou por dois anos, dado pelo próprio empresário, que mais uma vez o ajudou e mostrou ter perdoado.

     Hoje Ronaldo segue seu caminho longe da criminalidade e tem uma Ong que ajuda presos a se qualificar profissionalmente.   

     Assista o vídeo aqui

POLÊMICA “Igreja Luterana Suécia aprova casamentos gays na Suécia”

11052009_capaA Igreja Luterana da Suécia – a maior do país – deve começar a realizar casamentos entre pessoas do mesmo sexo a partir do mês que vem.

     Cerca de 70% dos 250 membros do sínodo da igreja votaram a favor da medida, tornando-a uma das primeiras grandes igrejas do mundo a permitir o casamento gay.

      O governo da Suécia aprovou uma nova lei em maio garantindo a casais homossexuais os mesmos direitos concedidos a casais heterossexuais.

 Cerca de três quartos dos suecos são membros da Igreja Luterana, apesar de o número de praticantes ser relativamente baixo.

     A Igreja Luterana diz que a partir de novembro qualquer um de seus pastores poderá celebrar casamentos entre homossexuais.

     Pastores individuais não serão “forçados” a celebrar os casamentos gays, mas poderão ser substituídos para as cerimônias caso se recusem.

Apoio

 A igreja, que até 2000 estava sob o controle do Estado, apoiou a decisão do governo de legalizar os casamentos gays em maio.

     Mas alguns líderes religiosos defenderam que as cerimônias da igreja e o termo matrimônio sejam reservados às uniões heterossexuais.

     Outros se opuseram à nova lei argumentando que ela seria contrária às escrituras religiosas.

     “De minha parte, acho que a decisão correta foi tomada, mas tenho empatia com os muitos que acreditam que isso foi longe demais”, afirmou o arcebispo da Suécia, Anders Wejryd.

     O principal grupo gay do país, a Federação Sueca dos Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros, elogiou a decisão da Igreja Luterana.

     “Nós congratulamos a Igreja da Suécia por sua decisão. Os membros homossexuais e bissexuais da Igreja finalmente poderão se sentir um pouco mais acolhidos pela sociedade”, afirmou o grupo num comunicado.

     A Suécia foi um dos primeiros países a dar aos casais homossexuais direitos para  “parcerias civis”, em meados dos anos 1990, e a permitir que casais homossexuais adotassem crianças, a partir de 2002.

     Com a lei aprovada em maio, a Suécia se tornou o quinto país europeu a reconhecer o casamento entre pessoas do mesmo sexo, depois da Holanda, da Bélgica, da Espanha e da Noruega.

JESUS TERIA QUE SE ALIAR A JUDAS

cristo-e-judasSegundo Lula, Jesus teria que se aliar se governasse o Brasil

 

    Em uma prova que na política não há mais ideais partidários, o presidente Luis Inácio Lula da Silva, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, diz que até ‘Jesus teria de chamar Judas para fazer coalizão” se fosse eleito para governar o Brasil. Na longa entrevista o presidente declara se empenhará em transferir o seu prestígio e o do governo para a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, sua candidata. “A transferência de voto não é como passe de mágica”.

        O petista disse ainda que Dilma não representa um terceiro mandato e defende ainda uma disputa plebiscitária. Nesta semana PT e PMDB assinaram uma aliança. O partido de Lula homologará a candidata à presidente e o PMDB, o vice.

   Recentemente Dilma Rousseff participou de um culto na Assembléia de Deus e depois de banho de axé com pais de santos na Bahia.

Você conhece a rua dos evangélicos?

Ruas especializadas são características da cidade de São Paulo. Há uma rua das noivas, uma de madeiras, outra de motores, a dos eletrônicos, a dos lustres, a dos joalheiros, a dos instrumentos musicais e, agora, como sinal dos tempos, a dos evangélicos, ironicamente localizada às costas da Catedral da Sé. Em pouco mais de duas quadras, há galerias, lojas e camelôs vendendo artigos de que fiéis e pastores possam precisar – desde bíblias até envelopes para a coleta do dízimo. Pode-se encontrar ali o mobiliário necessário para montar um templo. Esse é, por sinal, um, digamos, segmento de mercado em ampla expansão, com a abertura de 10 000 templos evangélicos por ano.

Durante a semana, o maior movimento na rua é de lojistas de todo o país em busca de mercadorias. No sábado é a vez do comprador individual. “Vim com a família comprar peças de vestuário para o novo grupo de jovens da igreja”, diz o paulistano Valteci Figueiredo dos Santos, que não resistiu à pechincha de três gravatas por 10 reais. O burburinho na Conde de Sarzedas é similar ao das vias de comércio popular das proximidades. A peculiaridade é que nela os camelôs e as barraquinhas de comida dividem as calçadas com pregadores e cantores gospel. Naturalmente, os ambulantes vendem produtos pirateados, só que autenticamente evangélicos. Por enquanto, o negócio é próspero para todos. “A pirataria ainda não conseguiu nos incomodar”, diz Renato Fleischner, editor-chefe da Editora Mundo Cristão, com estimativa de venda de 1,5 milhão de livros neste ano.

Na década de 90, as variadas denominações evangélicas se multiplicaram no Brasil. O número de fiéis cresceu quatro vezes acima da média da população brasileira. Ao contrário da maioria católica, discreta no que diz respeito a compras ligadas à religião, os evangélicos se revelaram consumidores vorazes. O mercado de produtos específicos para eles é estimado em 1 bilhão de reais, o dobro de quatro anos atrás. O apetite consumista se deve bastante aos pentecostais (confissões mais antigas e severas em questões de vestuário e comportamento), como a Assembleia de Deus, com 15 milhões de fiéis, e aos neopentecostais (mais recentes e liberais em relação ao comportamento do fiel), como a Universal do Reino de Deus, com 8 milhões de seguidores.

Sete anos atrás, a primeira edição da ExpoCristã, a maior feira de negócios evangélicos da América Latina, em São Paulo, reuniu 58 expositores e recebeu 4 500 visitantes. Neste ano, o número de expositores chegou a 315 e o de visitantes passou dos 150 000. Há também versões mais modestas montadas em Belo Horizonte e no Rio de Janeiro. Estima-se que três de cada dez CDs vendidos no país sejam de música gospel.EVANGL~1 Um dos discos de Aline Barros, a mais popular cantora evangélica, vendeu mais de 3 milhões de CDs e DVDs. Nas prateleiras da Ebenezer, a maior loja da rua, pode-se escolher qualquer gênero musical – pagode, rap, heavy metal, todos devidamente evangélicos.

Na Brother Simion, é difícil conciliar a imagem tradicional da religião com as jaquetas de couro, correntes de metal e bolsas de padrão oncinha do estilo roqueiro. Quem entra é recebido por uma vendedora de cabelos vermelhos. “Boa tarde, irmã, olha que linda essa mochila que acabou de chegar”, diz Juliana Cristina Melo, 20 anos, na loja há sete meses. Ela é uma vendedora elétrica, atenta a cada freguês que entra. “Foi Jesus quem me deu o dom da comunicação fácil”, explica Juliana. Ela divide o atendimento com o dono da loja, Brother Simion. Cinquentão, com uma carreira de sucesso no rock gospel nacional, ele gosta de contar seu momento de “iluminação”. “Fui morar na Holanda e me envolvi com drogas”, relata. “Então conheci Jesus e voltei meu rock para a música gospel. Hoje, minha missão é ‘descaretizar’ a religião.”

Pelo menos uma dezena de pregadores tenta ao mesmo tempo atrair novos fiéis e vender alguma coisa na Conde de Sarzedas. Alguns pregam aos gritos, outros tocam música com caixas de som em alto volume. Israel Dias, 38 anos, é cantor gospel há quatro e disputa todos os dias um espaço na rua para propagandear seus dois CDs – ambos de produção independente. Ele sai de Santo Amaro, no sul da cidade, às 8 da manhã e caça fregueses na rua por cinco a seis horas. No meio do dia faz uma pausa para se perfumar e arrumar o terno impecável. “É isso que cativa os clientes”, diz Israel, que fatura de 150 a 200 reais por dia. Dá uma boa renda mensal. Deus seja louvado!

ATLETAS CRISTÃOS BUSCAM MEDALHAS

     jogos rio 2016Foi anunciada nesta sexta-feira (2) oficialmente a escolha do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016. O Brasil será o primeiro país a receber os jogos na América do Sul. Todas as orações e torcidas foram atendidas e agora o foco será o bom desempenho de nossos atletas em suas diversas modalidades. Muitos deles evangélicos, apostam na fé como um estímulo a mais para levar o Brasil ao pódio.

 

     Entre os muitos atletas estão os evangélicos estão João Derly, no judô; a Ciça; a ginasta Juliana Veloso e a jogadora de handball Adriana Nascimento. Todos se destacaram durante o Panamericano do Rio, em 2007. Nos jogos olímpicos são, sem dúvida, a esperança de medalhas. “Vamos entrar em quadra e fazer muito bem feito aquilo que sabemos. O Senhor tem nos sustentado no seu caminho” disse a Adriana Nascimento durante os jogos do Pan.  No futebol, a paixão nacional, os jogadores brasileiros Lúcio, Kaká e Mineiro  e no basquete o jogador  Leandrinho também são os nomes confirmados em 2016.

 

     Também nas para olimpíadas o Brasil se destaca com seus atletas cristãos. O velocista Emicarlo da Silva disputou os jogos olímpicos de Pequim e promete repetir a garra no Rio de Janeiro. Colecionador de medalhas, ao atleta é campeão mundial, recordista parapanamericano e medalhista nos Jogos do Rio de Janeiro de 2007, considerado o melhor para-atleta do mundo em sua categoria, após título conquistado na Holanda no mesmo ano.

Maradona se diz vítima de macumba a recorre a bruxo para dar o troco

     MARADONASegundo imprensa paraguaia, treinador tenta desfazer suposto “trabalho” feito contra sua equipe. O jornal Popular, do Paraguai, afirmou que Maradona está apelando para às “forças ocultas” para tentar salvar a Argentina nas Eliminatórias para a Copa de 2010.

     A publicação afirma que Dieguito contratou um bruxo para fazer um “trabalho” a fim de ajudar sua equipe a vencer o Paraguai, no Estádio Defensores del Chaco.

“Este misterioso personagem ajudou o Boca Juniors a ganhar a Copa Libertadores de 2006. Na ocasião, ele interviu na Casa Amarilla (sede da equipe) e na Bombonera”, explica o diário.

     A atitude veio depois de consultar uma especialista em “forças ocultas” paraguaia, a professora Fanny, que garantiu que foram feitos “trabalhos” para que a equipe não vá a Copa de 2010.

     “Seguramente em uma casa nos arredores do estádio Defensores del Chaco, foi feito um trabalho para que os jogadores não atuem bem, mas não creio que terá efeito. De toda maneira, há tempo até o meio-dia (desta quarta-feira) para desfazê-lo”, afirmou a especialista. Como diria o velho ditado: “no creo em las brujas, pero que los hay, hay”.

FÉ CONTRA A CRIMINALIDADE “POLÍCIA”

criminalidade_violenta_zoratePolícia quer melhorar desempenho contratando evangélicos

 

Com o propósito de prevenir delitos e combater a corrupção na corporação policial, o Ministério de Segurança Pública vai contratar jovens evangélicos, com menos de 35 anos, e que tenham o perfil adequado para a função.

A Polícia Federal quer que esses jovens desenhem novas estratégias de luta contra a delinquência organizada. Ela entende que pastores transmitem, dos púlpitos, valores e respeito às instituições.

A iniciativa partiu do pastor Miguel Bustamante, servidor público do Ministério de Segurança, que propôs a contratação de jovens evangélicos a fim de que se integrem no que deverá ser a nova Polícia Científica, a quem caberá o combate do crime organizado e a fiscalização da corrupção.

Bustamante explicou que esses jovens não vão cobrir o pessoal que está na luta de frente e combate a máfia organizada com armas de alto poder de fogo, mas trabalharão na área administrativa, no planejamento de estratégias de combate aos delitos como o roubo, a pornografia infantil, a lavagem de dinheiro, o narcotráfico.

Assim, jovens evangélicos sem emprego terão a oportunidade de fazer parte do “novo rosto” da polícia, sem distinção de sexo. Os requisitos são que o candidato tenha entre 21 a 35 anos, tenham concluído cursos universitários.

Nã há limites para o diaconato

Carlos Eustáquio Rocha completa 84 anos no próximo dia 20; ele é membro e diácono na Igreja Batista Getsêmani desde a sua fundação, em dezembro de 1974 e foi um dos que receberam o pastor Jorge Linhares de braços abertos na sua chegada a igreja. No último domingo (13/09) foi capa de um dos jornais mais expressivos do Estado, por ter saltado de pára-quedas.

O salto representa um sonho de infância, mas para entender toda a história desse simpático senhor, precisamos voltar no tempo e remontar sua trajetória. Quando, ainda garoto, tocava os céus com os olhos e acompanhava o pouso e a decolagem dos aviões na primeira pista de correio aéreo da cidade – hoje o Aeroporto da Pampulha.diaconato

Durante a vida inteira Carlos esteve relacionado com as alturas, em 1932, mudou-se com a família de Vespasiano para Belo Horizonte, no Bairro Jaraguá, vindo morar ao lado do Aeroporto da Pampulha. Seu pai, José Augusto da Rocha, veio trabalhar na construção da pista de pousos e decolagens. Com o tempo Carlos tomou gosto pelos aviões e se realizou profissionalmente, também, no aeroporto. Lá começou como servente, mas logo aprendeu o ofício de artífice de aeronaves. Também trabalhou no Aeroclube de Minas Gerais. Entre 1944 e 1947, serviu na Aeronáutica e, nesse meio tempo, aprendeu a voar.

O desejo em saltar de pára-quedas veio há cerca de dois meses, ao acompanhar o primeiro salto da neta Luíza Rocha, de 18, ganhou coragem e decidiu pular. Ele conta que antes da decisão orou a Deus para que tudo acontecesse segundo a plena vontade do Soberano. “Caso não fosse da vontade de Deus que saltasse, pedi a ele que retirasse o desejo de saltar do meu coração”. Com o coração confortado por ter recebido a resposta positiva de Deus em oração, comunicou da decisão aos quatro filhos, nove netos e uma bisneta. Carlos iria saltar de pára-quedas e entrar para a história como o homem mais velho a fazê-lo no Brasil. No sábado (12/09), presenteado por uma imensidão azul, e pela vegetação magnífica da Serra do Cipó, ele saltou de um monomotor a aproximadamente 3 mil metros de altura, atingindo uma velocidade de 100km. “A queda livre durou pouco mais de trinta e cinco segundos, mas para mim foi como se o tempo estivesse parado”, afirma Carlos.

Carlos é um exemplo de vida para a sua família, é um representante de dedicação no serviço ao Reino de Deus e um referencial de coragem para a sociedade, que possamos ser assim também, influenciando de maneira real nossa família, a igreja e a sociedade com os valores de Jesus Cristo.

“Não desanimem, permaneçam em oração, confiem permanentemente em Deus e sirvam-no com todo amor e dedicação”. (Carlos Eustáquio Rocha)

 
 

Noites de luta e reggae enchem igrejas evangélicas no Brasil

lutadores gospelA atmosfera estava elétrica na igreja Renascer em Cristo na noite de “Extreme Fight”. Seguidores da igreja vestiam jeans e tênis, muitos com bonés virados para trás, e se alinhavam num ringue de boxe temporário para aplaudir lutadores de jiu-jitsu de peitos desnudos.

Eles gritavam quando o favorito dos fãs, Fabio Buca, resistiu ao seu oponente após vários minutos. Eles ficaram frenéticos quando o Pastor Dogão Meira, de 26 anos, abateu o seu opositor, segurando ele com uma chave de braço por apenas 10 segundos de luta.
Com a multidão ainda vibrando, o pastor Mazola Maffei, vestido em calças militares e camiseta, pegou o microfone. Maffei, que também é o treinador de luta de Meira, então deixou a multidão absorta com um sermão sobre a ligação entre esportes e espiritualidade. “Vocês precisam praticar mais o esporte da espiritualidade”, ele recomendou. “Vocês precisam lutar pelas suas vidas, pelos seus sonhos e ideais”.

A Renascer em Cristo está entre o crescente número de igrejas evangélicas no Brasil que estão encontrando maneiras de se conectar com pessoas mais jovens para aumentar suas fileiras. De noite de luta à música reggae, de videogames a tatuadores no local, as igrejas ajudaram a fazer o movimento evangélico o movimento espiritual que cresce mais rápido no Brasil.

Igrejas evangélicas estão atraindo brasileiros para longe do catolicismo romano, a religião dominante no Brasil. Em 1950, 94% dos brasileiros disseram ser católicos, mas o número caiu para 74% em 2000. Enquanto isso, a percentagem daqueles que dizem ser evangélicos se multiplicou por cinco neste período, atingindo 15% em 2000. Um novo censo do governo deve sair no ano que vem.

Apesar da grande conexão do Brasil com o catolicismo, mais e mais brasileiros querem experimentar e escolher sua própria religião, diz Silvia Fernandes, professora da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, que escreveu um livro sobre o movimento evangélico no Brasil.

Ela disse que mais brasileiros foram atraídos para as igrejas evangélicas ou o pentecostalismo, para uma “flexibilidade na expressão religiosa”. Eles vêem igrejas como a Renascer como lugares onde eles podem se expressar mais livremente e “não apenas procurar soluções para problemas pessoais, mas também encontrar um lugar para conhecer pessoas e socializar”.

Meira disse que para jovens que procuram salvação, o evangelismo pode preencher uma lacuna. “Aqui eles entram na igreja, às vezes para ver uma competição de luta, recebem a palavra de Jesus Cristo, e começam uma transformação. Eles vão deixar as drogas, começar a respeitar sua família e começar a curar doenças da alma, como ansiedade, depressão, drogas, álcool e prostituição”, disse.

No meio do movimento jovem, a Renascer em Cristo sofreu sua parcela de controvérsia. Os líderes da igreja, Estevam e Sonia Hernandes, voltaram ao Brasil no mês passado depois de passar vários meses em uma prisão americana por tentar entrar clandestinamente com mais de US$ 56.000 nos Estados Unidos, incluindo US$ 9.000 escondidos numa Bíblia. Eles ainda enfrentam acusações de fraude, apropriação indébita, evasão de impostos e lavagem de dinheiro no Brasil.

A Renascer tenta encontrar pastores mais jovens, que podem se relacionar melhor com adolescentes. Meira é um pastor de meio período; ele também trabalha, durante o dia, em marketing para uma empresa familiar de tintas e estuda propaganda à noite.

Na noite do Extreme Fight, dezenas de jovens pairavam em volta da igreja. Na sala da frente, barracas vendiam cachorro-quente e pizza e jovens se alinhavam em um canto para fazer tatuagens com temas religiosos, como “Eu pertenço a Jesus”. Na sala principal, havia videogames, um DJ tocando uma mistura de hip-hop e funk, e uma tela de projeção mostrando um DVD do Harlem Globetrotters.

Apesar de a maioria ter vindo para o evento principal, o Extreme Fight, eles deixam-se ficar. Depois de quatro lutas e do sermão de Maffei, os membros formaram pares. Um colocou sua mão na testa do outro e falou de Jesus Cristo, o outro fechou bem os olhos.

O crescimento do movimento evangélico jovem visa brasileiros de todas as classes. Na igreja Bola de Neve, jovens profissionais se misturam a outros de famílias de renda mais baixa e problemáticos.

Pastores lideram um rebanho de mais de 2.500 membros nas noites de domingo estimulados por músicas de reggae e rock, com letras religiosas projetadas em uma enorme tela.

O “apóstolo” da igreja, Rinaldo Pereira, disse que teve uma experiência próxima à morte relacionada a drogas e hepatite 17 anos atrás, antes de um evento “sobrenatural” o levar a dedicar a sua vida a Deus.

Em 1999, Pereira e outros poucos surfistas ávidos fundaram a Bola de Neve, inspirados pela ideia de que uma bola de neve começa pequena mas pode crescer e ficar grande. A igreja recebeu seu impulso inicial de um empresário de roupas de surf, que emprestou um auditório para a igreja. Precisando de um altar para sua primeira cerimônia, Pereira pegou uma prancha de surf que viu no corredor e a colocou em algumas cadeiras.

Hoje a igreja diz ter cem unidades, a maioria no Brasil. Uma delas, na Barra da Tijuca, área do Rio de Janeiro perto da praia, começou três anos atrás, com sete pessoas, e agora tem cerca de 3.000 integrantes.

Esportes e música “superam todos os tipos de limites”, disse Pereira em uma entrevista.

“As pessoas podem não entrar numa igreja, mas definitivamente vão assistir a uma luta, a um campeonato de surf, a um evento musical”, ele disse. “Tanto o esporte quanto a música transmitem uma mensagem para o público”.

Em São Paulo, a igreja é verdadeiramente um assunto familiar. Num domingo, Pereira, de 37 anos, fez um sermão que durou três horas, ainda usando uma prancha de surf de cabeça para baixo como seu púlpito. A mulher dele, Denise, que também é pastora, aqueceu a multidão, cantando com força letras com uma banda de rock às suas costas.

No porão da igreja, o filho deles de 16 anos de idade, Nathan, liderou uma multidão de adolescentes e jovens. O pastor “em treinamento”, de cabelo espetado, fez um sermão sobre Jesus Cristo com habilidade de talk-show. Em determinado momento, ele segurou um recipiente de plástico branco e estimulou os jovens seguidores a fazer doações, assegurando a eles que Deus “daria de volta em dobro” o que quer que eles oferecessem.

Escadas acima, onde seu pai fazia um sermão, um homem e uma mulher jovens tomam o palco e declaram seu amor. Pereira parabeniza pelo menos dois jovens casais por seus novos bebês, segurando-os para o alto para todos verem.

À medida que seu sermão atinge o clímax, os membros fecham seus olhos firmemente e seguram os braços, como num transe, cantando e se balançando com a música enquanto lágrimas escorrem em seus rostos.

Depois da cerimônia, Dom Luiz Bayeux, de 22 anos, contou como chegou ali. Ele cresceu num lar problemático, onde seu padrasto, um viciado em crack, morreu de Aids. Aos 13 anos, um rebelde Dom começou a sua vida no crime. Cinco anos depois, sua busca para escapar do vício o levou a muitos lugares e a várias religiões.

Depois de fracassar em um exame para entrar para as Forças Armadas, ele se lembrou de ter ouvido falar sobre a Bola de Neve. No dia em que ele chegou, o pastor disse aos membros: “Vocês estão aqui para entrar para o Exército de Jesus Cristo”.

Para ele, era uma intervenção divina. “O fato de que aqui as pessoas falam a mesma língua e vivem no mesmo estilo de vida que eu foi o que realmente me atraiu a este lugar, e o que me ajudou a me manter aqui”, ele disse.